FANDOM


A Velha Molly é um fantasma cujo corpo está enterrado no cemitério Cross Bones perto da Ponte de Londres. Ela é um espírito forte, um dos mais fortes que Will Herondale já encontrara.

História

Sendo um fantasma, ela é conhecida por vender pó demoníaco, sangue de fadas, e outras mercadorias estranhas e supernaturais. A Velha Molly, assim como muitos outros fantasmas, não aceitava dinheiro como pagamento por items mágicos; ao invés disso ela pede por anéis de ouro velhos. Todo fantasma tem um talismã ou item sentimental, uma peça perdida de seu passado; que os mantêm presos ao mundo dos vivos e que os deixaria passar para o outro lado se o encontrassem. No caso da Velha Mol, era seu anel de casamento. Era uma crença comum, segundo Magnus Bane, que o anel já estava perdido há muito tempo, enterrado embaixo do limo do Tâmisa, mas Molly ainda aceitava as bolsas cheias de anéis que davam a ela, na esperança de que um deles acabaria sendo o seu.

Em 1878, Magnus enviou Will a ela em várias missões, para buscar ingredientes para seus feitiços.[1] Quando Will estava procurando por um estoque de yin fen, Will foi até ela esperando que ela o tivesse. No entanto, alguma coisa, provavelmente Axel Mortmain, que estava cometendo extremos para desprover o Instituto de Londres da droga, assustou-a tanto que ela nem mesmo sairia de seu túmulo.[2]

Descrição Física

Ela é uma mulher velha, que usa um vestido maltrapilho com um avental branco. Ela tem olhos vazios, cabelo cinza-amarelado, e mãos vermelhas e ásperas. A Velha Molly é, aparentemente, quase opaca, enquanto a maioria dos fantasmas são translúcidos—e ela admite que essa aparência exige algum esforço de sua parte.

Referências

  1. Príncipe Mecânico (primeira aparição)
  2. Princesa Mecânica (apenas mencionado)