FANDOM


Como todos os Herondales, sua capacidade de amar sem medidas, sem fim, foi tanto seu grande dom como também sua grande maldição.

Catarina Loss sobre Tobias, O Herondale Perdido

Tobias Herondale é um Caçador de Sombras notório da Família Herondale no início do século 19. A história de Tobias, transmitida através de gerações, tornou-se o exemplo do que a Clave considera ser o pior crime que um Caçador de Sombras poderia cometer: a deserção dos próprios companheiros.

Biografia

Vida pregressa

Tobias nasceu na família Herondale, depois de seu irmão mais velho William. Os Herondales sendo conhecidos entre sua espécie como heróis, ou traidores, e as pessoas ousadas e apaixonadas, Tobias foi dito ser diferente da família e tinha lutado para se encaixar e encontrar seu lugar entre os Caçadores de Sombras, mesmo quando era uma criança. Ele não tinha amor por caçar demônios. No entanto, porque seu pai era um homem duro e sua mãe um pouco histérica (de acordo com Catarina Loss), Tobias nunca considerou totalmente o pensamento de sair para tentar viver a vida que ele poderia querer e seguiu seus pais, vivendo com havia sido criador para ser, e poucas pessoas sabiam sobre isso.

Eventualmente, Tobias casou com Eva Blackthorn, uma mistura que surpreendeu a todos já que eles eram aparentemente opostos. No entanto, o casal se amava profundamente, e, em pelo menos este aspecto, Tobias amava como um Herondale.

O pior crime

Em 1828, Tobias foi enviado com um grupo de cinco Caçadores de Sombras para lidar com um pequeno grupo de feiticeiros causando estragos na Baviera, Alemanha. Sendo o soldado leal que ele era, Tobias foi mesmo não querendo deixar sua esposa grávida.

A história que foi passada através de gerações de Caçadores de Sombras foi que Tobias, sendo o mais jovem e menos experiente no grupo, fugiu durante um ataque de um Demônio Maior convocado pelos feiticeiros e deixou os outros para morrer. Alegaram que Tobias estava assustado e distraído pelo pensamento de sua esposa doente e grávida em casa. Os quatro restantes Caçadores de Sombras alegaram ter sofrido imensamente; três foram abatidos pelo demônio e um estripado, um queimado vivo, um encharcado com sangue ácido que o dissolveu em pó, enquanto o quarto, embora desfigurado por queimaduras demoníacas, foi devolvido pelos feiticeiros como um aviso para os Caçadores de Sombras.

ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!

A verdade, porém, era que, na floresta da Baviera, Tobias encontrou um feiticeiro que conhecia o seu maior medo e usou-o contra ele. O feiticeiro deu-lhe visões de um futuro possível (que só aconteceu porque Tobias foi incapaz de resistir ao engano do feiticeiro), de Eva morrendo e sendo torturada. Pensando que Eva estava em perigo terrível, agravada pelas imagens mentais que os feiticeiros continuavam lançando nele, a mente de Tobias entrou em colapso e ele fugiu.

Mesmo que a Clave soubesse que Tobias ficou louco, eles ainda consideravam sua desistência da vida ao abandonar seu posto na batalha, um crime real e uma traição a Clave. Desde que Tobias nunca mais voltou, a Clave reivindicou a vida de Eva em troca da sua. Eventualmente, Catarina encontrou-o vagando louco na floresta, sem nem mesmo saber o seu próprio nome, mas foi incapaz de salvá-lo. Catarina, no entanto, foi capaz de salvar a sua criança e de Eva. Ela o criou, e o menino cresceu no mundo mundano e originou o que seria considerado "uma linhagem perdida dos Herondale”. [1]

Personalidade e traços

De acordo com Catarina Loss, Tobias era brando, doce e gentil, até mesmo com os Seres do Submundo. Ele era muito obediente, responsável e leal, o tipo de pessoa que faria tudo que pedissem, sem hesitar. Tobias não tinha talentos especiais na caça aos demônios, nem tinha qualquer paixão por ela.

Curiosidades

Referências