FANDOM


ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Senhor das Sombras
Senhor das Sombras.png
Informação
Autor(es)

Cassandra Clare

Narrador

James Marsters[1]

Data de
Lançamento
23/05/2017 Eua-icone.png
04/09/2017[2] Brasil-icone.png
Editora Simon & Schuster
(Margaret K. McElderry)Eua-icone.png
Galera Record Brasil-icone.png
Nº de Páginas 720 Eua-icone.png
602 Brasil-icone.png
Capa

Julian Blackthorn

Série
Os Artifícios das Trevas
 1  2  3
Cronologia
Precedido por
Dama da Meia-Noite
Seguido por
Rainha do Ar e da Escuridão
Ordem de Lançamento
Lançado depois de
Dama da Meia-Noite
Lançado antes de
Corrente de Ouro

Senhor das Sombras é o segundo livro da trilogia Os Artifícios das Trevas.

Descrição

Emma Carstairs finalmente vingou seus pais. Ela pensou que estaria em paz. Mas ela está tudo, menos calma. Dividida entre seu desejo por seu parabatai Julian e seu seu desejo de protegê-lo das consequências brutais dos relacionamentos entre parabatai, ela começou a namorar seu irmão, Mark. Mas Mark passou os últimos cinco anos preso entre as Fadas; ele pode ser verdadeiramente um Caçador de Sombras novamente?

E as cortes das fadas não estão quietas. O Rei Unseelie está cansado da Paz Fria e não cederá mais às demandas dos Caçadores de Sombras. Pegos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar uma maneira de se unirem para defender tudo o que consideram mais importante – antes que seja tarde demais.

Mais sinopses sob o corte.

A vida de um Caçador de Sombras é limitada pelo dever. Forçada pela honra. A palavra de um Caçador de Sombras é um juramento solene, nenhum voto é mais sagrado do que o voto que liga parabatai – guerreiros parceiros que juram lutar juntos, morrer juntos, mas nunca se apaixonar.

Emma Carstairs aprendeu que o amor que ela compartilha com seu parabatai, Julian Blackthorn, não é apenas proibido, como pode destruir os dois. Ela sabe que deveria fugir de Julian. Mas como ela faria isso quando os Blackthorn estão ameaçados por inimigos vindos de todos os lados?

Sua única esperança é o Volume Negro dos Mortos, um livro de feitiços com um poder terrível. Todos o querem. Apenas os Blackthorn podem encontrá-lo. Estimulada por uma barganha sombria com a Rainha Seelie, Emma, sua melhor amiga Cristina, e Mark e Julian Blackthorn adentram a Corte das Fadas, onde o brilho esconde perigos sangrentos e não se pode confiar em nenhuma promessa. Enquanto isso, a crescente tensão entre Caçadores de Sombras e Seres do Submundo resulta no Coorte, um grupo extremista de Caçadores de Sombras dedicado a registrar os Seres do Submundo e Nephilim "inaptos". Eles farão tudo em seu poder para expor os segredos de Julian e se apropriar do Instituto de Los Angeles.

Quando Seres do Submundo se voltam contra a Clave, uma nova ameaça surge na forma do Senhor das Sombras – o Rei Unseelie, que envia seus guerreiros para matar aqueles com sangue Blackthorn e resgatar o Volume Negro. Conforme o perigo se aproxima, Julian desenvolve um arriscado esquema que depende da colaboração de um inimigo imprevisível. Mas o sucesso pode vir com um preço que ele e Emma não podem nem imaginar, um que trará consigo um acerto de contas de sangue que poderá repercutir na vida de todos aqueles que lhes são queridos.

— Sinopse da jacket da edição em capa dura[3]

Capítulos

O livro possui 29 capítulos; os títulos são derivados de versos (sem ordem particular) do poema "Terra dos Sonhos" de Edgar Allan Poe.[4]

  1. Águas Tristes
  2. Inundações Sem Limites
  3. Onde Duelam Os Demônios
  4. Uma Estranha E Selvagem Região
  5. Terra E Paraíso
  6. Lá O Viajante
  7. Mares Sem Praia
  8. Próximo Ao Rio
  9. Essas Terras
  10. Os Desejos De Seu Rei
  11. Em Um Trono Negro
  12. Pelas Montanhas
  13. Terra Dos Sonhos
  14. Através Da Lente Escurecida
  15. Amigos De Longa Data
  1. Passar Pelo Peregrino
  2. Assombrado
  3. Memorias Do Passado
  4. Selva Cinza
  5. Eternamente
  6. O Olho Exposto
  7. A Maior Profanidade
  8. Céus De Fogo
  9. Legião
  10. Inicio E Suspiro
  11. Caminhar Nas Sombras
  12. Somente Anjos Doentes
  13. A Alma Triste
  14. Ultima Thule
*Títulos não oficiais em português

Teasers

Informações

  • Tal como em Dama da Meia-Noite e sua personagem de mesmo nome, um personagem chamado Senhor das Sombras será introduzido.[5][6][7] Desde então, foi revelado ser o Rei Unseelie.[3]
  • Os personagens irão visitar Londres,[8][9] especificamente o Instituto.[10][11] As linhas ley e locais secretos da Inglaterra podem ser discutidos.[12]
  • A Cornualha será visitada.[13]
  • Haverá "toneladas de Centuriões".[14][15]
  • Os Caçadores de Sombras irão caçar um demônio lula – um Teuthida – que está roubando e aterrorizando pessoas indo para o carnaval no cais.[16]
  • Haverá um salto de tempo de cerca de uma ou duas semanas entre o fim de Dama da Meia-Noite e o começo desse volume.[17][18][19]
  • A conversa de Emma e Mark na última cena de Dama da Meia-Noite (depois que Mark diz "Por que mentir?") será contada.[20]
  • O volume irá iniciar de onde o último terminou.[21]
  • Emma finge estar namorando Kieran, e Cristina está ciente de seu acordo.[16]
  • Uma fada chega para dizer a Mark que Kieran será executado por matar outra fada, forçando os Caçadores de Sombras a se juntarem as Fadas para salvá-lo.[21] Kieran foi capturado após o final de Dama da Meia-Noite e nunca voltou para a Caçada, onde Gwyn poderia ter sido capaz de protegê-lo.[22]
  • Alguns dos filhos do Rei Unseelie – irmãos de Kieran – serão introduzidos,[23][24][25][26] incluindo Adaon.
  • O surgimento de uma companhia chamada Coorte, uma parte – a pior parte – da Clave que acredita que os direitos dos Membros do Submundo devem ser restringidos e que deveria haver um registro de lobisomens e feiticeiros será tratado. Eles começaram a criticar os personagens principais, especificamente Mark e seus relacionamentos com Seres do Submundo.[21]
  • A anteriormente mencionada personagem trans, uma que foi introduzida antes,[27] será apresentada.[21]
  • Ty irá aprender mais sobre sua natureza – o fato de ele ser neuroatípico – e pode começar a explorar um romance.[21] Por um lado, Kit pode contar a Julian sobre isso.[28]
  • Jem e Tessa pode ou não aparecer neste volume, e mesmo que eles aparecam, eles serão, na maioria, personagens de fundo.[21]
  • Kit vai receber um anel da família Herondale.[29]
  • Haverá certo foco em Kit e Ty,[30][31][32] Julian e Emma,[33] Cristina e Mark, e Mark e Kieran.[34] Cristina pode "meio que" escolher entre Diego e Mark,[35] enquanto Mark também terá que fazer uma escolha.[36][37]
  • Julian entrará em detalhes sobre o cronograma do desenvolvimento de seus sentimentos por Emma.[38]
  • Cristina terá uma dança romântica com um garoto inesperado,[39] e ela também irá dançar com Mark.[40]
  • Também haverá mais Cristina, Dru,[41][42] Livvy,[43] e Diana.[44]
    • Dru irá fazer uma importante descoberta.[42]
    • Livvy será protetora de Kit.[45] Eles se tornarão amigos, embora eles discutam, em particular devido à sua proteção com a recusa de Ty e Kit de se comprometer com a ideia de ser um Caçador de Sombras. Ela está preocupada que ele possa ir embora a qualquer momento.[46]
    • Livvy irá beijar alguém.[47]
    • Diana Wrayburn terá uma porção do livro contado em seu ponto de vista.[44] Seu passado será explorado,[48] e sua história de fundo será contada: a história de sua família, e sua amizade com Catarina Loss.[49]
  • Kieran e Kit irão interagir um pouco.[50]
  • Um grande e novo aspecto do vínculo parabatai será revelado.[51][52]
  • O vínculo parabatai de Jules e Emma, ou os poderes que Jules pode obter de seu amor, podem ser afetados quando ele descobre sobre Emma e Mark.[53]
  • Cortana tem poderes mágicos.[54] Ele fará algo que nenhuma outra espada jamais fez, e a pena de anjo em seu cabo é uma grande parte do que lhe dá seus poderes especiais.[55]
  • Helen e Aline vão fazer aparições.[56][57][58][59] O objetivo dos Blackthorn de tirar Helen e Aline do exílio será discutido.[60]
  • Uma parte do livro terá lugar em Faerie.[61]
  • Magnus Bane, Clary Fairchild, Jace Herondale, Alec Lightwood,[62][63] e Robert Lightwood,[64] que como Inquisidor terá uma parte surpreendente a desempenhar,[65] irão fazer aparições.
    • Magnus e Alec aparecerão proeminentemente neste volume.[21][66]
    • Jace e Clary chegarão ao Instituto de Los Angeles com uma mensagem da Cônsul e realizarão uma reunião, para a qual solicitarão a presença de Emma e Jules.[16]
    • A razão para Clary recusar a proposta de casamento de Jace será revelada.[67][68][69][70][71]
    • Clary e Jace comerão comida chinesa do Jade Wolf.[72]
  • Jessamine Lovelace irá aparecer, e é possível que seja Kit Herondale quem irá vê-la.[73][74]
  • A última palavra será "hora",[75] e a primeira é "Kit".[76]
  • Os nomes de fada de Mark e Helen serão revelados.[77]
  • Jaime Rosales será introduzido.[78]
  • Jaime e Diego terão papéis importantes neste volume.[79] Seus segredos e seus passados exigentes serão contados.[80][81]
  • Jaime está definido para ter um significativo e importante interesse amoroso, que será sugerido neste volume.[82]
  • O plot twist do final do livro será "brutal",[83] e Cassie descreveu o fim com a palavra "sangue".[84]
  • Pelo menos quatro personagens que são relativamente familiares aos leitores irão morrer,[85] e também haverá personagens introduzidos neste volume que irão morrer.[86]
  • Rafael e Max irão brincar com Tavvy e eles se tornarão amigos neste livro.[87][88]
  • A Rainha Seelie estará presente neste livro.[89][90]</ref>[91]
  • Jon Cartwright, agora um Centurião, irá fazer uma aparição, e Marisol Garza, agora namorada de Jon, será mencionada neste volume.[92][93]
  • Os termos Salão Blackthorn, Thule, O Herdeiro Mais Velho, e Os Cavaleiros de Manannan serão apresentados neste livro.[94]
  • Gwyn ap Nudd terá um "papel surpreendentemente grande a desempenhar".[95]
    • Cassie "shippa" ele com outro personagem.[96] Alinhado com isso, Gwyn também chamará alguém para um encontro.[97]
  • Os personagens estarão investigando a história real de Annabel Blackthorn. Eles vão buscar respostas no passado: eles vão para Mansão Blackthorn e Cornuália, onde Annabel e Malcolm cresceram. Como Annabel perdeu seu dedo e adquiriu suas cicatrizes podem ser reveladas.[98] Ela estará presente em Senhor das Sombras.[99][7]
  • Os personagens "enfrentam a ira dos reis das fadas e antigos guerreiros imortais, os esquemas da Rainha Seelie, os mortos inquietos e os intolerantes da Clave".[100]
  • Um edifício irá queimar.[101]
  • Um novo feiticeiro (ou mais) pode ser introduzido.[102]
  • Um Príncipe, potencialmente secreto,[104] Seelie também pode ser introduzido.[105]
  • Kit irá escutar música dos fones de ouvido de Ty.[106]
  • Os lemas de algumas famílias de Caçadores de Sombras, incluindo os Lightwood, serão revelados.[107]
  • Para uma lista de personagens definidos para aparecer no livro, veja aqui.
  • O livro é mais longo do que a edição em inglês de Dama da Meia-Noite.[108] com cerca de 700 páginas.[109]

Trechos

Para mais, vá até a página da série ou verifique a página de trechos não identificados.

Teaser #1

Kieran sacudiu a cabeça. "Eu não posso fazer isso," ele disse.

"Kier..." Mark começou com raiva, mas Kieran estava com a cabeça baixa, como um cachorro que apanhou. Seu cabelo caiu, emaranhado de suor, em seu rosto, e sua camisa e o cós de sua calça estavam ensopados de sangue. "Você está sangrando de novo. Eu pensei que você tivesse dito que estava se curando?"

"Eu pensei que estivesse," Kieran disse gentilmente. "Mark, me deixe aqui..."

Uma mão tocou o ombro de Mark. Cristina. Ela havia colocado a faca de lado. Ela olhou para ele, de igual para igual. "Eu vou ajudar você a tirá-lo de cima do muro."

Teaser #2

E ainda mais estranho, quando Mark e Kieran entraram na biblioteca, Kieran tinha ido imediatamente a Max e pegado ele, encantado com sua pele azul e seus pequenos chifres.

Max tinha enfiado a mão no cabelo ondulado de Kieran e puxado. Kieran apenas riu. "É isso mesmo, ele muda de cor, feiticeirinho," ele disse. "Olha." E seu cabelo passou de azul-preto à azul em um instante. Max riu.

"Eu não sabia que você poderia fazer isso de propósito," disse Mark, que sempre tinha pensado que o cabelo de Kieran era um reflexo de seus humores, incontrolável como as marés.

"Você não sabe um monte de coisas sobre mim, Mark Blackthorn," Kieran disse, colocando Max no chão.

Alec e Magnus trocaram um olhar por conta disso, o tipo de olhar que fez Mark sentir como se eles tivessem chegado a um silencioso e consensual acordo...

Teaser #3

"Eu sei." Mark encostou os lábios dele na testa dela. Cristina podia sentir o coração dele batendo. "Nós vamos descobrir. Nós vamos corrigir isso."

Teaser #4

Kieran sentou-se com certa relutância. As ondas de seu cabelo se iluminaram para azul; ele se virou e se encostou em Mark, um pouco como se estivessem andando a cavalo e Mark estava atrás.

Teaser #5

"Oh, certo." Kit olhou para seus nós dos dedos machucados. "Eu machuquei minha mão no Mercado das Sombras."

"Como?" perguntou Ty, encostando-se à beira do balcão.

"Eu dei um soco em uma tábua" disse Kit. "Eu estava com raiva."

Ty arqueou as sobrancelhas. Ele tinha sobrancelhas interessantes, ligeiramente apontadas para cima, como um V invertido, e muito pretas. "Isso fez você se sentir melhor?"

"Não" admitiu Kit. Ele estava se sentindo tão julgado.

Ty inclinou a cabeça para o lado. "Eu consigo curá-lo", ele disse, tirando um dos lápis mágicos dos Caçadores de Sombras do bolso de seu jeans. Estelas, como eram chamadas. Ele estendeu a mão.

Kit supôs que ele poderia ter recusado aceitar a oferta, do jeito que ele tinha feito quando Julian sugeriu curá-lo no carro. Mas ele não o fez. Ele segurou o antebraço com confiança, o pulso virado para cima, de modo que as veias azuis foram expostas ao garoto que tinha segurado uma faca na garganta dele não há muito tempo.

Teaser #6

Cristina separou suas mãos em espanto, e estremeceu. A Expressão de Mark se transformou em um de preocupação.

"Você não está com dor?" ele disse.

"Não" disse ela. "Você está?"

"Você está perto de mim", disse ele. "Não há razão para eu sentir dor."

Teaser #7

"Você vai ter que aprender a conviver com isso," disse Jules. "Mesmo que isso te horrorize, Emma, mesmo se isso te deixa doente, assim como eu vou ter que viver com qualquer outro namorado que você tenha, porque nós somos para sempre não importa como, Emma, não importa o que você queira chamar o que temos, nós sempre seremos nós."

Teaser #8

Ty: "Por que você disse que queria ser meu amigo se não tinha essa intenção?"

Kit: ...

Teaser #9

Houve uma comoção no topo do pavilhão, e uma única explosão som de um chifre quebrou o murmurio tranquilo na clareira. A pequena nobreza olhou para cima. Uma figura alta apareceu ao lado do trono. Ele estava todo de branco, branco como sal, com um gibão de seda branca e manoplas de osso branco. chifres brancos curvados de ambos os lados de sua cabeça, espantosos contra a escuridão de seu cabelo. Uma faixa dourada lhe cercava a testa.

Cristina exalou. “O rei.”

Emma podia ver o perfil dele: era bonito. Claro, preciso, limpo como um desenho de algo perfeito. Emma não conseguia descrever a forma de seus olhos ou maçãs do rosto ou na curva de sua boca, e ela não tinha capacidade Jules para pintá-lo, mas ela sabia que era estranho e maravilhoso e que ela iria se lembrar do rosto do Rei da Corte de Seelie para toda a sua vida.

Ele virou-se, trazendo seu rosto em plena vista. Emma ouviu Cristina ofegar levemente. O rosto do rei era dividido ao meio. O lado direito era o rosto de um homem jovem e bonito, luminoso com a juventude e beleza. O lado esquerdo era uma máscara desumana, pele cinza esticada como couro sobre o osso, a cavidade ocular vazia e negra, salpicada de cicatrizes vermelhas.

Kieran, ligado à árvore, olhou uma vez para a face monstruosa de seu pai e virou a cabeça, seu queixo caído, um emaranhado de cabelo escuro caindo para esconder seus olhos.

Teaser #10

"Certo" disse Kit. "Mas eu diria que não é sempre sobre pessoas sabendo o que é melhor para você, ou pensando que sabem. Às vezes eles apenas sentiriam sua falta."

"Livvy sentiria minha falta ..."

"Sua família inteira sentiria sua falta",disse Kit, "e eu sentiria sua falta".

Teaser #11

Eles jogaram suas armas para baixo e se lançaram em direção à fileira de cavalos, um após o outro – Livvy saltou para Julian, jogando os braços em volta do seu pescoço. Mark atirou-se de seu cavalo e caiu encontrando-se abraçado firmemente por Dru e Tavvy. Ty veio mais calmamente, mas com a mesma felicidade incandescente em seu rosto. Ele esperou por Livvy terminar de quase estrangular seu irmão e, em seguida, entrou em cena para jpegar as mãos de Julian.E Julian, que Kit tinha sempre pensado como um modelo quase assustador de controle e distância, agarrou seu irmão e puxou-o para perto, suas mãos torcendo na parte de trás da camisa de Ty. Seus olhos estavam fechados, e Kit teve que desviar o olhar. Ele nunca tinha tido qualquer pessoa além seu pai, e ele tinha certeza além de qualquer palavra que seu pai nunca o tinha amado assim.


Teaser #12

Dru alcançou automaticamente as armas no cinto, mas não havia nada lá. Ela fora completamente despreparada, com apenas um jeans e uma camiseta preta com gatos.

Teaser #13

“Não um dos meus melhores,” disse Magnus para Kieran. “Me desculpe – eu não sou um grande fã do seu pai.”

“Meu pai não tem fãs.” Kieran se inclinou sobre a beirada da mesa. “Ele tem subordinados. E inimigos.”

“E filhos.”

“Seus filhos são seus inimigos,” disse Kieran, sem se abalar.

Teaser #14

Quando Emma entrou no quarto dela, usando uma calça de moletom, uma regata e secando o cabelo com uma toalha verde, encontrou Mark encostado de pé na beirada da cama dela, lendo Alice no País das Maravilhas.

Ele estava usando uma calça de pijama de algodão que Emma tinha comprado por três dólares de um vendedor no lado da PCH. Ele estava parcialmente com a calça, já como ela estava estranhamente folgada, um material claro perto das coisas que ele usava na Faerie.

Se incomodava ele que ela também tinha uma estampa de trevos da sorte, com as palavras “tenha sorte”, ele não demonstrou. Ele sentou direito quando Emma entrou, passando a mão em seus cabelos e sorriu pra ela.

Mark tinha um sorriso que podia quebrar seu coração. Parecia tomar conta de todo seu rosto e iluminar seus olhos, fazendo o dourado e o azul brilharem.

“Uma manhã deveras estranha” ele disse.

Emma colocou as mãos nos quadris. “Não me venha com ‘deveras’.”

Teaser #15

“Não pode durar“, disse Emma olhando para ele, porque como poderia quando eles nunca poderiam manter o que tinham? “Vai partir nossos corações.”

Ele a pegou pelo pulso, levou a sua mão ao seu peito. Espalmou os dedos sobre seu coração. Batia contra a palma da mão dela, como um punho perfurando seu caminho para fora de seu tórax. “Parta meu coração“, ele disse. “Parta em pedaços. Eu te dou permissão.“

Teaser #16

"Não contei a ninguém a não ser a você" Clary olhou para Emma ansiosa.

Teaser #17

“Clary, o que você não está me contando?”

Houve um longe silêncio. Clary olhou na direção da água escura, mordendo o lábio. Finalmente, ela falou. “Jace me pediu em casamento.”

“Oh!” Emma já tinha aberto os braços para abraçar a outra garota quando se deu conta da expressão de Clary. Ela congelou. “O que há de errado?”

Teaser #18

Houve um longo silêncio. Magnus suspirou. “Eu tenho que entregá-lo a você”, disse ele. “Eu nunca pensei que Jace e Clary seriam superados por qualquer outra pessoa em termos de decisões insanas, auto-destrutivas, mas vocês todos estão dando-lhes uma competição muito injusta.”

“Eu realmente não tinha nada a ver com isso”, Kieran apontou rigidamente.

“Eu acho que você vai descobrir que muitas decisões ruins o conduziu até aqui, meu amigo”, disse Magnus. “Tudo bem, você – todos vocês – esperem aqui. E não façam nada estúpido “.

Ele saiu da sala em passos longos, vestidos de preto, xingando baixinho.

“Ele está ficando cada vez mais como Gandalf”, disse Emma, observando-o ir. “Quero dizer, gostoso, com aparência mais jovem Gandalf, mas eu continuo esperando que ele comece a acariciar sua longa barba branca e resmungando sombriamente.”

Teaser #19

“Eu vim sempre precisando de você, Kieran,” Mark disse. “Eu precisei de você para viver. Eu sempre precisei tanto de você, eu nunca tive a chance de pensar se éramos bons um para o outro ou não.” Kieran sentou-se. “Isso foi honesto,” ele disse, finalmente “Eu não posso culpá-lo lá”

Teaser #20

“Um demônio Teuthida?”, Julian disse no telefone, suas sobrancelhas se erguendo. “Isso é basicamente uma lula, certo?”

A resposta foi inaudível: Emma podia reconhecer a voz de Ty, mas não as palavras.

“Sim, nós estamos no píer”, Julian continuou. “Nós não vimos nada ainda, mas acabamos de chegar aqui. Uma pena que eles não tenham vagas de estacionamento especiais para Caçadores de Sombras…”

Apenas metade de seus pensamentos estava na voz de Julian, Emma olhou ao redor. O sol havia acabado de se pôr. Ela sempre amou o pier de Santa Monica, desde que era uma garotinha e seus pais a haviam levado lá para jogar hockey e andar no antigo carrossel. Ela amava a comida – hambúrgueres e milk shakes, mexilhões fritos e pirulitos em espirais gigantes – e o Pacific Park, o degradado parque de diversões no fim do pier, com vista para o Oceano Pacífico.

Os mundanos haviam gastado milhões de dólares para reformar o pier para se tornar uma atração turística ao longo dos anos. O Pacific Park estava cheio de brinquedos novos, brilhantes. As velhas carrocinhas de churros foram substituídas por sorvete artesanal e pratos de lagosta. Mas as tábuas abaixo dos pés de Emma ainda eram deformadas e envelhecidas por anos de luz do sol e sal. O ar ainda cheirava como açúcar e algas. O carrossel ainda espalhava sua música mecânica pelo ar. Ainda existiam jogos de inserir moedas onde você poderia ganhar pandas gigantes de pelúcia. E ainda existiam espaços escuros debaixo do pier onde os mundanos perdidos se reuniam e, às vezes, coisas mais sinistras.

Essa era a coisa de ser um Caçador de Sombras, Emma pensou, olhando para o pier em direção à grande roda gigante decorada com brilhantes luzes de LED. Uma linha de mundanos impacientes seguiam em direção as cercas de madeira; depois das cercas, ela podia ver o oceano azul escuro, com marcas brancas onde as ondas quebravam. Caçadores de Sombras viam a beleza nas coisas que os mundanos criavam – as luzes da roda gigante refletindo no oceano tão forte que parecia que alguém estava estourando fogos de artifícios de diferentes cores debaixo da água: vermelho, azul, verde, roxo, e dourado – mas eles viam a escuridão, também, o perigo e a podridão.

“O que foi?” Julian perguntou. Ele guardou o celular no bolso de sua jaqueta de batalha. O vento – sempre havia vento no pier, o vento que soprava incessantemente do oceano, cheirando a sal e lugares distantes – levantou as leves curvas de seu cabelo marrom, fazendo com que beijassem suas bochechas e têmpora.

Pensamentos sombrios, Emma queria dizer. Ela não podia, entretanto. Houve o tempo em que Julian havia sido a pessoa para quem ela podia contar qualquer coisa e tudo. Agora ele era a única pessoa para quem ela não podia contar nada.

Ao invés disso, ela evitou seu olhar. “Onde estão Mark e Cristina?”

“Lá.” Ele apontou. “Perto do arremesso de aros.”

Emma seguiu seu olhar para a tenda pintada em cores vivas, onde as pessoas competiam para ver quem poderia atirar um anel de plástico e aterrá-la ao redor do colarinho de uma das uma dúzia de garrafas alinhadas. Ela tentou não se sentir superior porque isto era aparentemente algo que mundanos achavam difícil.

O meio-irmão de Julian, Mark, segurava três anéis de plástico na mão. Cristina, seu cabelo escuro preso em um coque, estava ao lado dele, comendo pipoca de caramelo e rindo. O cabelo loiro platinado de Mark brilhou contra sua roupa escura conforme ele jogou os anéis: todos os três ao mesmo tempo. Cada aro foi em uma direção diferente e caiu ao redor do colarinho de uma garrafa.

Julian suspirou. “Nada de ser discreto.”

Uma mistura de gritos e ruídos de descrença veio dos mundanos no lance do anel. Felizmente, não havia muitos deles, e Mark foi capaz de receber o seu prêmio – algo em um saco de plástico – e sair com um mínimo de barulho. Ele voltou em direção a eles com Cristina ao seu lado. A ponta de suas orelhas pontudas espreitou através do amontoado de seu cabelo claro, mas ele estava com glamour para que os mundanos não as vissem. Mark era meio fada, e seu sangue do Submundo mostrou-se na delicadeza dos detalhes, as pontas das orelhas, e a angularidade de seus olhos e maçãs do rosto.

“Então, é um demônio lula?”, Emma disse, mais para apenas ter algo para dizer para preencher o silêncio entre ela e Julian. Havia um monte de silêncios entre ela e Julian esses dias. Tinha apenas uma semana desde que tudo havia mudado, mas ela sentiu a diferença profundamente até seus ossos. Ela sentia a distância, apesar de que ele nunca foi nada além de escrupulosamente educado e gentil, desde que tinha falado sobre ela e Mark.

“Aparentemente”, disse Julian. Mark e Cristina estavam vindo para perto; Cristina estava terminando sua pipoca de caramelo e olhando tristemente para o saco como que esperando que mais pudesse aparecer. Emma podia entender. Mark, por sua vez, estava olhando para o seu prêmio. “Ele sobe ao lado do cais e agarra pessoas – principalmente as crianças, qualquer um inclinando naquele lado para tirar uma foto à noite. Ele foi ficando mais corajoso. Aparentemente alguém o viu dentro da área do jogo perto da mesa de hóquei – Isso é um peixe dourado?”

Mark ergueu a sacola de plástico. Dentro dela, um pequeno peixe laranja nadava em círculos. “Esta é a melhor patrulha que já fizemos”, disse ele. “Eu nunca havia ganhado um peixe antes.”

Emma suspirou pra dentro. Mark passou os últimos anos de sua vida com a Caçada Selvagem, as fadas mais anárquicas e selvagens. Eles atravessam o céu em todos os tipos de coisas encantadas – motocicletas, cavalos, veados, grandes cães – e varriam campos de batalhas, levando objetos de valor dos corpos dos mortos e dando-os como homenagem as cortes das fadas.

Ele estava se adaptando bem ao estar de volta entre sua família de caçadores de sombras, mas ainda havia momentos em que a vida comum parecia pegá-lo de surpresa. Ele percebeu agora que todo mundo estava olhando para ele com as sobrancelhas erguidas. Ele pareceu alarmado e fez uma tentativa de colocar braço em volta dos ombros de Emma, estendendo o saco com a outra mão.

“Eu ganhei para você um peixe, formosa minha”, disse ele, e a beijou na bochecha.

Foi um beijo doce, gentil e suave, e Mark cheirava como sempre: como o ar frio lá de fora e as coisas verdes que crescem. E fazia absoluto sentido, pensou Emma, por Mark presumir que todo mundo ficou assustado porque eles estavam esperando para ele para lhe dar seu prêmio. Ela era, afinal, a sua namorada.

Ela trocou um olhar preocupado com Cristina, cujos olhos escuros estavam muito abertos. Julian olhou como se estivesse a ponto de vomitar sangue. Foi um breve olhar antes dele recompor educadamente sua expressão de indiferença, mas Emma se afastou de Mark, sorrindo para ele se desculpando.

“Eu não poderia manter um peixe vivo,” ela disse. “Eu mato plantas só de olhar para elas.”

“Suspeito que eu teria o mesmo problema,” Mark disse, olhando o peixe. “Que pena – Eu ia dar a ele o nome de Magnus, porque ele tem escamas brilhantes.”

Ao ouvir isso, Cristina riu. Magnus Bane era o Alto Feiticeiro de Brooklyn e ele tinha uma inclinação por glitter.

“Acho que é melhor eu deixa-lo livre,” Mark disse. Antes que alguém pudesse dizer algo, ele foi em direção ao parapeito do cais e esvaziou a sacola, com o peixe e tudo, no mar.

“Alguém quer dizer a ele que aquele peixe-dourado é um peixe de água doce e não pode sobreviver no oceano?”, disse Julian tranquilamente.

“Na verdade, não,” disse Cristina.

“Ele acabou de matar Magnus?”, Emma perguntou, mas antes que Julian pudesse responder, Mark virou.

Todo humor foi embora de sua expressão, e seus olhos – um azul, um dourado – se estreitaram. “Eu acabei de ver algo afundar em um dos pilares abaixo do cais. Algo muito não humano.”

Era como se eles tivessem sido eletrificados. Em segundos, cada um deles tinha uma arma na mão – Emma estava agarrando sua espada, Cortana, uma espada dourada dada a ela pelos pais. Julian segurava uma lâmina serafim, e Cristina seu canivete borboleta.

“Em que direção ele foi?” disse Julian sucintamente.

“Em direção à extremidade do cais,” disse Mark; ele foi o único que não pegou uma arma, mas Emma sabia o quão rápido ele era. Seu apelido na Caçada Selvagem tinha sido “tiro de elfo”, porque ele era rápido e preciso com um arco-e-flecha ou em arremessar facas. “Para o parque de diversões.”

“Eu vou para aquele lado,” Emma disse. “Para tentar atrair ele para fora da borda do cais – Mark, Cristina, vocês vão para baixo, para pegar ele se ele tentar rastejar de volta para a água.”

Eles mal tiveram tempo para acenar concordando, e Emma já tinha saído correndo. O vento batendo em seu cabelo trançado enquanto ela atravessava a multidão em direção ao parque iluminado no final do cais. Cortana estava quente e sólida em suas mãos, e seus pés voavam sobre as ripas de madeira. Ela se sentiu livre, suas preocupações deixadas de lado, tudo em seu corpo e mente estava focada na tarefa em mãos.

Ela pode ouvir passos ao lado dela. Ela não precisava olhar para saber que era Jules. Os passos dele tinham estado do lado dos dela por todos os anos que ela tem sido uma Caçadora de Sombras. Seu sangue já foi derramado onde o dela também fora. Ele tinha salvado a vida dela e ela tinha salvado a dele. Ele fazia parte da guerreira que ela era.

“Lá,” ela o ouviu dizer, mas ela já havia visto: uma forma escura corcunda escalando a estrutura de suporte da roda gigante. As cabines continuavam a girar, os passageiros gritando de alegria, sem perceberem. Emma foi em direção a fila da roda gigante e começou a passar por ela. Ela e Julian tinham se marcado com runas de glamour antes de chegarem ao cais, e eles estavam invisíveis aos olhos mundanos. Entretanto, isso não significava que a presença deles não poderia ser sentida. Mundanos na fila praguejavam e gritavam enquanto ela pisava em pés e dava cotoveladas pelo caminho.

Uma cabine tinha acabado de chegar embaixo, um casal – uma menina comendo algodão-doce e seu namorado magro vestido de preto – estavam prestes a subir. Ao olhar para cima, Emma viu um lampejo do demônio Teuthida deslizando ao redor do topo do suporte da roda. Suando, Emma empurrou, passando pelo casal, quase os derrubando e pulou dentro da cabine. Era em formato octogonal, um banco no interior, com bastante espaço para ela ficar em pé. Ela escutou os gritos de surpresa enquanto a cabine começava a subir, a levantando da cena de caos que ela criara abaixo, o casal que estava prestes a subir na roda gigante gritando com o rapaz que recebia os tíquetes e as pessoas na fila atrás gritando umas com as outras.

A cabine se moveu sob seus pés quando Julian aterrissou do seu lado, fazendo com se movesse. Ele levantou sua cabeça. “Você viu?”

Emma fechou os olhos parcialmente. Ela havia visto, ela tinha certeza disso, mas parecia que havia desaparecido. De lugar onde estavam, a roda-gigante estava uma confusão de luzes brilhantes, barras girantes e barras de ferro pintadas de branco. As duas cabines abaixo dela e de Julian estavam vazias; a fila ainda deveria estar sendo arrumada.

Ótimo, Emma pensou. Quanto menos pessoas estivessem na roda-gigante, melhor.

“Pare”. Ela sentiu a mão de Julian em seu braço, a virando. O corpo inteiro dela ficou tenso. “Runas”, ele disse rapidamente e ela percebeu que ele estava segurando sua própria estela em sua mão. Ela abaixou sua mão que segurava Cortana, ao lado de seu corpo. A cabine deles ainda estava subindo. Emma podia ver a praia abaixo, a agua escura indo de encontro a areia, as montanhas de Palisades Park subindo verticalmente acima da estrada, coroados por uma orla de árvores e folhagens.

As estrelas estavam ofuscadas, mas visíveis além das luzes brilhantes do píer. Julian segurou seu braço nem com força nem gentil, mas com um tipo de distância cirúrgica. Ele se virou, sua estela em movimentos rápidos no pulso dela, desenhando runas de proteção ali, runas de velocidade e agilidade e pontaria.

Esse era o mais perto que Emma havia estado de Julian em uma semana. Ela se sentiu tonta, um pouco bêbada. A cabeça dele estava inclinada, seus olhos na tarefa em suas mãos, e ela aproveitou a oportunidade para assimilar a visão dele.

As luzes da roda-gigante haviam se tornado âmbar e amarelas. Elas intensificavam a pele bronzeada dele com dourado. O cabelo dele caia solto, ondas suaves contra a testa. Ela sabia o jeito que a pele nos cantos da boca dele era macia e o modo como os ombros dele eram sob suas mãos, fortes e duros e vibrantes. Os cílios dele eram longos e espessos, tão escuros que pareciam ter sido marcados com carvão; ela meio que esperava que eles deixassem pó preto no alto das bochechas quando ele piscasse.

Ele era lindo. Ele sempre tinha sido lindo, mas ela só percebeu tarde demais. E agora ela estava em pé, com suas mãos ao longo de seu corpo e seu corpo doendo porque ela não podia tocá-lo. Ela nunca poderia tocá-lo novamente. Ele terminou o que estava fazendo e girou a estela para que o cabo ficasse virado para ela. Ela a pegou sem dizer nenhuma palavra enquanto ele afastava a gola de sua camisa, por baixo de sua jaqueta de luta. A pele ali estava um tom mais pálida do que a pele bronzeada do rosto e de suas mãos, marcada dezenas de vezes com as marcas brancas das runas que foram usadas e sumiram.

Ela teve de se mover um passo mais próxima dele para o marcar. As runas floresceram sob a ponta da estela: agilidade, visão noturna. Sua cabeça alcançava o queixo dele. Ela estava olhando diretamente para a garganta dele, e o viu engolir.

“Apenas me diga”, ele disse. “Apenas me diga que ele faz você feliz. Que Mark te faz feliz.”

Ela levantou sua cabeça. Havia terminado as runas em sua pele; ele tomou a estela de sua mão sem movimento. Pelo que pareceu uma eternidade, ele estava olhado diretamente para ela, os olhos dele de um azul escuro pelas cores do céu noturno e do mar, espalhadas por toda a parte conforme eles chegavam ao topo da roda-gigante.

“Eu estou feliz, Jules”, ela disse. O que era uma mentira entre tantas outras? Ela nunca havia sido alguém que mentia fácil, mas ela estava achando seu jeito. Quando a segurança das pessoas que ela amava dependia disso, descobrira, ela podia mentir. “Isso é – isso é mais inteligente, mais seguro para nós dois.”

A linha gentil da boca dele endureceu. “Isso não –“

Ela engasgou. Uma forma contorcida elevou-se atrás dele – era da cor de uma mancha de óleo, seus tentáculos franjados agarrando os suportes da roda. A boca, um circulo perfeito recoberto de dentes, estava bem aberta.

“Jules!!”, ela gritou, e se jogou da cabine agarrando uma das finas barras de aço que corriam entre os suportes. Pendurada por uma mão, ela sacou Cortana, acertando o Teuthida conforme este recuava. Ele rugiu e ichor jorrou; Emma gritou quando lhe atingiu o pescoço, queimando sua pele.

Uma faca perfurou a curva do corpo cheio de estrias do demônio. Ficando em cima de uma barra, Emma olhou para baixo para ver Julian posicionado na cabine, outra faca já em suas mãos. Ele mirou com a extensão de seu braço, deixou a segunda faca voar –

Batendo no fundo de uma cabine vazia. O Teuthida, incrivelmente rápido, havia saído de visão. Graças a runa de audição que Julian havia lhe marcado, Emma pode ouvir o demônio rastejando para baixo, pelo emaranhado de barras de metal que constituíam o interior da roda-gigante.

Emma colocou Cortana em sua bainha e começou a engatinhar pela extensão da barra, direcionando-se a parte inferior da roda-gigante. Luzes de LED piscavam ao seu redor em roxo e dourado.

Havia ichor e sangue em suas mãos, tornando a descida escorregadia. Estranhamente, a vista da Roda Gigante era linda, o mar e a areia se abrindo diante dela em todas as direções, como se ela estivesse pendurada na beirada do mundo.

Ela conseguia sentir sangue em sua boca, e sal. Abaixo dela, ela via Julian, escalando uma barra inferior. Ele olhou para ela e apontou; ela seguiu a linha de sua mão e viu o Teuthida quase no centro da roda. Seus tentáculos estavam chicoteando ao redor de seu corpo, batendo no centro da roda. Emma pode sentir as reverberações em seus ossos. Ela ergueu seu pescoço para ver o que ele estava fazendo e ficou gelada – o centro da armação era um imenso parafuso, segurando a roda em seus suportes estruturais. O Teuthida estava empurrando o parafuso, tentando soltá-lo. Se o demônio tivesse sucesso em separá-los, a estrutura toda sairia de suas amarras e rolaria pelo pier, como uma roda solta de uma bicicleta.

Emma não tinha ilusões de que alguém na roda gigante ou próximo poderia sobreviver. A roda iria cair sobre si mesma e ruir, esmagando qualquer um sob ela. Demônios visavam a destruição, na energia de mortes. Ele iria se fartar. A roda-gigante balançou. O Teuthida tinha seus tentáculos presos firmemente no parafuso no coração da roda e estava girando-o. Emma redobrou a velocidade de seu engatinhado, mas ela estava ainda muito distante do centro. Julian estava mais perto, mas ela sabia as armas que ele estava carregando: duas facas, as quais ele já havia arremessado, e lâminas serafim, que não eram longas o suficiente para que ele pudesse alcançar o demônio.

Ele olhou para ela enquanto esticava seu corpo para fora pela barra de ferro, colocou seu braço esquerdo ao redor para se segurar, e estendeu seu outro braço para fora, sua mão aberta.

Ela soube, imediatamente, sem precisar pensar, o que ele estava pensando. Ela respirou fundo e se soltou da barra. Ela caiu em direção a Julian, estendendo sua própria mão para pegar a dele. Eles se pegaram e se agarraram, e ela o ouviu suspirar quando segurou seu peso. Ela se balançou para frente e para trás, sua mão esquerda presa a mão direta dele, e com a sua outra mão ela pegou Cortana de sua bainha. O peso da sua queda a levou para frente, a balançando para o meio da roda gigante.

O demônio Teuthida elevou sua cabeça enquanto Emma ia em sua direção, e pela primeira vez, ela viu seus olhos— eles eram ovais, recobertos com uma camada protetora de algo parecido com vidro. Eles quase pareceram se abrir como olhos humanos quando ela avançou com Cortana, entrando pelo topo da cabeça do demônio e direto para seu cérebro. Seus tentáculos se debateram— um último espasmo de morte enquanto seu corpo se libertava da lamina e caia, rolando e tombando ao longo das cabines da roda gigante, chegando ao fim e tombando.

A distancia, Emma pensou que ouviu um barulho de algo caindo na água. Mas não havia tempo para pensar. A mão de Julian apertou a dela, e ele a estava puxando para cima. Ela guardou Cortana de volta na bainha enquanto ele a puxava para cima e para a barra onde ele estava deitado, fazendo com que ela caísse estranhamente por cima dele. Ele ainda estava apertando sua mão, ofegando. Seus olhos encontraram os dela, por apenas um segundo. Ao redor deles, a roda gigante começou a mexer, descendo eles de volta para o chão. Emma conseguia ver as multidões de mundanos na praia, o brilho da água ao longo da costa, até uma cabeça escura e outra clara que poderiam ser Mark e Cristina…

“Bom trabalho de equipe”, Julian disse finalmente.

“Eu sei,” Emma falou, e ela sabia. Isso era o pior: ele estava certo, eles ainda trabalham tão perfeitamente juntos como parabatai. Como parceiros guerreiros. Como um par perfeito de soldados que não poderiam nunca ser separados.


Mark e Cristina estavam esperando por eles embaixo do píer. Mark tinha tirado seus sapatos e estava parcialmente dentro da água do oceano. Cristiana estava guardando seu canivete borboleta. Aos seus pés havia um pouco de areia viscosa.

“Vocês viram a coisinha meio lula cair da roda gigante?”, Emma perguntou enquanto ela e Julian se aproximavam.

Cristina assentiu. “Caiu nas águas rasas. Não estava completamente morta, então Mark o puxou para a areia e nós terminamos o trabalho”. Ela chutou a areia na sua frente. “Foi muito nojento, e Mark ficou com gosma nele.”

“Eu tenho ichor em mim”, Emma disse, olhando para sua roupa suja. “Esse foi um demônio bagunceiro”.

“Você ainda continua linda,” Mark disse com um sorriso galante.

Emma sorriu de volta para ele, o melhor que podia. Ela estava incrivelmente grata a Mark, que estava interpretando seu papel naquilo tudo sem nenhuma reclamação, mesmo que ele possa ter achado estranho. Na opinião de Cristina, Mark estava ganhando algo com tudo isso, mas Emma não conseguia imaginar o que. Não é como se Mark gostasse de mentir— ele passou tantos anos entre as fadas, que são incapazes de mentir, que ele achava não natural.

Julian se afastou deles e estava no telefone novamente, falando em um tom de voz baixo. Mark saiu da água e enfiou os pés molhados dentro de suas botas. Nem ele nem Cristina estavam completamente glamorizados, e Emma percebeu pelos olhares dos mundanos que passavam por ele enquanto ele se aproximava dela – porque ele era alto e lindo, e por ele tinha olhos que brilhavam mais do que luzes de rodas-gigantes. E porque um de seus olhos era azul e o outro era dourado.

E porque tinha algo sobre ele, algo indefinitivamente estranho, um traço selvagem das fadas que nunca falhava em fazer Emma pensar em algo livre, espaços bem abertos, na liberdade e sem leis. Eu sou um garoto perdido, os olhos dele pareciam dizer. Me encontre.

Chegando até Emma, ele levantou sua mão para empurrar uma mecha do cabelo dela. Uma onda de sentimentos passou por ela – tristeza e satisfação, um anseio por algo, apesar dela não saber o que.

“Era Dianna”, Julian disse, e apesar de nem mesmo ter olhado pra ele, Emma podia imaginar o rosto dele enquanto ele falava – a seriedade, a preocupação, uma consideração cuidadosa de qualquer que fosse a situação. “Jace e Clary chegaram com uma mensagem do Consul. Eles vão fazer uma reunião no Instituto e querem que estejamos lá.”

Teaser #21

Mark quase caiu sobre Helen, quase erguendo-a enquanto ele girava com ela em círculos.

Teaser #22

Estavam longe da costa agora—era uma brilhante linha à distância, a estrada era uma fita de luzes em movimento, as casas e restaurantes ao longo da costa brilhavam. “Bem, então meus pais não morreram no oceano.” Emma deu um suspiro trêmulo. “Eles não se afogaram.”

“Saber disso não anula os anos de sonhos ruins.” Julian olhou na direção dela. O vendo soprava mechas macias do cabelo dele contra as maçãs do rosto. Ela lembrou de como era ter as suas mãos naquele cabelo, de como segurá-lo firmava-a não apenas ao mundo, mas a si mesma.

“Eu odeio me sentir assim,” ela disse, e por um momento, nem ela mesma tinha certeza do que estava dizendo. “Eu odeio estar com medo. Faz eu me sentir fraca.”

“Emma, todo mundo tem medo de alguma coisa.” Julian se moveu um pouco mais perto. “Nós tememos coisas porque as valorizamos. Tememos perder pessoas porque as amamos. Tememos morrer porque valorizamos estar vivo. Não deseje que você não tenha medo de nada. Isso significaria que você não sente nada.”

“Jules—” Ela começou a virar-se para ele, surpresa com a intensidade em sua voz, mas pausou quando ouviu os passos de Cristina na cozinha, seguida de sua voz, aumentada pelo reconhecimento, chamando:

Mark!

Teaser #23

Cristina estava lá, no meio da sala, olhando para um dos lustres. Havia uma fileira de três apagados, mas brilhantes com gotas de cristal.

Mark deixou a porta se fechar atrás dele e ela se virou. Ela não pareceu surpresa ao vê-lo. Ela estava usando um vestido preto liso que parecia ter sido cortado para alguém mais baixa do que ela – provavelmente tinha sido. “Mark”, ela disse. “Você não conseguiu dormir?”

“Não muito bem”. Ele olhou triste para o braço, embora a dor tivesse desaparecido agora que ele estava com Cristina. “Você sentiu o mesmo?”

Ela assentiu com a cabeça. Seus olhos brilhavam. “Minha mãe sempre dizia que o salão de baile do Instituto de Londres era o mais bonito que já tinha visto.” Ela olhou ao redor, do papel de parede listrado Edwardiano às pesadas cortinas de veludo recuadas nas janelas. “Mas ela deve ter visto isso muito vivo e cheio de pessoas. Parece agora o castelo da Bela Adormecida. Como se a Guerra Sombria o cercasse de espinhos e desde então estivesse dormindo.”

Mark estendeu a mão, o machucado circundando seu pulso, como a pulseira de vidro do mar de Julian rodeava o pulso dele. “Vamos acordá-lo”, disse ele. “Dance Comigo.”

Teaser #24

Kieran deu um leve, impaciente resmungo e se estirou na cama, entre os lençóis. Os cobertores já estavam jogados ao chão. Com seu cabelo negro espalhado pelo linho branco, seu corpo esparramado com nenhum respeito pela modéstia humana, Kieran parecia ainda mais uma criatura selvagem. “Venha comigo, então”, ele disse. “Fique comigo. Eu pude ver em seu rosto quando você viu os cavalos da Caçada. Você faria qualquer coisa pra cavalgar de novo.”

Subitamente furioso, Mark se inclinou sobre ele. “Não qualquer coisa”, ele diz. Sua voz ressoou baixa de raiva.

Kieran sibilou baixo. Ele agarrou a blusa de Mark. “Isso”, ele diz. “Fique com raiva de mim, Mark Blackthorne. Grite comigo. Mas sinta alguma coisa.”

Mark continuou onde estava, paralisado, bem perto de Kieran. “Você acha que não sinto?!”

Teaser #25

Mais Caçadores de Sombras haviam entrado pelo hall. Eles eram um mistura de idades, de jovens a velhos. Alguns vestiam uniformes de Centuriões. A maioria usava vestes de combate ou roupas comuns. O que havia de incomun neles é que todos carregavam placas e faixas.

REGISTRE TODOS OS FEITICEIROS. SUBMUNDANOS DEVEM SER CONTROLADOS. CAMPOS DE CONTENÇÃO PARA LOBISOMENS. CRIEM UM REGISTRO. VIVA A PAZ FRIA.

No meio deles havia um homem de cabelos castanhos impecáveis com um rosto brando, o tipo de rosto que vocÊ nunca realmente poderia lembrar as feições depois de um tempo. Ele piscou para Zara.

“Meu pai,” ela disse orgulhosa. “Registrar os submundanos foi ideia dele.”

“Que placas interessantes,” disse Mark.

“Que maravilhoso ver pessoas expressando suas opiniões políticas,” disse Zara. “Claramente a Paz Fria criou verdadeiramente uma geração de revolucionários.”

“É bem inusitado,” disse Cristina. “Uma revolução exigir MENOS direitos para seu povo, do que mais.

Por um momento a mascara de Zara escorregou, e Cristina pode ver através do artifício da educação, a voz e a conduta de garotinha ofegante. Havia algo frio por baixo de tudo isso, algo sem calor, sem empatia ou afeição. “Povo,” ela disse. “Que povo?”

Diego pegou-a pelo braço. “Zara,” ele disse. “Vamos sentar.”

Teaser #26

“Você é o coração dessa família, doce garota.” Ele disse em um tom de voz que apenas seus irmãos e irmãs haviam escutado. “Você é nosso coração.”

Teaser #27

Ty riu. O ar salgado enroscava seus cabelos pretos e retos, e seus olhos brilhavam como o luar sobre a água. Kit apenas encarou.

Teaser #28

Kieran murmurou algo entre dentes e disse: "Vou jurar lealdade a Mark, farei como ele me ordena, e seguir os Nephilim por causa dele. E eu vou discutir com o príncipe Adaon por sua causa, embora seja sua escolha no final."

Algo piscou nos olhos de Julian. "Não", disse ele. "Você fará isso por Mark."

Mark olhou para seu irmão, assustado; a expressão de Kieran ficou tensa. "Por que não Mark?"

"O amor complica as coisas", disse Julian. "Um juramento deve ser livre de complicações."

Kieran parecia que poderia explodir. Seus cabelos tinham ficado completamente pretos. Com um olhar irritado para Julian, ele caminhou em direção aos Caçadores de Sombras – e se ajoelhou diante de Cristina.

Todo mundo parecia surpreso, nada mais do que Cristina. Kieran jogou seus cabelos escuros para trás e olhou para ela, um desafio em seus olhos. "Eu juro lealdade a você, Dama das Rosas."

Teaser #29

"Você tem sangue na sua mão," disse Ty. "Eu notei isso mais cedo."

Teaser #30

"É uma fraqueza de sua espécie, a considerar a morte como o fim", disse a Rainha.

Teaser #31

"Porque quando este universo nasceu, quando explodiu para a existência no fogo e na glória, tudo o que jamais existiu foi criado. Nossas almas são feitas desse fogo e glória, dos átomos dele, os fragmentos de estrelas. A de todos são, mas creio que os nossos, os vossos e os meus, são feitos do pó da mesma estrela.

Teaser #32

Ty subiu na varanda ao lado de Kit e sentou-se. Ele cheirava levemente a deserto, areia e sálvia. Kit pensou na maneira como ele gostava do som da voz de Ty: Era raro ouvir alguém ter esse tipo de prazer sincero por simplesmente compartilhar informações, mas Ty tinha isso.

"Por que você está do lado de fora?" Ty perguntou. "Você está pensando em fugir de novo?"

"Não," disse Kit. Ele não estava, realmente. Talvez um pouco. Olhar para Ty o fez não querer pensar nisso. Isso o fez querer descobrir um mistério para que ele pudesse apresentá-lo a Ty para resolver, da mesma forma que você poderia dar a alguém que amava doces uma caixa de See.

"Gostaria que todos pudéssemos," disse Ty, com franqueza desarmante. "Levamos muito tempo para nos sentirmos seguros aqui, depois da Guerra Maligna, agora parece que o Instituto está cheio de inimigos de novo".

Teaser #33

Julian comprou um pouco de comida e suprimentos em uma pequena mercearia, enquanto Emma arremessava na porta ao lado para pegar pijamas e camisetas em uma pequena loja New Age que vendia cartas de tarô e gnomos de cristal. Quando ela saiu, estava sorrindo. Ela produziu uma camiseta azul e roxa com um unicórnio sorridente para Jules, que a olhou horrorizada. Ela a enfiou em sua mochila com cuidado antes de começarem a percorrer pela cidade para encontrar o início do caminho para a costa.

Teaser #34

"Por favor," disse Cristina, "por favor, não brigue. Nós precisamos estar do mesmo lado."

Kieran virou os olhos intrigados para ela. Então ele se aproximou de Mark; ele colocou as mãos nos ombros de Mark. Eles estavam quase na mesma altura. Mark não desviou o olhar. "Só há uma maneira que eu sei que você não pode mentir", disse Kieran, e beijou Mark na boca.

Não havia nenhuma maneira que Mark pudesse rejeitar o beijo, não sem rejeitar Kieran e cortar a delicada cadeia de mentiras que mantinha o príncipe fada ligado aqui.

Se, de fato, Mark não queria beijar Kieran de volta. Cristina não podia dizer; ele devolveu o beijo com uma ferocidade como a ferocidade que Cristina tinha visto nele a primeira vez que ela o vislumbrou com Kieran. Mas agora havia mais raiva nisso. Ele agarrou os ombros de Kieran, seus dedos cavando; a força do beijo inclinou a cabeça de Kieran para trás. Ele chupou o lábio inferior de Kieran e o mordeu, e Kieran ofegou.

Eles se separaram. Kieran tocou sua boca; havia sangue em seu lábio, e triunfo em seus olhos. "Você não desviou o olhar," disse para Cristina. "Foi tão interessante?"

"Foi para o meu benefício." Cristina sentia-se estranha e trêmula e quente, mas se recusou a mostrar. Sentou-se com as mãos no colo e sorriu para Kieran. "Parecia rude não assistir."

Com isso, Mark, que estava olhando furioso, riu. "Ela entende você, Kieran."

Teaser #35

"Manuel está mancando," disse Cristina. Ela vinha atrás de Emma e envolveu seus braços em volta dela, apoiando o queixo no ombro da amiga. "Você fez isso?"

"Eu poderia ter feito," Emma murmurou. Ela ouviu Cristina rir. "Ele estava tentando me convencer a entrar no Coorte."

Teaser #36

O olhar de Kieran parecia deslumbrado pelo luar. Ele estendeu a mão para Mark e colocou as mãos nos ombros dele. Houve um momento em que Mark poderia ter se afastado, mas não fez isso.

Teaser #37

"Gostaria que me encontrasse, formalmente, para que eu pudesse cortejar você," disse Gwyn. Suas mãos grandes moviam-se sem rumo em seus lados - ele estava nervoso, realmente nervoso. "Poderíamos juntos matar um gigante de geada, ou devorar um cervo."

Teaser #38

Pensamentos de casa rasgaram a Cristina. Sua mãe, seus primos. Melhor, dias passados com Diego e Jaime: Ela se lembrava de um fim de semana que passara com eles uma vez, rastreando um demônio na cidade fantasma em ruínas de Guerrero Viejo. A paisagem parecendo um sonho ao seu redor: casas meio afogadas, ervas daninhas de plumas, edifícios longos descoloridos pela água. Estava deitada em uma rocha com Jaime sob incontáveis estrelas, e se contaram o que mais queriam no mundo: ela, para acabar com a Paz Fria; ele, para trazer honra de volta para sua família.

Teaser #39

"Você se lembra," Emma disse, "antes de você ver Diego de novo, você disse que nós devíamos ir para o México juntas? Passar um ano de intercambio lá?"

Cristina assentiu.

"Vai levar um tempo até eu poder ir," Emma falou. "Eu não tenho 18 anos até o inverno. Mas quando eu tiver..."

Deixar Los Angeles. Passar o ano com Cristina, aprendendo e treinando e viajando.

Sem Julian. Emma engoliu com dificuldade a dor que o pensamento causou. Era uma dor com que ela tinha que aprender a viver.

Teaser #40

Disseram que os homens juntavam-se à Caçada Selvagem, às vezes, quando tinham passado por uma grande perda, preferindo libertar sua dor aos céus do que sofrer no silêncio em suas vidas cinzentas ordinárias. Emma lembrou-se de voar pelo céu com Mark, seus braços ao redor de sua cintura: Ela tinha deixado o vento levar seus gritos de excitação, vibrando a liberdade do céu onde não havia dor, nenhuma preocupação, apenas esquecimento.

E aqui estava Mark, tão belo quanto o céu noturno era lindo, oferecendo-lhe a mesma liberdade com a mão estendida. E se eu pudesse amar Mark? Ela pensou. E se eu pudesse fazer essa mentira ser verdadeira?

Teaser #41

Magnus balançou a cabeça respondendo. "Anos atrás," disse ele, "eu tive um sonho recorrente, sobre uma cidade afogada em sangue. Torres feitas de osso e sangue correndo pelas ruas como água. Eu pensei que fosse sobre a Guerra Maligna, e de fato o sonho foi desaparecendo nos anos depois da guerra." Ele drenou seu copo e o abaixou. "Mas ultimamente eu venho sonhando com isso de novo. Não posso evitar pensar que algo está chegando."

Teaser #42

Mark empurrou o último dos cortesões. De perto, ele pode ver que Kieran usava algo ao redor de seu pescoço, em uma corrente. Um arco de elfo. O arco de elfo de Mark. O estômago de Mark se apertou.

Teaser #43

"Em?" Ele olhou para ela, confuso, seus olhos sonhadores, quentes e esperando. Fez ela engolir com dificuldade. Mas as palavras dele ecoaram em sua cabeça: ele queria ela, e ela veio como se tivesse ouvido ele chamar — ela sentiu aquele querer, reconheceu isso, não sendo capaz de parar a si mesma.

Todas essas semanas insistindo para ela mesma que o laço parabatai estava enfraquecendo, e agora ele estava dizendo pra ela que eles praticamente liam a mente um do outro.

"Mark," ela disse, e foi apenas uma palavra, mas foi a palavra, o lembrete mais brutal da situação deles. O olhar sonhador deixou os olhos dele; ele ficou pálido, horrorizado. Ele levantou uma mão como se fosse dizer algo — explicar, se desculpar — e o céu pareceu ter se partido no meio.

Eles viraram para encarar as nuvens bem acima deles, partidas. Uma sombra cresceu no ar, escurecendo conforme se aproximava deles: a figura de um homem, sólido e coberto de armaduras, montado em um cavalo de olhos vermelhos e malhado — preto e cinza, como as nuvens de tempestade acima deles.

Julian se moveu como se para colocar Emma atrás dele, mas ela não se moveu. Ela simplesmente encarou enquanto o cavalo relinchava, parando de cavalgar ao chegar nos degraus do Instituto. O homem olhou na direção deles.

Seus olhos, como os de Mark, eram de duas cores diferentes, nesse caso sendo azul e preto. Seu rosto era terrivelmente familiar. Era Gwyn ap Nudd, o senhor e líder da Caçada Selvagem. E ele não parecia satisfeito.

Teaser #44

"Alec," Magnus disse, erguendo uma mão, e sua voz era menos um aviso do que uma espécie de urgência despojada – a estranheza das Fadas tinha se infiltrado no recinto, e Magnus se moveu para proteger quem amava.

Teaser #45

Kieran se encolheu, e Cristina viu a dor em seus olhos. Sentiu uma onda de dor simpática por ele. Deve ser horrível ficar sozinho.

Até mesmo Mark parecia aflito. "Eu não quis dizer isso," ele disse. "Eu não sou apenas uma fada."

"E quão alegre você está sobre isso," disse Kieran, "Tanto que você se vangloria disso em cada oportunidade."

"Por favor," disse Cristina, "por favor, não brigue. Nós precisamos estar do mesmo lado."

Kieran virou os olhos intrigados para ela. Então ele se aproximou de Mark; ele colocou as mãos nos ombros de Mark. Eles estavam quase na mesma altura. Mark não desviou o olhar. "Só há uma maneira que eu sei que você não pode mentir", disse Kieran, e beijou Mark na boca.

Não havia nenhuma maneira que Mark pudesse rejeitar o beijo, não sem rejeitar Kieran e cortar a delicada cadeia de mentiras que mantinha o príncipe fada ligado aqui.

Se, de fato, Mark não queria beijar Kieran de volta. Cristina não podia dizer; ele devolveu o beijo com uma ferocidade como a ferocidade que Cristina tinha visto nele a primeira vez que ela o vislumbrou com Kieran. Mas agora havia mais raiva nisso. Ele agarrou os ombros de Kieran, seus dedos cavando; a força do beijo inclinou a cabeça de Kieran para trás. Ele chupou o lábio inferior de Kieran e o mordeu, e Kieran ofegou.

Teaser #46

"Você é gentil," ele disse, "uma das pessoas mais gentis que eu já conheci. Na Caçada, não tinha tanta gentileza. Quando eu penso que quando a sentença da Paz Fria foi aprovada, havia alguém a milhares de milhas distante de Idris, alguém que nunca tinha me conhecido mas que chorou por um garoto que havia sido abandonado..."

"Eu disse que não chorei." A voz de Cristina falhou.

A mão de Mark era um borrão pálido. Ela sentiu seus dedos contra seu rosto. Eles vieram molhados, brilhando na luz da névoa. "Você está chorando agora," disse ele.

Quando ela pegou na mão dele, estava úmida com suas próprias lágrimas. E quando ela se inclinou para ele, e o beijou, ela tinha gosto de sal.

Por um momento Mark ficou assustado, imóvel, e Cristina sentiu uma onda de terror passar sobre ela, pior do que a visão de qualquer demônio. Que Mark poderia não querer isso, que ele poderia estar horrorizado...

"Cristina," ele disse, conforme ela se afastou dele, e levantou sob os joelhos, seu braço a envolvendo um pouco sem jeito, sua mão (...)

Galeria

Capas

Artes

Conteúdo especial

  • Primeiras edições norte americanas (e as edições especiais em paperback da W.H. Smiths e Easons) terão 30 novas runas, desenhadas por Valerie Freire, impressas no interior das jackets dos livros.[110][111][112]
  • Certas edições especiais, incluindo a da Target, incluirão um mapa de Alicante na parte de trás.[113][112]
  • A edição da Barnes & Noble contará com uma história bônus.[114]
  • Uma cena com Emma e Jules na Ponte Blackfriars falando sobre os personagens de As Peças Infernais - especificamente Jem, Tessa e Will - e relacionando indiretamente suas relações com a deles foi cortada do livro, mas será apresentada como um extra na parte de trás de algumas edições,[83] incluindo a edição da Barnes & Noble,[115] e a edição especial em paperback da Waterstones,[112] que também terão as bordas coloridas.
  • A edição da Cotsco incluirá arte por Cassandra Jean – especificamente o retrato de Emma feito por Julian mencionado em Dama da Meia-Noite.[116][112]
  • Uma edição "deluxe" limitada em capa dura lançada pela Waterstones que irá coincidir com a de Lady Midnight, que também terá a cena de Emma e Julian na Ponte Blackfriars e o mapa de Alicante,[112] desta vez com a runa parabatai na capa.[117]
  • A edição brasileira irá acompanhar cards de diversos personagens das Crônicas dos Caçadores de Sombras com ilustrações da linguagem das flores por Cassandra Jean. Os cards irão acompanhar os livros comprados em pré-venda.[118]

Curiosidades

  • A capa apresenta Julian Blackthorn debaixo d'água,[119] o horizonte de Londres, com a Tower Bridge proeminente, no plano de fundo, um mapa de constelações atrás de Julian, e uma escala da "Magnitude das Estrelas" de 1 a 5 pela ponte.
  • O primeiro título anunciado para o livro foi Prince of Shadows.[120][121]
  • Assim como Dama da Meia-Noite e sua pesonagem homônima, também há um personagem chamado Lorde das Sombras.[5][6]
  • O início do livro acontece cerca de uma ou duas semanas após os eventos de Dama da Meia-Noite.

Referências

  1. http://ew.com/books/2017/04/07/james-marsters-will-narrate-new-cassandra-clare-audiobook/ Eua-icone.png
  2. https://twitter.com/cassieclare/status/885497139920596992
  3. 3,0 3,1 http://idris.com.br/cassandra-clare/2017/03/13/cassandra-clare-posta-sinopse-de-lord-shadows/
  4. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159943813294/cassie-whats-your-favorite-chapter-of-los Eua-icone.png
  5. 5,0 5,1 http://cassandraclare.tumblr.com/post/141790446614/hi-cassie-i-was-wondering-since-lady-midnight-is Eua-icone.png
  6. 6,0 6,1 https://www.pinterest.com/pin/16888567330946913/
  7. 7,0 7,1 http://cassandraclare.tumblr.com/post/159832146454/hi-cassie-i-love-you-books-all-the-love-i-wanted Eua-icone.png
  8. https://twitter.com/cassieclare/status/800010673136824321
  9. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159712153414/hi-cassie-im-a-huge-fan-of-your-books-you-said Eua-icone.png
  10. https://twitter.com/cassieclare/status/707300479747756032
  11. https://twitter.com/cassieclare/status/800011265544454144
  12. https://www.pinterest.com/pin/16888567331328703/
  13. https://twitter.com/cassieclare/status/800010346123694080
  14. https://www.pinterest.com/cassclare/dark-artifices-research/
  15. http://cassandraclare.tumblr.com/post/151621824879/cassandrajp-set-15-shadowhunter-centurions Eua-icone.png
  16. 16,0 16,1 16,2 Lord of Shadows chapter sampler released at NYCC
  17. http://cassandraclare.tumblr.com/post/141443521304/hi-cassie-seriously-cannot-wait-for-lord-of Eua-icone.png
  18. https://twitter.com/cassieclare/status/824657490491166720
  19. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159674490204/hi-cassie-i-have-just-finished-reading-lady Eua-icone.png
  20. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159707515584/hello-maam-been-huge-fan-of-your-books-since Eua-icone.png
  21. 21,0 21,1 21,2 21,3 21,4 21,5 21,6 https://www.facebook.com/TMIsource/videos/1116058381776874/
  22. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158160604404/hello-cassie-ive-been-wonderingwe-already Eua-icone.png
  23. https://twitter.com/cassieclare/status/771493075445252096
  24. [1] [2] [3]
  25. https://twitter.com/cassieclare/status/800014170880151552
  26. https://twitter.com/cassieclare/status/821440592123228160
  27. https://twitter.com/cassieclare/status/800013613717213185
  28. http://cassandraclare.tumblr.com/post/141496808809/lady-midnight-questions Eua-icone.png
  29. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158288006409/hello-again-cassie-hope-youre-having-an-amazing Eua-icone.png
  30. http://cassandraclare.tumblr.com/post/144841180869/cassandrajp-ty-why-did-you-say-you-wanted-to Eua-icone.png
  31. http://cassandraclare.tumblr.com/post/146826404979/cassandrajp-okay-kit-said-but-i-would-just Eua-icone.png
  32. https://twitter.com/cassieclare/status/800010573501132800
  33. https://twitter.com/cassieclare/status/800011301653200896
  34. https://twitter.com/cassieclare/status/800017189059330048
  35. https://twitter.com/cassieclare/status/800013014040723456
  36. https://twitter.com/cassieclare/status/800015180361039872
  37. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158203469259/hi-cassy-thank-you-so-much-for-writing-about-lgbt Eua-icone.png
  38. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159154569114/in-totsa-julian-seemed-kind-of-upset-during-his Eua-icone.png
  39. https://twitter.com/cassieclare/status/824657257875042305
  40. https://twitter.com/cassieclare/status/824658995361251328
  41. https://twitter.com/cassieclare/status/800015010399285248
  42. 42,0 42,1 https://twitter.com/cassieclare/status/800008928931233792
  43. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158236575739/hi-cassandra-my-name-is-isabel-and-im-a Eua-icone.png
  44. 44,0 44,1 https://twitter.com/cassieclare/status/800019498644492288
  45. https://twitter.com/cassieclare/status/824657795123384320
  46. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158916936494/hi-will-we-see-a-relationship-platonic-between Eua-icone.png
  47. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158236765529/hi-cassandra-you-can-tell-if-livvy-will-appear Eua-icone.png
  48. https://twitter.com/cassieclare/status/821435596564533253
  49. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159141556374/hi-cassie-1-thank-you-x-1000-for-sharing-your
  50. https://twitter.com/cassieclare/status/824660179010592769
  51. https://twitter.com/cassieclare/status/824664864677330945
  52. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158636743549/hey-cassie-first-of-all-i-really-love-your Eua-icone.png
  53. https://twitter.com/cassieclare/status/824662928062353408
  54. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159736258664/dear-cassie-im-currently-watching-the-walking Eua-icone.png
  55. http://cassandraclare.tumblr.com/post/160552979034/hi-cassie-i-was-re-reading-tid-for-nth-time Eua-icone.png
  56. https://twitter.com/cassieclare/status/800013944190423040
  57. https://twitter.com/cassieclare/status/800016730403864577
  58. https://twitter.com/cassieclare/status/800018114171834368
  59. https://twitter.com/cassieclare/status/818952753565286400
  60. https://twitter.com/cassieclare/status/800013944190423040
  61. https://twitter.com/cassieclare/status/824660849382023168
  62. https://twitter.com/cassieclare/status/800013385974812673
  63. https://twitter.com/cassieclare/status/821435792543383557
  64. https://twitter.com/cassieclare/status/821433066031902720
  65. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158966697014/hi-cassie-i-really-love-your-books-and-i-cant
  66. https://twitter.com/cassieclare/status/821437955109691393
  67. https://twitter.com/cassieclare/status/763009211185889280
  68. http://cassandraclare.tumblr.com/post/149421064989/happy-birthday-clary-snippet Eua-icone.png
  69. https://twitter.com/cassieclare/status/800014536287735809
  70. https://twitter.com/cassieclare/status/821436336292974592
  71. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159039533559/i-recently-just-read-some-of-your-seriesi
  72. https://twitter.com/cassieclare/status/824658934887837696
  73. https://twitter.com/cassieclare/status/800014680215298048
  74. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158202276324/hey-will-kit-see-or-talk-to-the-ghost-of-johnny Eua-icone.png
  75. https://twitter.com/cassieclare/status/800015090594549760
  76. https://twitter.com/cassieclare/status/800017082591092737
  77. https://twitter.com/cassieclare/status/800016925703176192
  78. https://twitter.com/cassieclare/status/800016962764083200
  79. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158202232989/hi-cassie-i-love-your-work-ive-been-reading-over Eua-icone.png
  80. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158364687809/hi-cassie-i-was-wondering-about-the-mexican Eua-icone.png
  81. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158236708769/could-you-tell-us-a-bit-more-about-jaime-rosales Eua-icone.png
  82. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159664540274/hi-cassie-i-just-wanted-to-tell-you-i-love-your
  83. 83,0 83,1 https://www.youtube.com/watch?v=j1CTHVQ8Z3k
  84. https://twitter.com/cassieclare/status/817054636230184960
  85. https://twitter.com/cassieclare/status/817487742649139201
  86. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158638860174/hi-its-said-that-4-characters-will-die-in-los Eua-icone.png
  87. https://twitter.com/cassieclare/status/817031027118014464
  88. https://twitter.com/cassieclare/status/821435047932755969
  89. https://twitter.com/cassieclare/status/818895371439112192
  90. https://www.instagram.com/p/BQlbjlKgmHV/
  91. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159712017839/hi-cassie-i-wanted-to-say-i-love-your-books-so Eua-icone.png
  92. https://twitter.com/cassieclare/status/821432334587142144
  93. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159717111984/will-any-of-the-tftsa-gang-show-up-in-los-or Eua-icone.png
  94. https://twitter.com/cassieclare/status/821441367033389058
  95. https://twitter.com/cassieclare/status/824658838263570432
  96. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158288017319/will-we-get-more-gwyn-and-emma-moments-in-los-i Eua-icone.png
  97. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158362110979/hi-cassie-i-cant-wait-for-los-to-come-out-i Eua-icone.png
  98. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158514954969/hi-cassie-i-must-admit-that-i-love-to-see-how-you Eua-icone.png
  99. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158634136749/will-we-get-to-see-annabel-again-in-lord-of Eua-icone.png
  100. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158515203144/hi-cassie-i-have-two-questions-the-first-one-is Eua-icone.png
  101. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158518836159/hey-cassie-huge-fan-of-your-books-just-wondering Eua-icone.png
  102. http://cassandraclare.tumblr.com/post/149929824599/and-soon-there-will-be-more-warlocks-to-meet-in Eua-icone.png
  103. http://cassandraclare.tumblr.com/post/160552641759/hey-i-noticed-a-lot-if-not-all-your Eua-icone.png
  104. https://www.pinterest.com/pin/16888567332708609/
  105. https://www.pinterest.com/pin/16888567331094392/
  106. http://cassandraclare.tumblr.com/post/158082794084/hey-i-dont-know-if-its-said-in-lady-midnight-i Eua-icone.png
  107. http://cassandraclare.tumblr.com/post/159664382804/hi-cassie-first-of-all-i-would-like-to-say-that-i Eua-icone.png
  108. https://twitter.com/cassieclare/status/817051773164720128
  109. https://twitter.com/cassieclare/status/821435703368282112
  110. https://www.instagram.com/p/BP82Ep_AXkI/
  111. https://twitter.com/cassieclare/status/827273214153797633
  112. 112,0 112,1 112,2 112,3 112,4 http://cassandraclare.tumblr.com/post/158751789849/cassieclare-cassie-when-will-you-announce-where Eua-icone.png
  113. https://www.instagram.com/p/BREW44LgCIo/
  114. https://twitter.com/cassieclare/status/830076296457814017
  115. http://www.barnesandnoble.com/w/lord-of-shadows-cassandra-clare/1123863196
  116. https://www.instagram.com/p/BR_pRHFg7oW/
  117. https://www.waterstones.com/book/lord-of-shadows-limited-edition/cassandra-clare/9781471165269
  118. http://idris.com.br/cassandra-clare/2017/07/11/exclusivo-cassandra-clare-libera-sneak-peek-de-cards-que-virao-com-versao-nacional-de-lorde-das-sombras/] Eua-icone.png
  119. https://twitter.com/cassieclare/status/800012757701722113
  120. http://cassandraclare.tumblr.com/post/44498423917/hii-cassie-love-your-books-one-question-so-you Eua-icone.png
  121. http://cassandraclare.tumblr.com/post/90391574799/books-books-books Eua-icone.png
Crônicas dos Caçadores de Sombras de Cassandra Clare
Os Instrumentos Mortais
Cidade dos Ossos Cidade das Cinzas Cidade de Vidro
Cidade dos Anjos Caídos Cidade das Almas Perdidas Cidade do Fogo Celestial
As Peças Infernais Os Artifícios das Trevas
Anjo Mecânico Dama da Meia-Noite
Príncipe Mecânico Senhor das Sombras
Princesa Mecânica Rainha do Ar e da Escuridão
As Últimas Horas As Primeiras Maldições
Corrente de Ouro O Livro Branco Perdido
Corrente de Ferro O Volume Negro da Morte
Corrente de Espinhos Os Pergaminhos Vermelhos da Magia
As Crônicas de Bane Contos da Academia dos Caçadores de Sombras
O Que Realmente Aconteceu No Peru Bem-Vindo à Academia dos Caçadores de Sombras
A Rainha Fugitiva O Herondale Perdido
Vampiros, Bolinhos e Edmund Herondale O Demônio de Whitechapel
O Herdeiro da Meia-Noite Nada Além de Sombras
Ascensão do Hotel Dumort O Mal Que Amamos
Salvando Raphael Santiago Reis e Príncipes Pálidos
A Queda do Hotel Dumort Língua Afiada
O Que Comprar Para o Caçador de Sombras Que Já Tem Tudo O Teste de Fogo
A Última Batalha do Instituto de Nova York Nascido Para a Noite Sem Fim
Os Rumos do Amor Verdadeiro (E Os Primeiros Encontros) Anjos Que Caem Duas Vezes
Próximos
Os Poderes Perversos
The Mortal Instruments (graphic novel)
Livros Complementares
O Códex dos Caçadores de Sombras
Uma História de Notáveis Caçadores de Sombras e Seres do Submundo
The Official Mortal Instruments Coloring Book
Adaptações
City of Bones: The Graphic Novel
As Peças Infernais (Mangá)
Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos
Shadowhunters: The Mortal Instruments
Esta página utiliza conteúdo de um artigo da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória