FANDOM


Um Santuário é um quarto anexado a alguns Institutos que é construído sobre o terreno não consagrado.

Informações

O Santuário serve como um ponto de encontro para Caçadores de Sombras e Seres do Submundo. Ao contrário do próprio Instituto, ele não é construído sobre bases consagradas e são inversamente protegidos como Portais,[1] tornando possível que vampiros e demônios pisem no cômodo. Ele também pode ser usado para abrigar Seres do Submundo que precisam de proteção temporária,[2] ou para manter Submundanos ou demônios para interrogatório.[1]

Para os Seres do Submundo que podem entrar em terrenos sagrados, o Santuário era tipicamente sua entrada em vez das portas principais do Instituto,[3] embora este não seja sempre o caso.

As portas dos Santuários são bem protegidas e guardadas; elas só podem ser abertas com uma chave, mantida apenas por pessoas confiadas da Clave, por uma runa de abertura com uma estela,[2][1] ou – especialmente para as portas internas do Santuário que levam ao Instituto – pelo toque de um Caçador de Sombras.[4]

História

Os santuários podem ser encontrados com a maioria dos Institutos construídos antes da década de 1960. Quando a magia da Projeção foi desenvolvida em 1958, a necessidade de Santuários diminuiu – pelo menos para reuniões simples, e o Santuário ainda é usado para outros fins. Os santuários estabelecidos foram mantidos mesmo muito depois terem saído de moda.[5][1][4]

Santuários conhecidos

ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!

Instituto de Londres

O Instituto de Londres possui uma Sala do Santuário.

Em 1878, Camille Belcourt veio ao Santuário para oferecer informações sobre Alexei de Quincey.

Quando Axel Mortmain se infiltrou no Instituto, Tessa Gray, Jessamine Lovelace e Sophie Collins – que sabiam onde a líder do Instituto mantinha a chave – esconderam-se no Santuário por algum tempo antes que Sophie e Jessamine fossem expulsas por Mortmain e seus autômatos. Sozinho com Tessa, Mortmain a confrontou e tentou sequestrá-la antes que ela se Transformasse para fingir sua morte.[2]

O Santuário está ligado ao Instituto através de um corredor escuro que se inclina para baixo. Na década de 1870, suas portas de ferro altas tinha uma aldrava e o antigo símbolo da Clave esculpido nelas. A chave para as portas era uma chave de ferro fino com uma cabeça na forma de um anjo com asas abertas; as asas brilhavam quando usada nas portas.

A sala em si é sem janelas, iluminado por velas em candelabros ou luz enfeitiçada em arandelas, e tem apenas duas portas – uma entrada do Instituto e outra da sala de estar exterior. Há enormes pilares de pedra ao redor da sala, todos esculpidos com runas que formam padrões intrincados em torno deles. As paredes também são decoradas com enormes tapeçarias, cada uma com o design de uma runa. No centro da sala está uma enorme fonte de pedra de um anjo com asas dobradas, a água derramando de seus olhos e na base circular. Ele também tem um grande espelho dourado que parece duplicar o tamanho da sala em termos de aparência. Ao lado da fonte está um grupo de cadeiras estofadas flanqueado por dois pilares maciços.[2]

Instituto de Nova York

O Instituto de Nova York possui um Santuário.

Em 2007, Camille Belcourt foi levado para o Santuário do Instituto de Nova York como uma prisioneira, mantida lá para interrogatório pelo Conclave. Antes disso, ninguém jamais conseguira escapar do Santuário. No entanto, os seguidores mundanos de Lilith foram capazes de tirá-la do Santuário, já que o cômodo não é protegido contra eles.[5]

Este Santuário é uma enorme sala de pedra com pilares ligados ao Instituto através de uma estreita passagem e amplas portas duplas. Não havia janelas, para mantê-lo seguro para os vampiros, e toda a sala é iluminada por tochas de luz enfeitiçada.

Havia enormes sulcos no chão de pedra de onde criaturas tinham sido enjauladas ao longo dos anos.[5]

Instituto de Los Angeles

O Instituto de Los Angeles possui um Santuário.

O antigo líder do clã de vampiros de Los Angeles, Anselm Nightshade, era amigo do diretor do Instituto, Arthur Blackthorn, e fazia visitas regulares. Os dois se encontravam no Santuário durante essas visitas.

Em 2012, um comboio de fadas chegou ao Santuário do Instituto e foram recebidos por Arthur e Julian Blackthorn, Emma Carstairs e Diana Wrayburn. Durante esta reunião, que os Nephilim estavam despreparados, apesar da observação das fadas, os feéricos devolveram Mark a eles em troca de sua ajuda investigando as mortes de seu povo. Porque eles precisavam se comunicar em segredo por causa da Paz Fria, as fadas - Iarlath e Kieran - sugeriram que transacionassem através do Santuário: os feéricos iriam ao Santuário se precisassem falar com eles, e se os Caçadores de Sombras precisassem contatá-los, deveriam deixar mensagens ali.

Mais tarde, quando Diego Rosales foi ao Instituto consultar o Conclave local para sua missão, encontrou o diretor, Arthur, no Santuário, antes de ser mandado embora.

Magnus Bane, Clary Fairchild, Jace Herondale e Robert Lightwood foram todos Transpotados para o Santuário do Instituto enquanto os outros estavam ausentes.[4]

O Santuário é uma enorme sala de pedra, em forma de lua crescente. O Santuário tem vista para as montanhas, que bloqueiam o sol, mantendo-o seguro para os vampiros. No entanto, o quarto é iluminado por um lustre suspenso. O assoalho de madeira é em um estilo do tabuleiro de damas, com os quadrados que alternam entre a obscuridade e a luz que formam a runa de Poder Angelical. Também na sala, há uma enorme cadeira de pedra para o líder do Instituto.

O Santuário tem dois conjuntos de portas: o que leva para fora e é a entrada para Seres do Submundo, e o outro leva para o próprio Instituto.

O segundo conjunto de portas, como a entrada da frente do Instituto, cede apenas para aqueles com sangue de Caçador de Sombras. As portas – feitas de metal de cobre, mas desde então tornou-se verde com verdete – tem runas de proteção e boas-vindas em torno de sua estrutura. Do interior do Instituto, essas portas internas podem ser encontradas no final de um corredor que levava para fora da entrada principal. O espaço protegido deste Santuário estende-se muito pouco depois do limiar destas portas.[4]

Referências

Esta página utiliza conteúdo de um artigo da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.