FANDOM


Reis e Príncipes Pálidos
TSA06 cover.jpg
Informação
Autor(es)

Cassandra Clare
Robin Wasserman

Narrador

Ki Hong Lee

Data de
Lançamento
21/07/15 (e-book) Eua-icone.png
15/11/16
(edição impressa) Eua-icone.png
09/03/17
(edição impressa) Brasil-icone.png
Série
Contos da Academia dos Caçadores de Sombras
 1  2  3  4  5  6  7  8  9  10
Cronologia
Precedido por
O Mal Que Amamos
Seguido por
Língua Afiada

Reis e Príncipes Pálidos é a sexta história curta de Contos da Academia dos Caçadores de Sombras, escrita por Cassandra Clare e Robin Wasserman. Foi lançada em 21 de junho de 2015.

Descrição

Como anteriormente Vampiro, Simon sempre foi simpático aos Seres do Submundo. Mas após um exercício de treinamento dar errado, ele tem um vislumbre do preconceito dos Caçadores de Sombras quando aprende sobre a origem de Helen e Mark Blackthorn, personagem principal de Os Artifícios das Trevas.


Como anteriormente vampiro, Simon se dá bem com Seres do Submundo. A Clave não.

Simon tem um encontro com os Seres do Submundo e é repreendido por não seguir as regras para os estudantes de Academia para interagir com eles. Uma história dentro da história: Andrew, quando estudante da Academia, foi encantado por uma fada e teve dois filhos com ela: Mark e Helen.[1]

Enredo

Simon Lewis está sentado em seu quarto, na Academia dos Caçadores de Sombras, tentando escrever uma redação de 500 palavras em cthoniano sobre como passou as férias de verão. Enquanto pondera sobre pedir ou não um prolongamento, ele reflete sobre todas as coisas que queria poder lembrar, chegando até o que realmente fez nas férias, tais como, desejar que pudesse voltar à Academia e ter longas conversas com Clary sobre o passado de sua amizade.

O colega de quarto de Simon, George Lovelace, subitamente aparece atrás dele. Os dois conversam sobre o relacionamento de Simon com Isabelle Lightwood, e Simon revela que foi a vários encontros com ela durante o verão, todas as quais terminaram em desastre. Ele não tem grandes esperanças sobre seu futuro com ela, já que ela não telefonara desde seu último encontro desastroso. Simon decide pedir um prolongamento em sua redação.

No dia seguinte, os alunos participam de uma palestra do professor Freeman Mayhew, um homem magricela e mal-humorado que desprezava Fadas e fizera de sua missão educar a próxima geração sobre como indignas de confiança e merecedoras da extinção eram as fadas. Simon, naturalmente, não gosta dele.

Em vez do procedimento normal, Mayhew cede a classe para uma garota poucos anos mais velha do que Simon, que percebe que ele parece com medo. Ele grosseiramente pede a ela que se apresente, e ela o faz, como Helen Blackthorn, filha de Andrew e Eleanor Blackthorn. Simon reconhece o nome, enquanto Mayhew a chama alto de mentirosa, e exige que diga a verdade. Helen fica visivelmente com raiva, mas Mayhew a lembra dos termos de sua estadia na Academia. Ela relutantemente desiste, afastando o cabelo para mostrar suas orelhas pontudas, e se apresentando como Helen Blackthorn, filha de Andrew Blackthorn e lady Nerissa da Corte Seelie. Julie Beauvale se levanta e sai da sala, e Simon lembra que sua irmã foi morta por uma fada na Guerra Maligna.

Mayhew diz à classe para ficarem quietos e ouvirem, já que Helen foi até lá para contar uma história para prevenção. Ela começa a contar-lhes a história do encontro de seu pai com sua mãe.

Quando Andrew Blackthorn estava na Academia, ele e seu irmão, Arthur, foram mandados em uma missão com outros Caçadores de Sombras para o Reino das Fadas para recuperar uma criança Caçadora de Sombras roubada. Eles obtiveram sucesso, mas Andrew foi enganado para ficar, ao consumir, involuntariamente, comida do Reino das Fadas. Seu professor fez uma barganha por ele; as fadas poderiam mantê-lo por um dia, ao cabo do qual poderia ir para casa. As fadas concordaram, mas venceram os Caçadores de Sombras pela astúcia, porque um único dia na Terra podia durar anos no Reino das Fadas.

Andrew posteriormente conheceu Nerissa, a quem Helen descreve como uma fada cuja beleza podia ser superada apenas por sua crueldade. Nerissa atou Andrew a si com magia feérica negra, e trancou uma gargantilha de prata ao redor de seu pescoço, a qual fez com que ele se apaixonasse desesperadamente pela fada. Ele se esqueceu de tudo, menos dela, e se tornou seu escravo, um brinquedo.

Enquanto Andrew viveu sete anos de amor com Nerissa, Arthur foi torturado por ela, já que não tinha nenhum uso para ele. Foi chicoteado, queimado e destruído por ilusões de fadas ao longo de um ano, e passou os seis seguintes sendo pisoteado. Andrew não chegou a saber, já que estava encantado por Nerissa.

Arthur estava destruído, mas ainda era um Caçador de Sombras, e lutou para escapar de suas amarras após uma visão de como seu futuro seria; tortura e dor intermináveis, envelhecer e eventualmente retornar para o mundo como um homem velho. Ele encarou Andrew, que fora encantado para proteger Nerissa, e o nocauteou antes de matá-la. Retirou a gargantilha do colar de Andrew, e, juntos, eles escaparam.

Eles se reportaram ao Inquisidor e foram para casa, mas não podiam mais suportar a visão um do outro, e seguiram caminhos separados. Anos depois, após Andrew se casar com Eleanor, e, juntos, terem Julian, duas crianças foram deixadas na porta do Instituto de Los Angeles, Helen e Mark. Andrew nunca soube que Nerissa tivera filhos, mas Eleanor e ele os criaram como seus próprios.

Helen termina a história dizendo que Eleanor e Andrew eram bons Caçadores de Sombras, e provavelmente sabia, no fundo, que Mark e ela não eram confiáveis. Ela alerta os estudantes a confiaram em fadas apenas por sua conta e risco, já que não se importam com nada além de si mesmas.

Após a aula, Simon está com raiva pelo tratamento dispensado a Helen, e reclama para os outros alunos, apenas para descobrir que eles não compartilham de sua opinião sobre fadas. Julie as odeia por causa da morte de sua irmã, e o restante, pelo que lhes foi ensinado na Academia. Nenhum deles sente muito por Helen, ou Mark, dizendo que não existe nenhuma prova de que ele não queira estar com a Caçada Selvagem. A defesa de Simon às fadas aborrece o grupo, e eles todos saem, exceto George, que admite pensar que Helen não merece o que recebeu.

Simon e ele começam a andar de volta para seu quarto, mas Catarina Loss aparece na frente deles, e George foge dela, em virtude de um encontro anterior no qual ela o transformou em uma ovelha. Catarina pede para conversar com Simon, que tenta dizer-lhe o que aconteceu na aula de Mayhew. Para sua surpresa, ela o corta, e eles têm uma curta conversa durante a qual Simon percebe que a Reitora Penhallow, para quem ele pensava em reclamar, não poderia ajudar. Ele fica desapontado, até Catarina lhe dizer que Helen queria vê-lo, e lhe dar direções para o local onde ela estava hospedada.

Simon vai ver Helen, apesar de estar nervoso e confuso por não conhecê-la bem. Ela fica surpreendentemente feliz por vê-lo, e em um humor muito melhor do que esperou que estivesse. Eles têm uma conversa rápida, na qual Helen revela que vai se casar com Aline Penhallow, e fez um acordo com a Clave para visitar a Academia e dar uma palestra em troca de, por um dia, poder voltar com Aline para Idris para se casar.

Helen dá a Simon uma carta de Isabelle, que quer falar com ele. Após ele mostrar seu entusiasmo, Helen ri e chama Isabelle, que aparece no quarto. Helen os deixa sós para conversarem, e Isabelle diz que, apesar de seus encontros anteriores terem sido desastrosos, ela gostaria de ir em outro em Alicante. Eles decidem ir imediatamente, mas, quando Simon sugere que Helen vá com eles, ela revela que não pode, na verdade, sair, devido a um encantamento em sua cabine, irritando Isabelle. Entretanto, Helen convence ambos a irem para seu encontro, de qualquer maneira.

Simon e Isabelle vão até Alicante a cavalo, e Isabelle o leva à Flecha de Diana para comprar armas. Lá, a atitude desanimada de Simon irrita Isabelle, e os dois têm uma briga que é rapidamente resolvida. Eles falam sobre a Paz Fria, e suas diferenças de opinião sobre a confiabilidade das fadas causa outra discussão, que leva a uma briga sobre seu relacionamento. Isabelle se afasta furiosamente, e Simon a segue. Eles têm uma longa conversa, na qual Isabelle revela que a sugestão sobre o local de encontro veio de Jace. Eles riem da "história de amor épica" de Clary e Jace, e decidem ir a um piquenique no Lago Lyn, onde Simon revela a Isabelle o porquê de ter medo de um relacionamento com ela, e os dois passam três horas juntos antes de Isabelle voltar para casa, e Simon, para Helen.

Helen confidencia a Simon que tem dúvidas sobre se casar com Aline e forçá-la a viver na Ilha Wrangel, e Simon a tranquiliza, apesar de ela também admitir que tem medo de se tornar como sua mãe, cruel e egoísta. Ela diz que às vezes sente como se Mark tivesse puxado o pai de ambos, e se preocupa em puxar a mãe. Simon dá o melhor de si para tranquilizá-la, e obtém sucesso em fazê-la sentir-se ligeiramente melhor.

Por Flashbacks, é revelado que a história de Arthur e Andrew era uma mentira. Andrew se apaixonou por Nerissa, e ela por ele, dando-lhe a gargantilha de prata como um sinal de amor, não de escravidão. Arthur foi reclamado pela irmã de Nerissa e torturado, e ela mentiu para Andrew para deixá-lo feliz, não se importando, particularmente, com Arthur. Eles passaram sete anos juntos, durante os quais Nerissa lhe mostrou as maravilhas do Reino das Fadas, mas, no fim, ele descobriu a verdade sobre Arthur, e ficou arrasado.

Porque o amava, Nerissa mentiu para ele e inventou a história de ter sido encantado por ela e aprisionado por magia negra, fazendo-o crer que nunca a amara. Deixou que Arthur escapasse e cresse que o fizera por conta própria, e permitiu que o atacasse e pensasse que a matara. Ela deixou os rapazes fugirem, e tentou amar seus filhos metade-fadas, mas eles eram apenas uma lembrança de seu amor por Andrew, então mandou-os para ele. Ela não tinha nada para que viver, e por isso morreu, deixando Andrew e seus filhos acreditarem que havia sido cruel e fria, quando, na verdade, ela tinha amado Arthur o suficiente para deixá-lo ir.

Personagens

Por Flashback:

Apenas mencionados

Teasers

Para mais deles, confira ou a Seção de teasers da série ou a página de Página de snippets não-identificados

Teaser 1

"O que te faz pensar que eu estaria fazendo qualquer coisa com Isabelle Lightwood?"

Teaser 2

"— Helen Blackthorn — a garota disse. — Filha de Andrew Blackthorn e Lady Nerissa da Corte Seelie."

Galeria

Cenas

CJ Helen & Simon 01, TSA.jpg

Capas

Curiosidades

  • O título divide seu nome com o décimo capítulo de Anjo Mecânico
  • Essa história aconteceu em setembro de 2009

  • J. J. Abrams e seu envolvimento com Star Trek (particularmente com a readaptação de 2009) foram mencionados por Simon.

Referências

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória