FANDOM


Outras versões
Não tenho alma. Mas lhe fiz uma promessa à porta da casa de minha mãe, e ela era sagrada para mim. Eu era uma criança naquele momento. Agora não sou mais. Não posso. Não o farei. Tenho uma dívida de muitos anos com ele.

–Raphael enfrentando Sebastian por Magnus, Cidade do Fogo Celestial

Raphael Santiago
Interpretado(a) por David Castro (em Shadowhunters)
CJ Flowers, Raphael.jpg
Informação Biográfica
Nome
Completo
:

Raphael Santiago

Nascimento: 1937
1953 (renasceu)
Idade: 70 (transformado aos 15)
Status: Falecido
Afiliação
Espécie:

Vampiro

Título:

Segundo-no-comando
Líder Interino (anteriormente)

Afiliação:

Clã de Vampiros de Nova York

Relacionamentos
Familiares
Conhecidos
:

Guadalupe Santiago † (mãe)
Irmãos mais novos não-nomeados

Descrição Física
Gênero: Masculino
Cor do
Cabelo
:
Preto
Cor dos
Olhos
:
Pretos

Raphael Santiago era um vampiro , antigo líder do Clã de Vampiros de Nova York, e criador de Simon Lewis.

Biografia

Infância

Filho de Guadalupe Santiago e um homem desconhecido, Raphael Santiago, a criança mais velha na família, teve inúmeros irmãos mais jovens e viveu sua infância no México, antes que a família se mudasse para Nova York. Ele raramente via seu pai, que o bateu uma vez em Zacatecas, um incidente que nunca se repetiu.

Em 1953, quando boatos de um vampiro na vizinhança foram apoiados por estranhos desaparecimentos de crianças, Raphael e um grupo de meninos mais velhos formaram uma gangue caça-vampiro, com intenção de provar que eles não eram mais crianças e eram capazes de proteger sua vizinhança do vampiro. Eles conseguiram rastreá-lo até seu covil, a residência de vários outros vampiros locais, o Hotel Dumort. Guadalupe, que estava, embora preocupada, duvidosa de que as crianças fariam qualquer coisa precipitada, deu a Raphael uma cruz dourada para protegê-lo do monstro que ela acreditava estar amaldiçoado.

Uma noite, eles atacaram o hotel em uma tentativa de pegar e matar o vampiro. Com quinze anos, pouco tempo antes de completar dezesseis, Raphael foi Transformado por um vampiro, de nome Louis Karnstein, que esperava ajuda para lidar com os amigos de Raphael. Porém, o récem-Transformado Raphael matou Louis, ao invés disso. Em um frenesi ao estar “renascido”, ele então foi alimentar-se de seus antigos amigos, drenando o sangue deles, o que matou-os.

Pouco depois, Raphael foi encontrado por Magnus Bane, que fora contratado por sua mãe para salvá-lo. Além de salvar-se do vampirismo, Raphael desejava matar-se após ter drenado o sangue de seus amigos. Magnus o impediu e trouxe-o de volta para seu apartamento. Lá, com o encorajamento e conselhos de Magnus, ele lentamente encontrou determinação para recuperar-se. Usando a cruz que sua mãe lhe dera, Raphael torturava-se ao andar em solo sagrado em uma tentativa de permanecer humano. Eventualmente, ele alcançou um estado satisfatório de normalidade e retornou para sua família.[1]

Ascensão ao poder

Em seguida, Raphael juntou-se ao clã de vampiros de Nova York, sob a liderança de Camille Belcourt. Ele rapidamente progrediu na hierarquia e tornou-se o segundo em comando.[1] Quando o clã viciou-se em alimentar-se de mundanos sob efeito de cocaína, Raphael tentou convencê-los a parar. Camille, querendo que seu círculo íntimo participasse, tentou viciar Raphael também. Após um desacordo com Camille, ele foi embora e retornou logo depois, quando Camille e Magnus quebraram frascos da terra do túmulo dos membros do clã, incluido o dele, para chamá-los de volta. Raphael esgueirou-se pela janela do porão do Hotel Dumort, e reingressou em seu clã em recuperação, escondendo-se enquanto fingia estar doente.[2]

Quando Camille voltou a matar e alimentar-se de humanos em 2006, Raphael descobriu e ameaçou denunciá-la à Clave e contá-los de suas ações contra os Acordos caso ela não parasse e fosse embora – apesar de estar blefando, Camille relutantemente concordou e partiu. Sendo segundo em comando, assim como um membro confiável e respeitado entre o clã, Raphael agia como líder, contando aos outros que Camille havia partido em uma viagem sem data de volta.[3][4]

Caçadores de Sombras

Raphael Santiago conheceu os Caçadores de Sombras Clary Fray e Jace Herondale quando estes foram ao Hotel Dumort para resgatar Simon Lewis, que acidentalmente tinha sido transformado em um rato e trazido de volta ao hotel por um de seus vampiros. Raphael os conheceu do lado de fora, e fingiu ser um jovem mortal comum que desejava vingança pela morte de seu irmão. Jace, no entanto, notou uma queimadura de cruz em sua garganta, além de uma cicatriz de mordida em seu pescoço e secretamente suspeitou que ele fosse um vampiro. Porém, eles ainda permitiram que Raphael os guiasse para dentro do hotel.

Mais tarde no saguão, Raphael desapareceu misteriosamente com um grito, o qual era um sinal chamando os outros vampiros. As suspeitas de Jace confirmaram-se quando ele viu que Raphael não havia deixado pegadas na poeira. Jace lançou uma de suas lâminas serafim nele, porém errou seu coração. Jace levou-o como refém e Clary tentou negociá-lo em troca de Simon.

Os outros vampiros não queriam dar a Clary o rato a menos que Jace jurasse pelo Anjo, algo que ele estava pouco disposto a fazer, já que o limitava. Entretanto, antes que o negócio se completasse, um bando de lobisomens, liderados por Luke Garroway, invadiu o hotel para salvar Clary. Raphael recusou-se a entregá-la de volta, declarando que ela era propriedade deles, pois era ela quem estava no território deles. Durante a batalha, Raphael foi mordido por Simon querendo salvar Jace, portanto ingerindo um pouco do sangue de Raphael, transformando Simon em um incipiente, e mais tarde um vampiro, fazendo de Raphael seu criador.[3]

Transformando Simon

Raphael carregou o corpo quase morto de Simon para a frente do Instituto de Nova York. Ele contou a Clary e Jace que Simon havia voltado ao Hotel Dumort para perguntar se estava se tornando um vampiro, e foi mordido assim que entrou em território de vampiros, embora ele não especificasse quem o mordeu. Ele é, todavia, de alguma forma o criador de Simon já que foi seu sangue que Simon ingeriu em Cidade dos Ossos. Quando Simon morreu, ele os ajudou a enterrá-lo para que ele pudesse renascer dos mortos. Ele, em seguida, salvou Clary do recém-criado Simon que tentou atacá-la para conseguir sangue fresco.[5]

A Guerra Mortal

Raphael Santiago ofereceu a ajuda das Filhos da Noite para a Clave em troca da vida de Simon. A Clave recusou, mas Simon foi por livre e espontânea vontade para garantir a ajuda dos vampiros na batalha final, ao deixar Clary desenhar a Marca de Caim em sua testa. Após a Guerra Mortal, Raphael estava presente na festa de vitória em Alicante.[6]

Retorno de Camille

Raphael apareceu brevemente, quando Simon o chamou para pedir um lugar para ficar após sua mãe o expulsar de casa ao descobrir que ele é um vampiro. Raphael disse a Simon que ele não poderia ficar no Hotel Dumort por não aceitar seu próprio vampirismo; quando ele estava prestes a partir, Simon deixa escapar uma dica sobre Camille Belcourt e diz que não iria contar a Raphael nada sobre ela; Contudo, Raphael responde sarcasticamente “Eu suponho que você também vai jogar fora o presente de aniversário que trouxe para mim ” e vai embora.

Após isso, vários dias depois, Maryse Lightwood e Lucian Graymark chamam Raphael para uma reunião, para discutir assuntos de Camille Belcourt. Ela havia acusado Raphael de beber sangue humano e matá-los, portanto “quebrando a Lei do Pacto”. Raphael, no entanto, nega e evidentemente ele contava a verdade ao virar o jogo contra Camille, alegando que era ela quem havia quebrado a Lei. Raphael tinha discutido o assunto com ela, e dito a mesma para que deixasse a cidade, o que ela fez por um ano, então retornando com dois humanos subjugados, Walker e Archer. A reunião termina com Lucian requisitando a Raphael ajuda para capturar Camille, mas para fazê-lo, Raphael teria de trabalhar ao lado de Simon Lewis, de quem não gostava.[4]

Raphael chama Simon e solicita que este o proteja de Camille. Simon, porém, recusa. Raphael informa Simon de que há uma escuridão se aproximando, e que, se Simon sobrevivesse, Raphael estaria na linha de frente de pessoas querendo matá-lo.

Camille pede a Alec Lightwood para matar Raphael, e ele primeiramente aceita a missão, mas depois a rejeita, citando que isso iria contra os Acordos.[7]

Juramento cumprido

Em uma reunião dos representantes do Conselho realizada pelas fadas, Raphael, junto de Luke, Jocelyn e Magnus são sequestrados pelos Crepusculares, sob ordens de Sebastian Morgenstern, com a ajuda das fadas, que eram secretamente aliadas dele. Eles foram aprisionados em Edom, onde Sebastian pede a Raphael para unir as Crianças Noturnas aos Crepusculares contra os Caçadores de Sombras, ao que ele concorda. Para demonstrar sua aliança, Sebastian exige que Raphael mate Magnus. Por nunca ter esquecido que Magnus salvou sua vida cerca de cinquenta anos atrás, e que ele prometera pagar a dívida algum dia, ele se recusa a matar Magnus, irritando Sebastian e fazendo com que ele esfaqueie imediatamente Raphael no coração.[8]

Após sua morte, os vampiros do clã New York queriam honrar a sua memória, de forma que contribuíssem para o bem-estar de East Harlem, que não só era casa do Hotel Dumort mas também o bairro de infância de Raphael. Residentes na área, ocasionalmente, comentaram sobre os bons samaritanos noturnos que iriam recolher o lixo, tirar a neve, e certificar que os residentes de chegassem seguros em casa.[9]

Personalidade e traços

Você está começando a falar de si mesmo na terceira pessoa. Esse não é um sinal de megalomania iminente ou algo assim.

Simon para Raphael, Cidade dos Anjos Caídos

Raphael era astuto e também um pouco convencido, arrogante e condescendente. Ele basicamente gostava de ter poder e intimidar os outros, e estava geralmente discriminando qualquer um que não fosse um vampiro. Apesar disto, ele era um homem de palavra que tinha senso de honra, gratidão, e respeito com outras pessoas e suas ações. Ele se recusou a matar Magnus por causa da dívida que devia ao feiticeiro e ao final pagou com sua vida; Embora, até ser ordenado a matar Magnus, ele estava disposto a aliar-se a Sebastian, insinuando que sua relutância a juntar-se a ele não estava fora do “bem maior” mas sim de uma dívida de sangue. Ele também aparentava estar propenso à inveja, por odiar Simon pela sua habilidade de caminhar à luz do sol.

Um imigrante mexicano, a maioria de seu vocabulário era em Espanhol – pelo menos, quando estava enganando mundanos. Seus padrões de vocabulário tendiam à difamação dependendo da pessoa com quem estava conversando, mas ele sempre mantinha um diálogo formal, quase arcaico.

Descrição Física

Preso a aparência de seus quinze anos, Raphael aparentava ser jovem e era frequentemente descrito como tendo o rosto de um anjo, embora algumas vezes sua sabedoria demonstrava seus anos de experiência. Ele tinha cabelo preto e cacheado, sobrancelhas muito finas, e pele bronzeada. Era um homem pequeno, mais ou menos 15 centímetros menor que Jace. Raphael também possuía uma pequena cicatriz em seu peito, onde o crucifixo de sua mãe costumava pendurar-se, queimando-o.

Competências e habilidades

  • Energia Demoníaca: Sendo um vampiro, Raphael era capaz de conferir energia demoníaca a objetos inanimados para fazê-los funcionar; embora proibido pelos Acordos, Raphael e outros vampiros tinham motocicletas que funcionavam por energia demoníaca.
  • Fascinação: Também conhecido por encanto, Raphael tinha a habilidade dos vampiros de fascinar e hipnotizar mundanos.
  • Fisiologia superhumana: Energia demoníaca proporciona a vampiros força superhumana, e velocidade, contrariando sua aparência magra e pálida. Essa energia também os oferece sentidos aguçados, como a habilidade de ver em completa escuridão, sentir o cheiro de sangue de alguns metros de distância, e ouvir sussuros distantes com perfeita clareza.
  • Mudança de forma: Aparentemente, como um vampiro, Raphael tinha a habilidade de mudar de forma, transformando-se em um rato, um morcego ou em pó, entre outros.
  • Imortalidade: Como um vampiro, Raphael era imortal. No entanto, isso não o fez invencível, e o fez propenso a morte pela luz do dia e fogo, entre outros.

Aparições

Galeria

Curiosidades

Referências


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória