FANDOM


Outra versão
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
 
Me torture, me mate, eu não vou trair minha Rainha.

–Meliorn, Cidade do Fogo Celestial

Meliorn é um cavaleiro fada. Ele era o cavaleiro pessoal e confidente de confiança da Rainha Seelie e ficou, assim, muitas vezes, ao seu lado e enviado para pessoalmente fazer tarefas para ela.

Biografia

História

Uma vez que Meliorn nasceu de um parente humano e um parente fada,[1] ele tinha um poderoso parente fada e passara a maior parte de sua vida em Faerie. Devido a isso, Meliorn cresceu com qualidades de fadas e aspectos de fadas mais fortes do que muitas meio-fadas.[2] Além disso, ser metade-fada também lhe deu a capacidade de mentir – algo que o sangue puro é incapaz de fazer.

O diferencial de tempo de suas terras também permitiu que ele vivesse mais do que a maioria dos humanos. Na década de 1870, Meliorn estava em Londres e teve encontros com o Caçador de Sombras Will Herondale. Will o chamou de um preguiçoso de orelhas pontudas, e ele tentou derrubar os dentes de Will em retaliação. Antes que Will pudesse promulgar sua vingança, Meliorn emigrou para a América porque, de acordo com Charlotte Branwell, Meliorn tinha muitos inimigos em Londres.[3]

Em um ponto, Meliorn teve um breve envolvimento com Isabelle Lightwood. Consciente dessa relação, a Rainha o fez transmitir uma mensagem para solicitar uma audiência com os Caçadores de Sombras do Instituto de Nova York. Meliorn recebeu o grupo após sua chegada a Faerie e desviou de Izzy quando ela o abraçou.[4]

Guerra Mortal

Meses depois, no Salão dos Acordos em Alicante, Luke e Jocelyn demonstraram os efeitos da runa de Aliança para um Meliorn descrente, que estava preocupado com o fato de a runa matar ele e outros Seres do Submundo, assim como as runas comuns do Livro Gray sempre fazem. Quando descobriu que os vampiros, a quem ele parecia respeitar, não estavam participando da batalha contra Valentim, Meliorn expressou sua hesitação em estar envolvido sem eles.

Devido à sua capacidade de mentir – algo que os Nephilim desconheciam que os metade-fadas eram capazes – a Rainha Seelie queria que Meliorn fosse o representante de sua espécie no Novo Conselho e até mesmo pediu pessoalmente a Clary para convencer Luke para que isso acontecesse. Embora Clary tenha se recusado a ajudar, Meliorn finalmente ganhou o assento de qualquer maneira.[5][1]

Guerra Maligna

Algumas semanas depois, Meliorn começou a se encontrar com Sebastian em Praga, sob as ordens da Rainha Seelie. Ele prometeu, em nome da Rainha Seelie, que as fadas apoiariam a causa de Sebastian.[6]

Durante o pico dos ataques de Sebastian aos Institutos, os Nephilim começaram a evacuar para Idris. Meliorn encontrou-se com a Rainha, que estava dormindo com Sebastian, em seus aposentos para informá-la sobre os Caçadores das Sombras Malignos que estavam prontamente situados em sua fortaleza em Edom e para relatar seu status com os Nephilim. Ele também disse a Sebastian que eles precisavam tomar outro Instituto, que Sebastian finalmente decidiu que seria aquele em Londres.

Depois que Mark Blackthorn foi retirado do Instituto de Los Angeles, Meliorn o torturou para levá-lo a beber seus alimentos. Depois de semanas com Mark ainda se recusando a comer e se tornando um da Caçada Selvagem, Meliorn mentiu para ele – algo que Mark não percebeu que Meliorn era capaz – e disse-lhe que toda a sua família estava morta e, portanto, não tinha nada para retornar em sua vida humana.

A pedido da Rainha Seelie, Meliorn organizou uma refeição com os outros representantes do Conselho do Submundo. Ele drogou seu vinho e comida, o que os sedou e enfraqueceu até o ponto em que foram capturados pelos Crepusculares e levados para a fortaleza de Sebastian em Edom.

Robert Lightwood, o Inquisidor, assegurou à Clave e ao Conselho que Meliorn havia jurado que o Povo das Fadas era leal à causa dos Caçadores de Sombras e, como os Caçadores de Sombras estavam sob a impressão de que as fadas não podiam mentir, eles confiaram em sua palavra. Na verdade, isso era falso, porque, como ele era apenas metade-fada, era capaz de mentir, um fato que a rainha decidiu usar para sua vantagem e o colocou no assento por esse motivo.

Meliorn voltou para Faerie de Edom com piche em suas botas para que ele pudesse conversar com sua Rainha sobre os prisioneiros Submundanos. Ele ouviu a respiração aguda de Alec quando Magnus foi mencionado, alertando-o para a presença deles e forçando os Caçadores das Sombras a atacar para se defenderem. Alec Lightwood tentou interrogar Meliorn sobre o paradeiro e a condição de Magnus e os outros reféns Submundanos, atirando nele na perna, mas quando ele lembrou que Meliorn ainda podia mentir, Alec atirou furiosamente no peito dele, matando-o.[1]

Personalidade e Traços

Meliorn era, à maneira de muitas fadas, rígido e formal em torno da maioria, e, devido à sua longa vida, muitas vezes falou e agiu de uma forma antiquada ou desatualizada. Ele agia normalmente com cortesia, até mesmo com os inimigos, e era inquestionavelmente leal à Rainha Seelie. Ele também era mais descaradamente enganador do que outras fadas, devido a sua capacidade de mentir. Ele também parecia estranho com demonstrações públicas de afeto, embora não estivesse acima das relações com um mortal, como Isabelle Lightwood.

Descrição Física

Meliorn tinha longos cabelos negros e olhos verde-folhas. Como um cavaleiro das fadas, ele sempre usava armadura branca com um desenho de escalas sobrepostas. Ele também possuía uma marca em forma de folha em uma bochecha.

Aparições

Galeria

Referências

Esta página utiliza conteúdo de um artigo da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.