FANDOM


ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Mark Blackthorn
CJ Flowers, Mark
Informação Biográfica
Nome
Completo
:

Mark Antony Blackthorn

Nascimento: 1991
Idade: 16 (em dezembro de 2007)
21 (fisicamente 18; em 2012)[1][2]
Status: Vivo
Afiliação
Espécie:

Caçador de Sombras (parte fada)

Residência:

Reino das Fadas
Instituto de Los Angeles (anteriomente)

Afiliação:

Caçada Selvagem

Relacionamentos
Familiares
Conhecidos
:

Andrew Blackthorn † (pai)
Lady Nerissa † (mãe)
Eleanor Blackthorn † (madrasta)
Helen Blackthorn (irmã)
Julian Blackthorn (meio-irmão)
Tiberius Blackthorn (meio-irmão)
Livia Blackthorn (meia-irmã)
Drusilla Blackthorn (meia-irmã)
Octavian Blackthorn (meio-irmão)
Arthur Blackthorn (tio)
Aline Penhallow (cunhada)
Família Blackthorn

Descrição Física
Gênero: Masculino
Cor do
Cabelo
:
Loiro
Cor dos
Olhos
:
Um azul esverdeado, o outro dourado
Características
Únicas
:

Heterocromia

GALERIA
Porque eu sou um Caçador de Sombras.

–Mark repetindo as palavras na frente de Julian e Kieran, Dama da Meia-Noite

Mark Blackthorn é um Caçador de Sombras que reside no Instituto de Los Angeles e é uma das muitas crianças Blackthorn. Ele foi um Caçador e cavalgou ao lado da Caçada Selvagem. Ele e a irmã mais velha, Helen, têm a mesma mãe fada e são parte fada.

Biografia

História

Nascido de uma fada da Corte Seelie, Lady Nerissa, e Andrew Blackthorn em 1991, Mark e sua irmã mais velha, Helen, foram criados no Instituto de Los Angeles pelo seu pai, e, como qualquer criança Caçadoras de Sombras, foram marcados quando tinham dez anos de idade, durante o qual Mark experimentou um pouco de dor, um pouco mais do que a maioria dos Caçadores de Sombras. [3] Mark tem cinco meio irmãos mais novos: Julian, Tiberius, Lívia, Drusilla e Octavian.

Apesar de ser apenas meio irmão, Mark tem uma boa relação com os irmãos mais novos. Ele até mesmo é uma das poucas pessoas que consegue lidar com Ty durante seu mau humor.

Quando crianças, os irmãos, incluindo a amiga da família Emma Carstairs, passaram muitos dias chuvosos fazendo fortalezas de travesseiros. Aos dez anos de idade, Mark era considerado o "expert das fortalezas de travesseiros", e os outros construíam os fortes sob sua supervisão. [4]

Caçada Selvagem

Mark estava com dezesseis anos quando Sebastian Morgenstern e seu exercito de Crepusculares atacou o Instituto. Mark era o segundo na supervisão e estava na sala de treinamento com as crianças e a tutora delas, Katerina. Quando a bagunça começou, Mark e Katerina saíram para investigar a situação. Lá, eles se juntaram na luta entre os membros da Clave e os Crepusculares. Depois que Katerina e o pai de Mark, Andrew, foram transformados em Crepusculares ao serem forçados a tomar do Cálice Infernal, Mark, que era para ser transformado em um Crepuscular também, foi levado para o Povo das Fadas quando Jonathan percebeu que Mark era meio fada.

Enquanto as fadas estavam decidindo o destino de Mark, Gwyn ap Nudd disse que era dele e depois de algum tempo com Meliorn o chicoteando e o torturando, Mark foi levado a acreditar que a família dele estava morta, então ele comeu e bebeu da comida das fadas que ofereceram para que Merlion não o machucasse mais. Mark aceitou que não tinha mais uma família para retornar e oficialmente se tornou um Caçador da Caçada Selvagem. Um dos olhos dele virou dourado, como parte da tradição. No Reino das Fadas, com o tempo passando de forma diferente, mesmo que não tivesse saído de casa há mais de uma semana, ele sentia como se estivesse na Caçada há muito mais tempo. E nem assim ele parou de pensar na família dele.

Durante uma de suas visitas a Corte Seelie com Gwyn e os outros Caçadores, ele ouviu alguns outros falando sobre como Gwyn tinha testemunhado Clary Fray, Jace Herondale, Alec e Isabelle Lightwood, e Simon Lewis chegarem a corte Seelie para falar com a Rainha Seelie. Ele então saiu de perto dos Caçadores para ir até o túnel que levava a Edom para que ele pudesse encontrar o grupo e perguntar sobre sua família. Enquanto Clary e Jace falavam para ele que seus irmãos estavam na verdade vivos, Mark ficava devastado, sabendo que ele nunca mais poderia deixar a Caçada sem permissão para se juntar a eles. Todavia, Mark pediu para ir com eles para que pudesse se reunir com a família novamente, mas Jace o parou e lembrou a Mark que ele já tinha jurado fidelidade a Caçada, o que significava que ele poderia morrer se ele deixasse as Fadas. Em vez disso, Jace convenceu Mark a simplesmente avisar os Caçadores de Sombra sobre a conspiração das fadas com Jonathan e seus guerreiros Crepusculares. Inicialmente com medo, Mark concordou. Antes que ele fosse embora, Jace deu a ele uma luz enfeitiçada para ajudar ele a continuar a ver a luz, mesmo na escuridão.

Logo em seguida, Mark enviou uma mensagem para a casa do Cônsul, que coincidentemente era onde os irmãos dele estavam. Ele mandou a mensagem em uma noz, na forma típica das fadas, prendeu a um atiçador de fogo, e jogou pela janela deles. Um contente Ty encontrou a mensagem e deu para Jules e Emma, que passaram para a Consul, Jia Penhallow. Jules confirmou que foi Mark quem enviou porque ele assinou com uma marca de sangue a estampa do anel da família deles. Jules e Emma insistiram com a Consul para que tentasse trazer Mark de volta para eles.

Depois da Guerra Maligna, por causa do sangue de fada dele, alguns membros da Clave, particularmente Lazlo Balogh e a Sra. Sedgewick, questionaram a lealdade de Mark e Helen para com os Nefilim, e propuseram que eles debatessem o destino dos dois. A maior parte dos membros da Clave, a maioria que estava furiosa e não conseguia perdoar a traição das fadas, votou em deixarem de lado a busca para o retorno de Mark, apesar da objeção da família dele. Igualmente, sua irmã meio-fada, Helen, foi exilada para a Ilha Wrangel com a desculpa de estar indo estudar as Barreiras, como resultado da Clave questionar a lealdade dela. [3]

Apesar de Mark não fazer amigos entre os da Caçada, ele eventualmente fez amizade com o novo recruta: Kieran, um ex-príncipe da Corte Unseelie. Eles começaram a andar juntos, e eventualmente, acabaram se apaixonando.

Por anos depois de ter sido tirado deles, o quarto de Mark no Instituto foi deixado intocado. Finalmente, em seu décimo oitavo aniversário em 2009, Julian limpa a sala, colocando todos os pertences de Mark em caixas de armazenamento. Embora a sala estivesse vazia, ela permaneceu vazia e intacta durante anos. [5]

Nessa época, no mundo humano — e muito mais tempo para Mark, no tempo das fadas —, o Ascendente Simon foi levado para o Reino das Fadas. Quando ele descobriu que Simon deveria ser um Nephilim, ele ajudou Simon a escapar da prisão de Hefeydd, perguntando-lhe sobre sua família antes de partir. Mark não se importou de ter sido pego ajudando Simon e Isabelle a escapar. [6]

Retornando para casa

Em agosto de 2012, Mark foi devolvido aos Blackthorns como moeda de troca. Iarlath e Kieran levaram-no ao Instituto de Los Angeles e prometeram aos Blackthorns que o devolveria se eles ajudassem a investigar os recentes assassinatos das fadas — uma transação que deveria ser mantida em segredo já que ia contra as leis da Paz Fria. O acordo era que se o responsável pelas mortes das fadas fosse trazido a eles para a justiça, Mark teria o direito de escolher se retornaria à caça ou se permaneceria com sua família.

Sem que eles soubessem, Mark foi devolvido porque sabiam que sua presença garantiria que o negócio não chegaria aos ouvidos da Clave, e assim as crianças não seriam capazes de pedir ajuda a eles e os planos do Guardião iriam proceder sem obstruções.

CJ Mark & Cristina 01

Cristina cortando os cabelos de Mark

CJ Mark & Kieran 02

Mark e Kieran no armário de casacos do Teatro da Meia-Noite

Enquanto Mark inicialmente tinha alguns problemas para se adaptar à vida de Caçador de Sombras com sua família e ansiava pela liberdade da Caçada, Mark logo começou a se acostumar com ela e se uniu à convidada Cristina Rosales, que o ajudou a lidar com a situação. Ele e Kieran tiveram encontros secretos ocasionais, mas durante uma visita programada, Kieran o encontrou junto de Cristina e suspeitou de seu vínculo como sendo mais do que amigável.

Ao presenciar Mark contar uma história sobre fadas casualmente à Cristina, Kieran o denunciou para Iarlath, dizendo-lhe que Mark tinha dito segredos das fadas para um Caçador de Sombras. Iarlath decidiu que sua punição seria vinte açoites, algo que Kieran, que só esperava que Mark voltasse à Caçada, não previu. Não querendo que Mark se machucasse, Julian e mais tarde Emma aceitou as chicotadas por ele. Este incidente fez Mark ver Kieran sob uma luz diferente, culpando-o pela dor de Jules e Emma e começou a tratá-lo com desprezo, essencialmente "rompendo" com ele. Depois disto, Mark disse a Jules que tinha decidido: que ele ficaria com sua família e não voltaria para a Caçada.

Eles souberam que Malcolm Fade era o assassino — dos pais de Emma, ​​e aquele por atrás dos assassinatos sobrenaturais recentes que eles estavam investigando — um pouco tarde demais, já que ele já havia sequestrado seu irmão, Tavvy, para o ritual. Kieran insistiu em ajudá-los e informou-os de que Iarlath estava ligado a Malcolm. Querendo estar completamente preparado, Mark pediu a Jules para que marcasse sua pele com uma runa — algo que ele constantemente se opôs durante suas primeiras missões. Juntos, todos foram para o ponto de convergência para enfrentar Malcolm e lutaram contra seus servos para resgatar Tavvy.

Depois que derrotaram Malcolm, a destruição do local da convergência alertou a Clave de sua atividade necromântica. O Inquisidor, Robert Lightwood, veio ao Instituto, e a presença de Mark foi justificada quando Julian, e até mesmo Diego, mentiu sobre as circunstâncias em torno de sua investigação e seu retorno. Quando Ty lhe disse que sua escolha de ficar significava que ele poderia finalmente substituir Jules e assumir suas responsabilidades, Mark sentiu-se oprimido e recusou. Ele sentiu que tinha ferido Ty através de suas palavras e tentou encontrar consolo em Cristina, mas foi interrompido quando ele a viu beijando Diego. Isso fez com que Mark repentinamente lamentasse sua decisão de ficar. Quando Emma mais tarde pediu a Mark para fingir estar em um relacionamento com ela por causa de Julian, ele concordou, mas questionou se eles realmente precisavam mentir e fingir. [5]


Descrição Física

Mark é alto, magro, tem ombros largos e também os olhos azuis esverdeados dos Blackthorn. Entretanto, desde que Mark se tornou parte da Caçada Selvagem, seu olho direito começou a virar dourado. Como Helen, ele também tem orelhas pontudas e um cabelo loiro dourado pálido e ondulado. Como os dois compartilham o sangue de fada da mãe, os dois tem uma estrutura física delicada.

Enquanto Mark foi embora por cinco anos mortais, o tempo passou de maneira diferente no Reino das Fadas e assim Mark envelheceu de forma diferente. Ele parece ser cerca de três anos mais jovem do que realmente é, parecendo estar em torno da mesma idade que Julian.

Personalidade

Mark é muito sério e sombrio, tendo estado vivo por muito mais tempo do que a idade dele sugeriria, e tendo passado por muitos traumas para alguém de sua idade. Além disso, por causa do tempo que ele passou longe de seres humanos e entre fadas, Mark não capta mais facilmente o sarcasmo ou humor.

Quando era mais jovem, Mark era impaciente e ficava facilmente entediado. Como todo adolescente típico, Mark acreditava ser mais maduro e por isso superior aos seus irmãos mais novos. Apesar disso, ele amava e se importava com eles profundamente.

Mark também gosta de ler.

Competências e habilidades

  • Fisiologia Nephilim: sendo Nephilim, Mark possui uma variedade de habilidades físicas e mentais aprimoradas, garantidas a ele pelo sangue de Raziel em suas veias, e também as marcas angélicas do Livro Gray. Ele também tem poder para realizar desafios únicos de sua espécie, como a habilidade de usar e invocar o poder dos anjos em suas Lâminas Serafim. Isso inclui força, agilidade, resistência e coordenação aprimoradas, que só melhoram com o tempo e a prática.
  • Magia Rúnica: devido ao sangue do anjo em suas veias, todos os Caçadores de Sombras são capazes de aplicar runas em suas peles sem perigo real. Essas marcas, por sua vez, geram efeitos variados e servem para beneficiar aqueles que as portam.
  • Processo de cura acelerado: Mark e todos os Caçadores são protegidos por magia que acelera significativamente o seu processo de cura, embora isso não lhes permita se recuperar tão rápido quanto uma Iratze dos caçadores de sombras permitiria, e as feridas não curam completamente e podem deixar mais cicatrizes do que quando uma iratze é usada.
  • Detectamento:Devido aos seus anos de treinamento entre as fadas, Mark é capaz de sentir certos elementos, tais como as Linhas Ley e as convergências.
  • Boa pontaria: Mark é um mestre em tiro com arco e é um atirador espetacular, devido a seus anos de experiência como um Caçador.

Pertences

  • Lâminas: Como um Caçador de Sombras, Mark preferia, lâminas individuais de um corte, como katanas, como sua arma primária. [7]
  • Cavalaria das fadas: O cavalo marrom das fadas de Mark enquanto pertencente a Caçada; Sua substância mágica e a natureza permitiram que mudasse sua forma de um cavalo a qualquer coisa que caberia todo o mundo — tal como uma motocicleta, que poderia ainda voar, no mundo mundano. Foi destruído por um demônio Mantid.
  • Arco e flecha: Como membro da Caçada Selvagem, Mark usa arcos e flechas frequentemente. [8]
  • Arco-élfico: Dado por Kieran, Mark era habilidoso e capaz de dominar o uso da arma mortal e venenosa das fadas. Tornou-se sua arma favorita. [4] Mark costumava usar sua ponta em uma corrente ao redor de seu pescoço, embora ele finalmente devolveu a Kieran. [5]

Relacionamentos

Romances

Kieran e Mark se conheceram na Caçada Selvagem, onde Kieran, ao contrário dos outros, foi amigável com Mark. Cavalgando juntos na caçada, Kieran mostrou a Mark coisas que só o Povo das Fadas conhecia; gelo deitado em silêncio e prata sob o luar, e vales escondidos, que floresce com flores da noite. Eventualmente, eles se apaixonaram e Kieran deu em Mark seu primeiro beijo. Kieran era o único membro da caça que Mark poderia confiar e dizer-lhe que ele ainda era um Caçador de Sombras.

Quando Mark foi enviado para o Instituto de Los Angeles como moeda de troca para os Blackthorns investigarem os assassinatos das fadas, Kieran visitou-o algumas vezes e até mesmo uma vez emprestou-lhe seu cavalo. Durante uma de suas visitas, ele viu Mark e Cristina dando as mãos na cozinha do Instituto através da janela e perdeu a paciência. Na tentativa de punir Mark, Kieran disse a Gwyn que Mark estava contando segredos da caça aos não-membros da caça acreditando que Mark seria devolvido. No entanto, a punição foi severas chicotadas que Julian e Emma voluntariamente receberam, em vez de Mark. Mark não perdoou Kieran por mentir para Gwyn e as conseqüências de sua família ter sido machucada e terminou com ele.

Kieran não desistiu de tentar ter Mark de volta, desculpando-se e ajudando sua família a salvar seu irmão mais novo, Tavvy.

Quando Mark voltou para o Instituto, Cristina era a única pessoa com quem ele se sentia confortável. Como ela era a única que ele nunca tinha visto antes, ela não esperava que ele se lembrasse dela ao contrário dos outros. Cristina o ajudou a se sentir mais confortável no Instituto e em torno de sua família, mesmo cortando o cabelo dele para fazê-lo parecer mais como um Caçador de Sombras. Mark ainda ofereceu a Cristina manter relações sexuais dizendo que estar atraído por ela. Ela se recusou a oferta dizendo que nunca poderia ter relações sexuais com alguém sem amor. Kieran ficou com ciúmes de seu relacionamento próximo que mais tarde causou o término dele e Mark.

Quando o ex-namorado de Cristina, Diego, apareceu, Mark mostrou alguns sinais de ciúme. Quando ele precisava falar com Cristina acreditando que ela seria a única capaz de compreender seus sentimentos, ele acabou vendo ela e Diego se beijando e se afastou despercebido.

Família

Julian é o irmão mais novo de Mark. Como crianças, Mark e Jules agiam como a maioria dos irmãos: eles lutavam e brigavam e se irritavam, mas cuidavam uns dos outros. Quando eles foram separados, Mark ficou completamente preocupado com o bem-estar de Julian e dos outros irmãos. Depois de se reunir com eles depois de muito tempo, Mark sentiu que já não conhecia Jules, que havia mudado tanto desde a última vez que se viram, e ocasionalmente se chocavam com certas decisões que ele tomava. No entanto, Mark estava orgulhoso dele por ser capaz de manter sua família sozinho.

Ty é o irmão mais novo de Mark. Eles se deram bem e se divertiram juntos. Durante algum tempo, Mark não percebeu a gravidade da expectativa de Ty nele, mas quando o fez, Mark sentiu-se pressionado e oprimido.

Aparições

Galeria

Eimologia

Seu nome completo é Mark Anthony Blackthorn, seguindo a tradição Blackthorn de ter nomes gregos ou latinos. Ele foi nomeado por causa de Mark Anthony, amante de Cleópatra e um amigo fiel de Júlio Cesar, o qual seu irmão Julian foi nomeado por causa dele.[9]

Curiosidades

  • Como sua irmã e a maioria das outras fadas, Mark é bissexual. [10]
  • Mark costumava gostar de café antes de sua estadia na Caçada Selvagem; Agora ele odeia. [5]
  • A verdadeira idade de Mark, incluindo o tempo que passou no Reino das Fadas com Helen e Nerissa e o tempo que passou junto da Caçada Selvagem, é desconhecido. Suas idades foram estimadas por Andrew, que criou suas datas de aniversário para finalidades de celebração.
    • Seus aniversários podem eventualmente ser revelados na série "se eles encontrarem alguém que possa lhes dizer." [11]

Referências


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória