FANDOM


Outra versão
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Sou de Nova Jersey. Nasci em metal tóxico.

–Maia para Clary, Cidade das Cinzas

Maia Roberts é uma lobisomem e a atual líder da Matilha de Nova York.

Biografia

Vida Pregressa

Maia nasceu em Nova Jersey, onde passou sua infância em um bairro conservador que dificultava sua infância devido ao racismo dentro da comunidade e o tratamento geralmente áspero com ela simplesmente porque ela era birracial. Crescendo, seus pais sempre favoreceram seu "belo" irmão mais velho, Daniel, que abusava dela e, uma ou mais vezes, até tentou matá-la, resultando na sua desconfiança com "meninos bonitos". Daniel mais tarde morreu em um acidente de carro.

Logo depois, ela conheceu Jordan Kyle, um garoto com quem ela saiu e que a tratou como uma deusa. Enquanto os primeiros meses de seu relacionamento pareciam perfeitos, Jordan começou a se tornar possessivo e machucá-la fisicamente. Por fim, ela terminou com ele e beijou outro garoto uma noite para provar seu ponto, sem saber que seria a primeira noite que Jordan se transformou em um lobisomem. Naquela noite, Maia foi seguida por Jordan, que perdeu o controle de si mesmo, e foi mordida e "reivindicada" por Jordan. Esta mordida efetivamente transformou-a em um lobisomem. Enquanto Jordan e sua família deixaram a cidade, Maia, depois de se transformar pela primeira vez na próxima lua cheia, fugiu para Manhattan. Ela passou por alguns matilhas de licantropes até que finalmente encontrou uma com quem ela ficou.

Maia tornou-se boa amiga de Bat Velasquez e outros lobisomens chamados Steve e Gregg. Enquanto no parque em uma noite, eles encontraram alguns vampiros sugando sacos de sangue debaixo de uma ponte. Eles entraram em uma luta, durante o qual testemunharam os vampiros rasgando Gregg ao meio e comendo ele quando suas entranhas caíram. Outra vez, dois adolescentes armados com facas tentaram agarrá-la enquanto ela estava passando pelo Central Park uma noite depois de ter vindo pela primeira vez para a cidade, e apenas Bat a impediu que ela matasse os dois.

Em um ponto, ela e Bat começaram a namorar. No entanto, ela percebeu que não estava pronta para um relacionamento real e Bat decidiu romper com ela e dar espaço, apesar do que realmente sentia. Eles permaneceram bons amigos, mesmo depois que Bat começou a namorar uma "bruxa" chamada Eve.

A liderança da matilha mudou várias vezes durante o tempo de Maia com a matilha. Começou com Kito, depois com Véronique, Gabriel e, finalmente, com Luke Garroway, a quem Maia gostava e se tornou muito fiel.

Pouco depois que Luke tornou-se líder da matilha, ela começou a ajudar na livraria dele, aceitando o pagamento na forma de livros, especialmente quando as visitas de Luke a sua amiga, Jocelyn Fray, se tornaram mais frequentes.

Sacrifício de Sangue

Maia estava no Hunter's Moon com Bat uma noite em setembro de 2007, quando eles descobriram que Joseph estava morto em um beco. Quando o Caçador de Sombras Jace Wayland entrou em busca de uma bebida – e uma luta – Maia desconfiou imediatamente do menino atraente – notando semelhanças superficiais entre ele e seu irmão, Daniel e até Jordan, especialmente depois que ele se recusou a ajudar. Maia viu quando uma briga começou. Quando Luke chegou e parou a luta, Maia tentou cuidar do bar destruído e dos feridos.

Quando Magnus Bane veio para cuidar dos feridos pouco depois, ela foi procurar por Luke para dizer a ele e, em vez disso, conheceu o mundano Simon Lewis fora do escritório de Pete. Depois de uma breve conversa, ela pediu a Simon para contar a Luke sobre Magnus e se desculpou.

Mais tarde naquela noite, Maia foi ao apartamento de Luke e foi apresentada a Clary Fray, para que Clary, que estava ficando no apartamento de Luke, pudesse ter uma amiga nova em seus tempos de problemas e então não se surpreenderia com a presença de Maia enquanto ela cuidasse da livraria de Luke, bem como o apartamento em geral e Clary no interior, na ausência dele. Porque Clary estava de mau humor, Simon falou com Maia antes de partir.

Uma noite, Maia foi atacada por um demônio Drevak fora da casa de Luke. Luke os viu e atingiu o demônio com seu caminhão, parando o ataque. Tinha sido um pouco tarde demais, no entanto, conforme o demônio conseguiu colar suas agulhas venenosas finas e pretas na pela dela. Luke fez com que Clary e Simon ligassem para o Instituto para pedir ajuda enquanto ele – dolorosamente – puxou os pinos do braço, e ela ficou um pouco aturdida com a dor e o veneno ainda em seu sistema.

Mais tarde, Simon a examinou e tentou dar água. Quando suas mãos tocaram, Maia percebeu que Simon era um vampiro e reagiu violentamente, dizendo-lhe que ele era um monstro e até acabou riscando seu rosto. Clary chegou para acalmar a situação. Pouco depois, Jace e Alec chegaram com Magnus, que cuidava de suas feridas até ela estabilizar.

Enquanto ela ainda estava para se recuperar, Maia saiu do apartamento de Luke para se desculpar com Simon. A caminho de sua casa, ela foi interceptada pelo Demônio do Medo, Agramon, que se manifestou na forma de seu irmão Daniel. Maia entrou em colapso com medo e foi sequestrada por Valentim Morgenstern.

Maia foi mantida em uma sala com Simon a bordo do navio de Valentim, e os dois aproveitaram a oportunidade para se reconciliar. Eles também perceberam que Valentim queria usar seu sangue para o Ritual de Conversão Infernal. Valentim os visitou e os torturou; enquanto engasgava em pó de prata, ela foi levada a acreditar que Valentim matou Simon. Felizmente, Clary, Luke e o resto do Conclave de Nova York infiltraram o navio para salvar ela e Simon, que foi revitalizado com o sangue de Jace. Com os outros, Maia conseguiu escapar antes que Valentim pudesse levar seu sangue para completar o ritual.[1]

A Guerra Mortal

Ao longo de algumas semanas, Maia e Simon ficaram mais próximos, e ela finalmente desenvolveu uma paixão por ele, apesar de sua atitude antagônica inicial em relação ao seu vampirismo.

Enquanto Luke, Simon e os Caçadores de Sombras prepararam-se para a guerra contra Valentim em Alicante, o matilha foi contatada por Luke, antecipando que sua ajuda seria necessária. Ao chegar, ela salvou a vida de Clary e Jace ao matar um demônio Behemoth.

Decidindo que precisavam da ajuda do clã de vampiros de Nova York, Simon decidiu se render a Raphael Santiago conforme acordado, e Maia o acompanhou para a reunião na Floresta Brocelind.

Maia também participou da batalha, juntamente com vários outros Caçadores de Sombras e Seres do Submundo, contra os demônios de Valentim. Por causa do trabalho em equipe e alianças forjadas, a batalha foi conquistada em poucos minutos. Maia participou da festa da vitória junto com seus amigos na Praça do Anjo, onde conheceu Aline Penhallow e comemorou com seus novos amigos.[2]

Novo Conselho

Após a Guerra Mortal, Maia começou a namorar Simon, que também estava namorando Isabelle ao mesmo tempo. Maia foi com Simon para ver Clary experimentar vestidos para o casamento de sua mãe, Jocelyn, e Luke na loja de noivas. Maia falou com Luke quando ele entrou na loja de noivas. Ela então recebeu um folheto da banda, enquanto na sede da matilha, sem saber de Jordan se apresentando junto com a banda de Simon no Alto Bar.

Maia chegou depois que a apresentação da banda terminou e ela descobriu que Simon também estava namorando com ela e Isabelle ao mesmo tempo. Maia e Isabelle ficaram com raiva de Simon. Elas terminaram com ele, e as duas meninas então partiram para sair. Maia e Isabelle encontraram Jordan, companheiro de quarto de Simon e ex-namorado de Maia. Maia atacou Jordan com fúria e ele não se defendeu. Isabelle tirou Maia de Jordan e a segurou até que ela começou a chorar. Isabelle disse a Simon para levar Jordan e ir embora.

Simon chamou Maia perguntando se ela estava bem porque ele recebeu um bilhete de uma pessoa anônima para ir a 232 Riverside Drive ou sua namorada seria morta. Maia disse a Simon que não queria conversar com Jordan ou com ele e desligou o telefone. Ela participou da festa de recepção de Jocelyn e Luke no Ironworks. Lá, ela descobriu por Isabelle que Jordan era um membro da Praetor Lupus. Maia ignorou Jordan na festa. Ela conversou com Simon na festa sobre seu relacionamento e como Jordan chegou a Nova York para procurá-la porque não parou de procurá-la depois que ela saiu de Nova Jersey e depois a transformou. Simon disse a Maia para conversar com Jordan e ele a deixou sozinha para decidir o que fazer. Maia ajudou Alec, Isabelle e Jordan a procurar Simon depois que ele desapareceu, e eles foram para o apartamento de Jordan e Simon para descobrir onde ele foi.

Eles encontraram um cartão de uma promotora de banda chamado Satrina Kendall, que era um dos nomes do Grande Demônio e mãe de todos os feiticeiros, Lilith. Eles também encontraram um endereço no Upper East Side e eles foram buscar Simon ali. Maia, Jordan, Isabelle e Alec entraram no prédio para encontrar Simon e procuraram em cada andar. Em um dos andares, Maia e os outros encontraram uma dúzia de bebês meio-demônio mortos, que estavam conectados à Igreja de Talto, o que Clary encontrou lá e o bebê meio-demônio morto no Hospital Beth Israel. Maia, Jordan, Isabelle e Alec lutaram e mataram ps cultistas que trabalhavam para Lilith. Maia e Jordan foram deixados para trás em um dos andares enquanto Alec e Isabelle estavam no telhado com Clary, Jace e Simon. Maia ficou momentaneamente cega por uma das luzes e ela beijou impulsivamente Jordan. Alec os encontrou e eles pegaram o elevador para o lobby. Maia e Jordan rapidamente deixaram o prédio quando Maia ficou confusa com seus sentimentos por ele.[3]

Time do Bem

Maia e Jordan falaram com Simon sobre ele evitar sua irmã, Rebecca e eles disseram a ele para contar a sua irmã sobre ele ser um vampiro, o que ele objetou. Maia concordou em patrulhar com Jordan no Brooklyn Navy Yard em busca de Jace e ela saiu do apartamento da Jordan com Simon. Juntos, eles patrulharam no Navy Yard e eles não conseguiram encontrar Jace uma vez que ele e Sebastian haviam desaparecido por duas semanas. Jordan perguntou a Maia se ela ainda queria ir para a faculdade em Stanford e ele iria lhe dar o dinheiro mensalidade para pagar por isso. Ele admitiu a Maia que ele ainda a amava e depois a beijou. Maia ficou desconfortável e ela se afastou da Jordan.

Maia descobriu sobre Luke ter sido ferido por Sebastian. Ela também descobriu de Magnus que Jace e Sebastian estavam unidos e que, se um deles morresse, ambos morreriam. Maia foi ao apartamento de Jordan e encontrou Isabelle lá também e pensou que algo havia acontencido entre eles, mas Isabelle disse que nada aconteceu quando ela veio falar com Simon e acabou dormindo no quarto de Simon. Maia pediu a ajuda da Jordan com a Praetor Lupus porque eles poderiam ajudar a Luke. Ela disse a Isabelle que Jace e Sebastian estavam juntos. Então ela foi com Jordan para a sede da Praetor Lupus em Long Island. Maia fpi com Jordan em seu caminhão enquanto eles se dirigiam para a sede da Praetor, mas eles fizeram um desvio. Jordan mostrou a Maia um belo lugar onde ele observava o nascer do sol quando ele estava treinando na Casa da Praetor. Ele a disse que ainda estava apaixonado por ela e ele não queria ser apenas seu amigo. Após sua confissão, eles começaram a se beijar.

Juntos, eles chegaram à Casa da Praetor em Long Island. Jordan apresentou Maia para Praetor Scott, o líder da organização. Maia e Jordan disseram a Praetor Scott sobre sua emergência com Luke e como ele foi ferido por metal demoníaco, razão pela qual eles pediram sua ajuda. Maia e Jordan seguiram Praetor Scott até seu escritório, onde encontraram Rufus Hastings, um membro da Praetor Lupus. Eles observaram enquanto Praetor Scott enviou Rufus para longe, e Rufus olhou para Maia e Jordan enquanto saia do escritório de Praetor Scott. Maia convenceu Praetor Scott a ajudá-los a procurar uma cura para Luke prometendo uma voz do Conselho por causa de Luke ser o representante dos lobisomens no Conselho e ele concordou. Praetor Scott permitiu que ambos ficassem uma vez que o quarto de Jordan estava disponível.

Maia olhou ao redor do quarto de Jordan e encontrou uma foto dela e de Jordan há dois anos durante o verão. Ela aprendeu sobre o colega de quarto da Jordan, Nick. Depois de um tempo, Jordan foi tomar banho deixando Maia em seu quarto. Ela entrou no banheiro e tirou as roupas para entrar no banho com Jordan, surpreendendo-o. Eles ficaram e fizeram sexo. Quando eles estavam na cama juntos, Maia disse a Jordan que ela o amava. Mais tarde, Maia e Jordan foram convocados para o escritório de Praetor Scott por outro membro da organização, então eles se vestiram e se dirigiram para o escritório de Scott. Eles receberam uma pomada de Praetor Scott para ajudar a curar Luke. Maia e Jordan ficaram no escritório quando Praetor Scott conversou com Raphael sobre a vampira descontrolada, Maureen Brown, que estava matando pessoas incontrolavelmente em Nova York. Raphael queria a Praetor Lupus para detê-la. Ele disse a Praetor Scott que, se ele não a encontrasse em breve, como os Seres do Submundo recém-transformados eram sua responsabilidade, ele mataria a própria Maureen.

Maia e Jordan foi para a sede da matilha na delegacia abandonada e deram o remédio a Luke para curar a ferida. Eles então foram ao apartamento de Magnus com notícias sobre Luke e se perguntaram o que Alec, Magnus, Isabelle e Simon tinham feito. Maia e Jordan descobriram por Magnus sobre o que fizeram naquela noite.

Maia e Jordan, juntamente com Alec, Magnus, Isabelle e Simon observaram como Azazel apareceu dentro do pentagrama e exigiu uma resposta do grupo. Magnus recusou o plano de Azazel e ele tentou bani-lo, mas falhou. Simon seguiu Presidente Miau, que rapidamente entrou no pentagrama. Simon deixou o gato cair e Presidente Miau saiu do pentagrama e foi para debaixo de uma mesa para se esconder. Outros assistiram com choque quando Azazel foi derrubado por causa de Simon e sua marca de Caim. O demônio desapareceu deixando uma bagunça no apartamento de Magnus. Maia, Jordan, Alec e Isabelle ajudaram a limpar a destruição no apartamento de Magnus, deixada pela aparição de Azazel. Simon falou com Magnus sobre ele querendo convocar o Anjo, Raziel, para obter uma arma que poderia cortar o vínculo entre Jace e Sebastian. Maia, Jordan, Magnus e Alec discutiram sobre o plano de Simon, enquanto conversava com Isabelle em particular e concordou em deixá-lo fazê-lo. Isabelle disse ao grupo que Simon iria convocar Raziel e eles iriam ajudá-lo de qualquer maneira que pudessem. Enquanto os outros estavam se preparando para convocar o Anjo, Maia e Jordan foram à delegacia para verificar Luke.

Maia foi ao apartamento do Jordan depois de ver como Luke estava e pediu seu conselho sobre o que Raphael disse sobre Maureen. Maia disse a Jordan que eles deveriam falar sobre seu relacionamento, no entanto, eles acabaram fazendo sexo ao invés disso. Jordan recebeu uma ligação da Praetor Lupus e soube que seu companheiro de quarto, Nick tinha sido morto por Maureen. Maia tentou confortar Jordan, mas ela pegou um texto de Magnus e Luke sobre um chamado para a batalha e eles precisaram sair imediatamente. Juntos se encontraram com os outros no Instituti de Nova York e se Transportaram para o Burren. Maia e Jordan participaram da batalha no Burren contra Sebastian e seus Crepusculares. Eles definitivamente voltaram juntos como mencionado por Simon no final do livro.[4]

Guerra Maligna

Maia estava com Simon e Jordan em seu apartamento quando de repente foram atacados por um Crepuscular enviado por Sebastian. Maia e Jordan lutaram e mataram o Crepuscular. Jordan, sendo o Guardiao Praetoriana de Simon, disse a ele para correr apenas para ele ser capturado pelo clã de vampiros de Maureen. Maia pediu a Bat e o resto da matilha para ajudar a descartar os Crepusculares mortos, enquanto Jordan saiu procurando por Simon. Maia planejava romper com Jordan porque não tinha certeza de seu relacionamento com ele, mas continuou a adiar. Jordan voltou para o apartamento e disse-lhe que Simon ainda estava desaparecido. Ele então recebeu um apelo da Praetor, que pediu que ele viesse para a casa da Praetor. Maia foi com Jordan para a Casa da Praetor na tentativa de encontrar Simon.

Quando chegaram a Casa da Praetor, encontraram o prédio completamente queimado e destruído. Maia e Jordan vasculharam a área e encontraram jovens e velhos lobisomens mortos, incluindo Praetor Scott. Enquanto conversava com Maia, Jordan foi inesperadamente morto por Sebastian. Sebastian disse a Maia que, uma vez que ele foi frustrado em Londres, ele escolheu queimar a Casa da Preetor em retaliação. A vida de Maia foi poupada por Sebastian, pois ele queria que ela entregasse uma mensagem aos Seres do Submundo, que se qualquer Membro do Submundo decidisse se juntar com os Caçadores de Sombras, eles seriam mortos. Maia segurou o cadáver de Jordan enquanto Sebastian se afastava.

Maia chamou Bat e contou-lhe sobre Sebastian matando Jordan e os lobisomens da Praetor Lupus. Ela então voltou para a sede da matilha e adormeceu em um dos quartos. Quando Maia acordou, encontrou Bat sentado em uma cadeira junto à cama. Bat disse-lhe que Simon estava em Alicante com Luke e os Caçadores de Sombras quando ele escapou com Raphael para Idris. Maia foi informada por Bat que Rufus Hastings era um dos poucos sobreviventes do massacre na Casa da Praetor e ele estava hospedado com a matilha como convidado. Ele também disse a Maia que Rufus estava falando com o resto da matilha, questionando a lealdade de Luke para coma a matilha. Rufus pensou que Luke era mais um Caçador de Sombras e alguns da matilha o tinham ouvido. Maia disse a Bat que, se Sebastian exterminasse os Caçadores de Sombras, ele viria atrás deles em seguida.

Maia e Bat assistiram ao funeral para os membros dq Praetor Lupus na Rockaway Beach. Maia disse a Bat que estava planejando romper com Jordan no dia em que ele morreu, mas continuou descartando. Bat consolou Maia durante o funeral.

Maia conseguiu um par de roupas do mais novo membro da matilha, Leila Haryana e elas tiveram uma breve conversa sobre lealdade a Luke. Maia então falou com Bat sobre querer contar a Rufus. Eles o encontraram conversando com a matilha. Rufus bateu em Maia e Bat disse a Rufus para sair, como ele era um convidado e ele tinha ultrapassado sua hospitalidade. Rufus desafiou Bat pela liderança da matilha na ausência de Luke e Bat aceitou. Bat saiu da estação e Maia seguiu atrás dele. Ela tentou convencer Bat a recusar o desafio de Rufus, mas Bat respondeu que um desafio deveria ser aceito. Bat queria que Maia deixasse a cidade para sua própria segurança e lhe entregou as chaves do caminhão de Jordan. Ele admitiu a Maia que ele ainda tinha sentimentos por ela e que não funcionou com Eve, o que a assustou e a deixou perplexa.

Maia voltou para o apartamento de Jordan e Simon e se trocou de volta para suas roupas normais. Ela pegou um frasco de água benta que ela guardava no bolso quando a campainha tocava e havia um vampiro, Lily, que ela havia chamado. Maia disse a Lily que Sebastian estava visando os Seres do Submundo, e ela fez a sugestão de que os vampiros e lobisomens deveriam formar uma aliança. Lily partiu quando disse a Maia que, quando ela se tornasse a líder da matilha, a chamasse. Maia decidiu ir interferir no desafio para o líder da matilha.

Bat e Rufus tiveram seu desafio pela liderança da matilha no Prospect Park, com Leila atuando como árbitro. Rufus conseguiu uma vantagem em Bat e quase o matou, quando Maia chegou e lançou um desafio a Rufus, apesar da objeção de Leila, pois não conseguiria parar a luta. Maia havia jogado sujeira e grama nos olhos de Rufus temporariamente o cegando enquanto ela afundava suas garras em seus olhos e cérebro, o matando. Maia tornou-se a nova líder da matilha de lobisomens de Nova York. Ela foi até Bat, que falou com ela e comentou que ela lutou sujo.

Aceitando completamente Maia como a nova líder da matilha, Bat explicou-lhe as administrações da matilha de lobos. Os feiticeiros Malcolm Fade e Catarina Loss disseram a Maia, Bat e ao resto da matilha sobre Luke e os outros representantes do Submundo, incluindo Jocelyn, terem sido sequestrados por Sebastian. Catarina e Malcolm decidiram ajudar Maia a convencer os outros Seres do Submundo a se juntarem com os Nephilim contra Sebastian e também enviar uma mensagem aos Caçadores de Sombras. Maia escreveu uma nota para Lily uma vez que ela queria se encontrar com Maureen e enviou um dos filhotes jovens para entregar a mensagem.

Bat junto com alguns dos lobos mais novos acompanharam Maia para se encontrar com Maureen na loja Toys R Us. Maia falou com Maureen sobre Sebastian e eles terem que trabalhar juntos contra ele. No entanto, Maureen queria se juntar com Sebastian contra os Caçadores de Sombras, pois acreditava que ele ganharia a guerra. Maia concordou com Maureen em enfrentarem os Caçadores de Sombras, apesar da objeção de Bat. Ela fez com que Maureen bebesse o sangue para selar o negócio. Maureen transformou-se em cinza e morreu quando Maia colocou a água benta em suas veias, o que era um enredo para Lily assumir o clã de vampiros de Nova York.

Maia e Lily, a nova líder do clã de vampiros, juntamente com Bat falaram sobre a aliança entre lobisomens e vampiros na delegacia de polícia, embora, Bat tenha tido um pequeno problema com os vampiros. Eles discutiram que, se os Caçadores de Sombras não estivessem em Idris e então os Submundanos fariam o que quisessem. Malcolm chegou à estação e disse que Catarina precisava de sua ajuda no hospital, já que ela tinha um problema de demônio e também lhes disse para levar uma gaiola.

Maia, Bat e Lily chegaram com uma gaiola no necrotério do hospital Beth Israel. Maia e Bat trabalharam juntos para subjugar temporariamente o demônio dantalion com a magia de Catarina. Lily filmou o incidente para mostrar que os Caçadores de Sombras eram necessários no mundo para se livrar dos demônios. Maia, Bat, Lily e Catarina aprenderam com o demônio de dantalion que Sebastian e seu exército atacariam Alicante.

Maia escreveu uma nota a Consulesa, Jia Penhallow, que foi enviada por Catarina por mensagem de fogo. Maia advertiu Jia que Sebastian e seu exército Crepuscular estariam atacando Alicante.

Após a Guerra Maligna, Maia se mudou para o antigo apartamento de Jordan e Simon e planejava passar por suas coisas. Mas ela olhou para o pacote que recebeu da Consulesa, que incluia uma carta com um selo de bronze da Praetor Lupus com as palavras "Comece novamente". Além de ser o novo líder da matilha de lobisomens de Nova York, Maia também teria a responsabilidade de reiniciar a Praetor Lupus e ser a nova representante dos lobisomens no Conselho.

Maia, juntamente com seus amigos e os outros Caçadores de Sombras e Seres do Submundo, participaram do casamento de Jocelyn e Luke na Fazenda Três Flechas. Devido à nova aliança com o clã de vampiros, Maia convidou Lily e os outros vampiros do clã. Ela foi vista conversando com Aline e abraçou Simon quando ele apareceu no casamento. Maia e Bat estavam aparentemente fazendo esforços para retomar seu antigo relacionamento quando foram vistos de mãos dadas perto do lago.[5]

Paz Fria

Pouco depois das consequências da guerra, surgiu uma aliança aparentemente improvável entre Maia, Lily e Alec.[6] A parceria prosseguiu por anos, estendendo-se para incluir Jace e Clary, que assumiram como novos líderes do Instituto de Nova York. Juntos, o grupo frequentemente se encontrava em uma sala de estratégias do Instituto. A maioria das questões que resolveram envolvia disputas resultantes das consequências da Paz Fria, como batalhas sobre territórios retirados das fadas.

Embora seu relacionamento com Bat fosse tentativo, eles trocaram anéis de compromisso em algum momento antes de 2012. Juntos, o casal continuou seus esforços para restabelecer a Praetor Lupus enquanto, depois de obter seu GED, também cursou uma graduação em administração de empresas no Brooklyn College.[7][8] Ela considerou abrir uma boate com Bat. Depois de restabelecer com sucesso a Praetor, ela obteve uma segunda tatuagem da planta wolfsbane, Acônito.[8]

Personalidade e Traços

Maia é uma lobisomem corajosa, determinada e entusiasmada, muitas vezes descrita como uma lobisomem obstinada que é apaixonada por aqueles que ela ama. Maia também é sarcástica e bastante bem-humorada. Afirma-se que é difícil ganhar sua confiança. Por causa de suas experiências com seu irmão mais velho abusivo, que geralmente ficava impune porque ele parecia tão inocente para seus pais, Maia é inicialmente cautelosa com as pessoas bonitas, como é reforçado quando ela teve uma aversão instantânea a Jace.

Descrição Física

Codex Maia

Maia desenhada por Clary Fray (Cassandra Jean) em sua cópia do Códex.

Maia Roberts é uma adolescente afro-americana curvilínea com a pele castanho clara, olhos cor de âmbar, e cabelo encaracolado castanho-dourado. Ela tem uma tatuagem de uma borboleta nas costas e outra de uma ilustração botânica do Aconitum. Ela tem uma grande cicatriz em seu pescoço de onde ela foi mordida.

Competências e Habilidades

  • Licantropia: Sendo uma lobisomem, Maia possui a habilidade de se transformar em um lobo. Junto com a capacidade de mudar, ela ganhou maior força e velocidade, mais graça em seus movimentos e habilidade de cura acelerada.

Relacionamentos

Interesses Amorosos

Tarot 18

Maia and Kyle

Você é minha agora. Sempre será minha.

–Jordan para Maia depois de transformá-la, Cidade das Cinzas

Jordan Kyle era o namorado de Maia. Na primeira vez que namoraram, Jordan foi transformado em lobisomem. Impulsionado pelas mudanças que ele experimentava como um novo lobisomem, Jordan tornou-se abusivo e temperamental, assustando Maia. Em sua primeira lua cheia, Jordan mordeu e transformou Maia. Embora Jordan não tivesse controle sobre si mesmo e imediatamente se arrependeu, a Praetor Lupus impediu-o de vê-la.

Anos após seu último encontro, Jordan encontrou Maia com um novo vampiro, Simon, a quem ele aceitou como uma tarefa para a Praetor, para que ele pudesse estar perto de Maia. Eventualmente, eles se reuniram, amargamente, como Maia ainda tinha rancor contra ele por transformá-la e depois desaparecendo. Eventualmente, porém, Maia o perdoou e eles se tornaram amigáveis ​​e reconciliados com seus amigos, embora Maia ainda lutasse internamente em relação a seus sentimentos por ele. Depois de compartilhar um beijo e viajar para a Praetor Lupus juntos, eles finalmente repararam seu relacionamento e voltaram a ficar juntos.

No entanto, Maia se viu incapaz de esquecer completamente as coisas que ela associou à Jordan por tanto tempo. Ela sentiu que Jordan a via como parte de seu caminho para o perdão e redenção e decidiu se separar dele. Antes que ela pudesse contar a ele, ele morreu nas mãos de Sebastian Morgenstern.

Bat diz que não devo ser tão dura com você. Ele diz que eles fazem coisas estúpidas quando as meninas estão envolvidas. Especialmente um geek que anteriormente não teve muita sorte com as mulheres.

–Maia para Simon, Cidade dos Anjos Caídos

Maia parecia se dar bem com Simon mais fora do grupo, e desenvolve uma queda por ele. Embora mais tarde – depois de ser atacada por um demônio – ela descobre que ele é um vampiro, ela quis matá-lo explicando que vampiros e lobisomens tinham uma história de não se dar bem. Mas quando Maia deixa o apartamento de Luke para ver Simon para se desculpar por quase atacá-lo, ela é sequestrada por Valentim Morgenstern para que ele possa usar seu sangue de lobisomem em um feitiço, e então ele sequestra Simon logo depois. Mais tarde, parece que os dois haviam acendido seu relacionamento, como os dois estavam conversando. Depois que a Guerra Mortal terminou, eles foram para a festa da vitória juntos.

Por um tempo, ela estava em um relacionamento não exclusivo com Simon, que também estava namorando Isabelle ao mesmo tempo de forma semelhante. Ela e Isabelle descobriram a "traição" de Simon em uma das apresentações de sua banda e ambas terminaram com ele. Eventualmente, ela parou de zombar dele, e até admitiu que Simon tecnicamente não as enganou. Os dois permaneceram bons amigos e fortes aliados.

Bat e Maia namoraram por um breve período depois que Maia chegou a Nova York. Com a dor de suas experiências com Jordan ainda bastante fresca, sentiu que não estava pronta para um relacionamento sério e terminou com Bat. Bat deu-lhe o espaço dela e até começou a namorar uma feiticeira chamada Eve. Mais tarde, após a morte de Jordan, Bat consolou e ficou com Maia durante todo o seu sofrimento, bem como quando Maia se tornou a nova líder da matilha. Lentamente, o casal reavivou seu relacionamento até um ponto em que Maia se sentiu confortável o suficiente para pelo menos deixar Bat segurar sua mão.

Família

Daniel era o irmão mais velho de Maia que costumava abusar dela antes de sua morte. Quando Daniel morreu em um acidente, Maia não conseguiu chorar por ele.

Maia não parecia particularmente próxima ou ligada a seus pais, que favoreciam Daniel, desconhecendo seu verdadeiro comportamento. Quando Maia tentou convencer seus pais de seu comportamento abusivo, eles não acreditaram nela.

Aparições

Galeria

Curiosidades

  • Maia tem um amor por discos de vinil, sempre arranjando tempo para assistir a concertos e visitar lojas de discos em busca de adições à sua extensa coleção de álbuns.[8]
  • Aparentemente, enquanto nem parecia estar ciente, meses antes de serem formalmente apresentadas, Maia havia encontrado Clary no Clube Pandemônio na noite em que ela viu os Caçadores de Sombras matarem um demônio. Maia estava dançando quando Clary, apontando para Jace e Alec Lightwood, quase a atingiu. Maia olhou para ela e Clary se desculpou.[9]
  • Em algumas cópias antigas da Cidade das Cinzas, Daniel é referido como o irmão gêmeo de Maia.
  • Maia ficará com Bat.[10]

Referências

Lobisomens
Alaric † | Amabel | Bat Velasquez | Casper Sterling † | Conrad | Consuela Jensen | Elliot | Erik | Gabriel | Gregg † |
Gregory Jensen | Gretel † | Jordan Kyle † | Joseph † | Justine † | Kito | Leila Haryana | Luke Garroway | Maia Roberts | Marcy | Max Lincoln | Nick † | Pete | Praetor Scott † | Ralf Scott † | Rufus Hastings † | Theo † | Steve | Véronique | Woolsey Scott
Esta página utiliza conteúdo de um artigo da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.