FANDOM


Outras versões
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Luke Garroway
CJ Flowers, Luke
Informação Biográfica
Nome
Completo
:

Lucian Graymark

Nascimento: 1970[1]
Idade: 38 (em 2008)[1][2]
Status: Vivo
Afiliação
Espécie:
Ocupação:

Vendedor de livros

Título:

Líder de matilha (Nova York e Brocelind) (anteriormente)

Residência:

Manhattan, Nova York

Lealdade:
Relacionamentos
Familiares
Conhecidos
:
Parabatai: Valentim Morgenstern † (anteriormente)
Descrição Física
Gênero: Masculino
Cor do
Cabelo
:
Castanho
Cor dos
Olhos
:
Azuis
GALERIA
... então se orgulha em ser um menino humano normal, mas ainda é o que é. Assim como eu. Quanto mais tentar sufocar sua verdadeira natureza, mais ela o controlará. Seja o que é. Ninguém que o ama de verdade vai deixar de amar por isso.

–Luke para Simon, Cidade dos Anjos Caídos


Luke Garroway, nascido Lucian Graymark, é o marido de Jocelyn Fray e padrasto, assim como também o homem que criou sua filha, Clary. Ele é um lobisomem que foi inicialmente um Caçador de Sombras e um membro do Ciclo, antes de ser traído por seu parabatai, Valentim Morgenstern.

Biografia

Vida Pregressa

Lucian Graymark cresceu em Idris com seus pais e irmã mais velha, Amatis. Quando ele era ainda muito jovem, sua mãe abandonou a família para se tornar uma Irmã de Ferro, deixando Luke para ser criado por sua irmã. Conhecendo-a quando era jovem, Luke se tornou amigo de Jocelyn Fairchild. Quando eles atingiram idade suficiente, ambos foram enviados à Alicante para treinar e adentrar na Academia. Apesar dos estudos, Luke era fraco e ficou depressivo e envergonhado, muitas vezes pensando em desisitir.

Em certo ponto, Valentim Morgenstern, um estudante popular da academia que estava um ano na frente dele, se ofereceu para ensinar Luke. Com a ajuda de Valentine, ele eventualmente melhorou. Luke, junto com os outros “desajustados” que Valentine ajudou, adorou-o e colocou-o num pedastal.

Ele tinha dezesseis anos quando percebeu que tinha sentimentos por Jocelyn; apesar de nunca ter tomado partido, isso se tornou evidente para os outros.

O Ciclo

Mais à frente, o grupo de pessoas que Valentine tomava conta cresceu, e quando Luke tinha dezessete anos, O Ciclo foi formado. Ele e Valentine também haviam se tornado parabatai, e ele se tornou o braço direito de Valentine e seu conselheiro mais confiável.

Quando o pai de Valentine morreu, Luke notou as mudanças nele, sua gentileza era agora intercalada com picos aleatórios de raiva. Ele queria acreditar que era apenas por conta do luto, então ele permaneceu paciente e continuou tentando agradá-lo. Luke também notou que o luto de Valentine tinha despertado a simpatia de Jocelyn, a qual não um membro do Ciclo. Quando eles se apaixonaram, ele ficou com o coração partido, mas não fez nada, como ambos eram seus melhores amigos.

Depois da escola, Jocelyn e Valentine se casaram; Luke havia sido o padrinho de seu casamento. Embora o Ciclo continuasse crescendo, ele ficou desconfortável com a nova direção para qual Valentine estava levando o grupo, principalmente suas ações contra os Seres do Submundo. Apesar das suas dúvidas, ele não poderia decepcionar Valentine, então permaneceu do seu lado; em partes por causa de Jocelyn, a qual esperava que ele pudesse ajudar a “controlar” o Ciclo.

Licantropia

Quando Jocelyn engravidou, ela contou para Luke sobre isso e também sobre seu crescente medo de Valentine. Ele o confrontou, mas Valentine simplesmente riu das preces de Jocelyn. Valentine então o convidou para ir caçar naquela noite, para continuar matando o ninho de lobisomens que havia matado seu pai. Enquanto atacavam o ninho, Luke, esperando que Valentine o protegesse, foi mordido por um lobisomem.

Enquanto Luke se recuperava da mordida, ele estava incerto se a mordida seria o suficiente para o infectar com Licantropia. Em certo ponto, ele procurou Amatis, esperando abrigo da família, mas foi mandado embora. Ele, junto com Valentine e Jocelyn, não contou para ninguém durante as semanas enquanto esperavam pela lua cheia. Quando ele se Transformou, três semanas após o ataque, Luke ficou aterrorizado. Valentine o levou para a floresta e, optando por não matá-lo, o entregou a adaga de seu pai, dizendo para que fosse honrado, e se matasse. Valentine desde então fez todos acreditarem que Luke havia tirado a própria vida.

Ao contrário, Luke caçou o lobisomem que o Transformara, esperando matar o lobisomem e ser morto no processo. O lobisomem era o líder da matilha da Floresta Brocelind. Luke lutou com ele e o derrotou, porém, pela lei, tomou seu lugar como líder da matilha. Luke tomou essa posição e começou uma nova vida.

A Ascensão

Luke ficou animado e aliviado quando Jocelyn o procurou, que descobriu sobre sua sobrevivência a partir de Ragnor Fell. Ela veio para avisar que os rumores sobre sua sobrevivência se espalharam em Alicante, então quando Valentine chegou logo depois, ele e seu bando se esconderam. Ele continuou vendo Jocelyn em segredo, e juntos, eles começaram a planejar um contra-ataque à Ascensão de Valentim. Eles contataram os Seres do Submundo, todos os quais assinaram os Acordos, avisando-os para se prepararem.

Quando os Acordos foram assinados, Luke se escondeu no celeiro de Amatis. No dia da assinação, Luke se escondeu enquanto Jocelyn e Valentine iam para Alicante, e os seguiu com seu bando. Quando a luta começou, os lobisomens eram os primeiros atrás da porta. Luke foi direto em Valentine, esperando ser aquele que iria matá-lo. Empunhando a adaga que Valentine o dera, eles lutaram. Depois de um tempo, Jocelyn apareceu e tentou pará-los. Valentine pegou Jocelyn, segurando uma faca em sua garganta, forçando Luke a parar. Ele então jogou o medalhão de Jocelyn em Luke, e a corrente de prata o queimou.

Na distração de Luke, Valentine fugiu, levando Jocelyn com ele. Eventualmente, ele encontrou Jocelyn sozinha, e Valentine havia desaparecido. Juntos, eles foram para a Mansão Fairchild, o qual eles encontraram queimado com fogo demoníaco, e quatro corpos: os pais de Jocelyn, e quem eles acreditaram ser Valentine e Jonathan.

Vidas mundanas

Uma semana depois, eles fugiram para Idris e foram para Paris, onde mantiveram distância do instituto local, como Jocelyn não queria ter mais nada a ver com os Nephilim e o Mundo das Sombras. Quando Jocelyn contou que estava grávida de novo, Luke, que amava Jocelyn a anos, se ofereceu para casar-se com ela e cuidar dela e da criança. Jocelyn, porém, presumiu que ele estivesse fazendo caridade e recusou. Jocelyn então partiu sem dizer-lhe para onde iria, mas não antes de dizer que achava que Valentine ainda estava vivo.

Luke voltou para Idris então, para seu bando em Brocelind Forest, onde ele não mais se sentia em casa. Quando o Nono Acordo estava para ser assinado após a Revolta, Luke foi para Alicante para assiná-lo. Ele continuava a sentir falta de Jocelyn, portanto foi procurá-la, mandando que os Sub-Mundanos dessem notícias sobre ela em cada cidade que visitava. Ele voltou para Paris, foi para Londres, antes de ir para Boston. Por um tempo, Luke ficou em Nova York, viajando de vez em quando e se escondendo nas Montanhas Brancas em New Hampshire.

Demorou uns cinco anos depois de tê-la visto pela última vez para encontrá-la. Pensando nos Caçadores exilados em Nova York, Luke retornou. Finalmente, em Soho, ele viu uma pintura numa galeria e reconheceu como sendo de Jocelyn. Quando viu que Jocelyn estava usando o sobrenome Fray, ele a encontrou morando no East Village. Lá, ele se encontrou com a jovem Clary, e Jocelyn. Como havia sentido falta dele, Jocelyn permitiu que ele ficasse por uma noite. Luke imediatamente criou laços com Clary. No entanto, Jocelyn apenas permitiria que ele fizesse parte de suas vidas se ele prometesse cortar relações com o Mundo das Sombras, e ele concordou. Ele comprou uma livraria e se instalou em Nova York como o mundano Luke Garroway.

Luke rapidamente se tornou próximo de Clary, agindo como um tio e pai “penetra” para ela. Ele logo comprou uma fazenda no interior onde eles as vezes ficavam no verão. Quando Jocelyn decidiu levar Clary para Magnus Bane e apagar suas memórias sobre o Mundo das Sombras, Luke não concordou, embora não ter discutido com medo de que ela partisse de novo ou mandasse-o embora. Por anos, Luke achou que Jocelyn não sentia o mesmo por ele.

Retorno de Valentim

Em 2007, quase dois anos após Clary ter suas memórias apagadas pela última vez por Magnus, Jocelyn não conseguia contatá-lo. Com medo do que ou quem Clary pudesse ver, eles foram para a fazenda de Luke, frustrando Clary que tinha planos.

Antes de poderem partir, no entanto, Jocelyn foi atacada e sequestrada. Luke foi para o apartamento delas um tempo depois de Clary ter chegado e partido, e salvou algumas das coisas delas. Luke previu que Valentine iria atrás dele em seguida, então, para mantê-la salva, disse para Clary não procurar a ajuda dele. Como previsto, Samuel Blackwell e Emil Pangborn foram atrás dele logo depois, procurando pelo Cálice Mortal.

Quando o melhor amigo de Clary, Simon, procurou por ele perguntando pelos Frays, ele disse que elas estavam visitando um parente doente no interior. Sem o conhecimento dele, Simon o observou por três dias e o viu com armas.

Luke rapidamente procurou pelo bando mais próximo, sabendo que precisava de vantagens se quisesse ter uma chance contra Valentim. Quando ele encontrou a matilha local, ele matou Gabriel, o líder, para ganhar a liderança.

Clary e Jace, que acidentalmente se transportaram para a livraria porque Luke tinha sido o último a entrar lá, assim como Simon, se esconderam em seu apartamento e testemunharam Luke chegando em casa, Pangborn e Blackwell com ele. Os dois estavam o interrogando, perguntando sobre o Cálice e a filha de Jocelyn, a qual Valentine acreditava ser dele. Insistindo que ele não sabia onde o Cálice nem a filha estavam, e que ele não se importava com Jocelyn para negociar, eles foram embora.

Então, Luke enviou lobisomens de seu bando para seguir e proteger Clary. Quando eles foram presos pelos vampiros no Hotel Dumort, os lobisomens a salvaram.

Logo depois, Luke salvou Clary de Hodge Starkweather, que teria sido morto se Luke não estivesse mais preocupado com Clary. Ele a levou para o QG do bando, uma delegacia abandonada em Chinatown, para ser cuidada. Ele então contou sua história e seus planos para Clary, para que ela confiasse novamente nele. Quando perceberam que Valentine provavelmente estava em Renwick, eles, junto com o bando, foram atrás de Valentine e Jace.

Uma vez lá, o bando de Luke que jurou servi-lo e protegê-lo, lutaram contra o exército de Renegados, enquanto Luke e Clary iam para as ruínas. Lá, finalmente encontraram Jocelyn. Luke também se reencontrou com Valentine, que provocou ele, Clary e Jace com mentiras. Durante o confronto, Luke enfrentou Blackwell e Pangborn, os quais ele matou, e finalmente, Valentine. Luke tentou obrigar Valentine a entregar o Cálice; desde que estava em Idris, Luke, tomando o lugar de Jace, se voluntariou para guardá-lo lá através de um Portal, ameaçando matá-lo se ela não fizesse o que ele queria. No entanto, Alaric, seu braço direito, insistindo que estivesse lá para proteger Luke, chegou e foi morto por Valentine. Luke então cuidou de Alaric, e Valentine fugiu.[3]

A Guerra Mortal

Luke deixou Clary morar com ele, no quarto que já era dela a anos. Agora com junto de Jocelyn, que ainda estava inconsciente, Luke passou a maior parte do tempo no hospital cuidando dela. Luke conversava com ela, sem dormir e sem comer de preocupação.

Ele também começou a levar suas responsabilidades como líder do bando de Nova York mais a sério. Quando Maia, uma novata em seu bando, e Simon foram sequestrados por Valentine para serem usados em seu ritual, Luke estava junto daqueles que foram atrás de seu navio para resgatá-los.[2]

Quando Clary insistiu que fosse pessoalmente para Idris procurar por Ragnor Fell e uma cura para Jocelyn, Luke tentou fazê-la mudar de ideia. No entanto, quando Madeleine Bellefleur foi morta, Clary se fechou e criou seu próprio Portal para Idris, levando Luke com ela. Eles se Teletransportaram direto dentro do Lago Lyn, e Clary por engolir a água do lago, começou a ter delírios. Luke e Clary foram para Alicante, e ele a levou para Amatis para ser curada. Ele então foi para a Floresta Brocelind procurar pelo seu antigo bando e pedir apoio caso fosse necessário contra Valentine.

Quando a Clave começou a agir, Luke foi um dos que defendeu a ideia de unir os Seres do Submundo e Caçadores de Sombras e se opôs a ideia de render-se à Valentim. Luke, esperando que o Mundo das Sombras se tornasse uma comunidade em que Sub-Mundanos e Caçadores vivessem em paz, se tornou o líder da campanha do Sub-Mundanos para terem lugar no Conselho, dando à Clave uma condição caso quisessem a ajuda dos Seres do Submundo.

Quando Clary desenhou em si mesma uma nova runa que mostrava ao espectador a pessoa amada, Luke viu Jocelyn. Quando Jocelyn finalmente acordou, eles se reencontraram mas estavam ocupados demais com os problemas ao redor. Luke disse à Jocelyn que Clary devia saber tudo sobre o passado da mãe ouvindo da mesma. Ele também a alertou para não aparecer na reunião da Clave para que não causasse nervosismo.

Quando Clary apresentou a Runa da Aliança para os Caçadores e Sub-Mundanos usarem, Magnus e Meliorn pediram para Jocelyn e Luke mostrarem que a runa era segura, para que então eles fossem parceiros na batalha. Quando Raphael Santiago negociou a ajuda dos vampiros e um lugar no conselho em troca de Simon, Luke, Jocelyn e Clary recusaram. Eles decidiram não contar ao Luke quando Simon, agora carregando a Marca de Caim, foi se encontrar com Raphael.

Depois da luta, a qual foi nominada Guerra Mortal, que durou apenas alguns minutos devido a combinação das forças dos Caçadores e Seres do Submundo, Luke, Jocelyn e alguns outros compareceram ao funeral de Valentim. Como não Jace não fora, Luke o procurou para dizer que não tinha problema por sua morte, pois ele era o único pai que Jace conhecia.

O Novo Conselho

Luke, sendo o líder na colocação dos Sub-Mundanos no Conselho, foi nominado representante dos lobisomens no Novo Conselho, mas para isso ele deveria ficar em Alicante para sempre. Luke achou a proposta boa e pensou em vender sua livraria em Nova York. Quando ele contou à Jocelyn, também admitiu que a amava a anos. Pensando que Jocelyn não retribuiria os sentimentos, ele disse que não precisariam falar sobre isso nunca mais já que ele estava partindo, e partiu. Após sua partida, Amatis confrontou Jocelyn e percebendo que ela o amava também, disse para que fosse atrás dele.

Na festa da vitória naquela noite, Luke compareceu com Jocelyn, ambos agora claramente sendo um casal.[4] Apesar de ter optado por ficar em Nova York, Luke ainda tinha seu lugar no Conselho. Após apenas seis semanas, Luke e Jocelyn ficaram noivos e marcaram o casamento para Outubro daquele ano. No meio do planejamento, seu bando deu uma festa para Luke.[5] No entanto, os planos de Lilith interromperam os planos, e Jocelyn, desolada devido à ressurreição de Sebastian, decidiu adiar o casamento por tempo indeterminado.

Quando Sebastian e Jace procuraram Luke com a intenção de levar Clary com eles, Luke foi severamente ferido por Sebastian por algo que Jocelyn acreditava ser uma adaga de prata. Jocelyn o levou até seu bando, esperando que pudessem curá-lo, mas conforme eles tentavam remover a ponta da lâmina, ela se movia, causando mais danos aos órgãos, levando a descobrir que era na verdade metal demoníaco. Esperando que pudessem encontrar a cura na livraria da Praetor Lupus, Jordan e Maia viajaram até a Sede da Praetor. Após descobrirem que Luke era o representante dos lobisomens no Conselho, Praetor Scott foi encorajado a ajudá-los, pois Maia prometera que a Praetor teria voz no Conselho. Com o acordo fechado, a pomada foi dada a eles e levada a Luke, que vagarosamente se curava.

Enquanto descansava, Jocelyn disse que se ele tivesse falado sobre seus sentimentos antes, ela teria casado com ele ao invés de Valentine, e as coisas teriam sido diferentes e melhores. Mas Luke disse que não se arrependia de como as coisas tinham acontecido, pois no final, eles tinham a Clary.[6]

A Guerra Maligna

Enquanto Sebastian e seu exército de Crepusculares atacavam Institutos ao redor do mundo, Luke, junto com sua família e os moradores do Instituto de Nova York voltaram à Idris, onde ele, Jocelyn e Clary ficaram na casa de Amatis. Luke estava devastado pois sua irmã havia sido capturada e Transformada pelo Cálice Infernal, mas mesmo assim participava das reuniões do Conselho para decidirem como lidariam com a guerra que chegava.

No jantar feito para os representantes do Submundo, Luke, Jocelyn, Magnus e Raphael foram drogados e levados para Edom como reféns. Eles foram resgatados por Clary, Jace, Simon e os irmãos Lightwood e retornaram à Idris graças ao Demônio Maior Asmodeus. Quando Clary matou seu irmão e Jace destruiu o Cálice Infernal, a Guerra Maligna terminou, mas não sem perdas: com o Cálice destruído, todos os Caçadores Demônios morreram, incluindo Amatis, o que causou grande dor em Luke.

No mês de Maio seguinte após a guerra, Luke e Jocelyn casaram-se na Fazenda Três Flechas, numa cerimônia para todos os seus amigos e aliados.[7]

Personalidade e traços

Codex Luke

Luke é gentil, doce, calmo e justo. Ele também é muito leal àqueles que ama. No geral, pode ser descrito como uma figura de pai, não apenas para Clary mas também com seu bando de lobisomens e Simon, já que ele está sempre tentando ajudar aqueles que precisam.

Descrição física

Luke tem uma figura “áspera”, com olhos azuis e cabelos castanhos bagunçados. Ele é alto, com ombros quadrados, e uma postura levemente curvada. Ele também usa óculos e muitas vezes camisa de flanela.

Competências e habilidades

  • Licantropia: Como lobisomem, Luke possui a habilidade de se transformar num lobo. Ele também contém força e velocidade aprimoradas, movimentos graciosos e regeneração, sendo na forma humana ou como lobo.
  • Boa Pontaria: Como Caçador de Sombras, Luke tinha uma ótima visão e mira, e sua especialidade era no arco. Mesmo como lobisomem, Luke ainda guardou sua arma.

  • Fisiologia Nephilim: Quando ele era um Nephilim, Luke possuía uma série de habilidades físicas e mentais aprimoradas, dadas à ele pelo sangue de Raziel e também pelas Marcas angelicais do Livro Gray. Ele também tinha poderes únicos da espécie, como ter a ajuda do poder dos anjos pela lâmina serafim. Isso inclui força, agilidade, energia e coordenação aprimoradas, a última sendo aprimorada através do tempo e prática.
  • Magia Rúnica: Como Caçador de Sombras que tinha sangue de anjo, Luke uma vez pôde fazer uso das runas, as quais ofereciam vários poderes e outros efeitos que serviam para aperfeiçoar a batalha. Logo depois de se tornar um integrante do Submundo, no entanto, as marcas Nephilim perderam o efeito, e Luke não consegue mais suportá-las, tirando a Runa da Aliança.
  • Manejo de Espada: Luke foi treinado desde criança a lutar com espadas, embora não fosse um lutador muito bom.

Relacionamentos

Luke conheceu Jocelyn desde que eram jovens e foram bons amigos enquanto cresciam. Embora Luke tenha nutrido sentimentos por ela, ele nunca tomou partido, especialmente quando Jocelyn e Valentine começaram a namorar. A amizade continuou, mesmo depois de Jocelyn e Valentine terem se casado, e quando a escuridão em Valentine se tornou evidente, ele foi para quem Jocelyn pediu ajuda. Depois que Luke foi Transformado, ela cuidou dele, relutando em acreditar que ele estava morto.

Quando Luke se ofereceu para casar-se com ela depois da Revolta, ele fez por amor, mas Jocelyn não sabia e recusou. Depois que se separaram, Luke não conseguia esquecê-la e foi procurá-la. Quando ele a encontrou em Nova York, ele ficou animado e optou por deixar sua vida no Mundo das Sombras para trás para estar com ela.

Embora tenha levado anos, Luke disse à Jocelyn que a amava um tempo depois de ela ter acordado do coma. Após algumas semanas, eles ficaram noivos, e se casaram depois da Guerra Maligna.

Luke e Clary têm uma relação muito amável e confiável. Mesmo antes de Clary nascem, Luke queria criá-la. Quando eles se conheceram em Nova York, logo ficaram próximos. Ele se tornou parte de sua vida durante seu crescimento, e Clary via Luke como um tipo de padrasto, chamando-o de Tio Luke até os quinze anos. Quando ela conheceu seu verdadeiro pai, Valentine, anos depois, Clary sabia que Luke era o pai que ela conhecia, e ele realmente era.

Luke e Valentine eram parabatai. Valentine criou amizades com ele quando eram jovens, e Luke se tornou seu amigo mais leal do Ciclo. Como Luke o adorava no início, ele começou a perceber mudanças após a morte do pai de Valentine. Quando Luke começou a questioná-lo, acabou se tornando o alvo de sua paranoia, o suficiente para que fosse jogado aos lobisomens. Quando Luke se Transformou, a ligação parabatai deles se quebrou, e Valentine virou as costas à ele, dizendo para Luke tirar sua própria vida.

Quando a Revolta chegou, Luke foi atrás de Valentine, esperando ser aquele que iria matá-lo. Quando ele retornou anos depois de sua suposta morte, o antagonismo continuou; ambos se viam como monstros. Quando Valentine morreu, no entanto, Luke compareceu ao seu funeral.

Aparições

Galeria

Veja mais imagens aqui

Etimologia

Seu nome mundano Garroway é derivado de loup-garou, que significa lobisomem em Francês.[8]

Curiosidades

Referências

Família Graymark
Amatis Herondale † | Edgar Graymark | Irmã Cleophas | Jocelyn Fray | Luke Garroway | Valentina Graymark
Lobisomens
Alaric † | Amabel | Bat Velasquez | Casper Sterling † | Conrad | Consuela Jensen | Elliot | Erik | Gabriel | Gregg † |
Gregory Jensen | Gretel † | Jordan Kyle † | Joseph † | Justine † | Kito | Leila Haryana | Luke Garroway | Maia Roberts | Marcy | Max Lincoln | Nick † | Pete | Praetor Scott † | Ralf Scott † | Rufus Hastings † | Theo † | Steve | Véronique | Woolsey Scott
Esta página utiliza conteúdo de um artigo da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória