FANDOM


ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Outras versões
Você poderia ter qualquer outra coisa no mundo... E você me escolheu.

–Jace para Clary, Beside Still Water

Jace Herondale, também conhecido como Jace Wayland, é um Caçador de Sombras especialista e letal - um soldado qualificado em sua guerra contra demônios.

Biografia

Vida Pregressa

Jace Herondale é o filho biológico de Stephen e Céline Herondale. Stephen foi morto enquanto servia no Ciclo e Céline morreu pouco depois, enquanto estava grávida de nove meses de Jace. Como vingança contra a Clave, Valentim Morgenstern tirou Jace do útero de sua mãe morta.[1]

Jace foi criado por Valentim, mas foi levado a acreditar que ele era o filho de Michael Wayland — a quem Valentim se disfarçou usando a runa de metamorfose — e que sua mãe morreu quando ele era um bebê. Quando tinha dez anos, Valentim fingiu sua morte,[2] levando o jovem Jace a acreditar que ele foi morto por Valentim e em parte por causa da Ascensão do Ciclo. Jace foi então adotado pelos Lightwoods e desde então tem sido criado no Instituto de Nova York com outros Caçadores de Sombras. Ele e as crianças Lightwood passaram a tratar-se uns aos outros como irmãos,[3] e ele foi tratado como um filho por seus pais, especialmente Maryse.[4] Ele se tornou particularmente próximo de Alec Lightwood, que eventualmente se tornou seu parabatai.[5]

Ainda acreditando que seu pai, Michael, foi morto, Jace torna a sua missão de vida buscar vingança sobre as pessoas responsáveis.

Ajudando Clary

Uma noite, Jace decidiu seguir um dos demônios que mudam de forma que tem matado os mundanos, e drenando seu sangue. Alec queria obter a aprovação da Clave para a missão, mas Jace insistiu que não era necessário. Com Alec e Isabelle, ele seguiu o demônio ao Clube Pandemônio.

Lá fora, Jace encontrou uma garota que o enxergou, apesar do Glamour que o fizesse invisível para os mundanos. Seu interesse foi despertado, ainda mais quando a menina continuou a segui-los até a boate. Com Isabelle como uma distração para os outros demônios, Jace confrontou o demônio-vendedor de sangue; o mesmo recusou-se a dizer-lhes o nome de seu empregador, e uma briga começa. Jace manteve a menina longe do perigo, e depois que ele, Alec e Izzy derrotaram os demônios, a menina fugiu. Uma vez que uma lâmina serafim iluminou-se sobre o toque dela, ele tornou-se confiante de que ela era uma Caçadora de Sombras como eles.

Jace a seguiu até a casa dela, onde ela estava sendo atacada por um demônio que troca de forma Ravener exigindo o Cálice Mortal. Ele a salvou, notando que ela tinha sido picada e potencialmente envenenada, levou-a de volta para o Instituto e marcou-a com uma iratze. Alec desaprovou sua decisão de levá-la, mas Jace insistiu. Ao tentar explicar as coisas para ela, ele estava verdadeiramente surpreendido ao ouvir que Clary era ignorante sobre o Mundo das Sombras, mas parecia entrelaçada com ele mesmo assim.

Jace então escolta Clary para fora do Instituto, quando um membro do Ciclo chega e chama-a de "Clary Fairchild" com a intenção de levá-la. Jace o matou em nome de seu pai e acompanhou Clary e seu amigo mundano Simon para o Instituto, com a promessa de que iria ajudá-la a encontrar sua mãe.[6] Jace decidiu apresentá-la ao seu treinador e ex-membro do Ciclo, Hodge Starkweather, para lhes contar sobre o Ciclo e o que está acontecendo.

Em uma tentativa de recuperar suas memórias aparentemente bloqueadas, Jace sugeriu que Clary fosse levada para a Cidade dos Ossos. Embora os outros inicialmente estivessem relutantes, Clary concordou. Jace a acompanhou, e Clary soube que ela era filha de Valentim.[3] Ela também viu que um homem chamado Magnus tomou suas memórias quando criança. O grupo atraiu Magnus para fora de seu esconderijo com uma festa e enquanto o feiticeiro inicialmente se recusava a ajudá-los, ele finalmente concordou quando o grupo o ajudou a lutar contra os membros do Ciclo que atacaram seu refúgio seguro. Magnus lhes contou que alimentou o demônio da memória, Valak, com as lembranças de Clary. Eles convocaram o demônio, porém quando Alec entregou uma lembrança "daquele que mais amava", Alec entrou em pânico quando mostrou uma memória de Jace. Por causa do selo de invocação quebrado, o demônio atacou e agarrou Jace. Com sua vida em risco, Clary decidiu sacrificar suas memórias e baniu o demônio para salvá-lo.[7]

Com a ajuda de Luke, eles foram finalmente capazes de recuperar o Cálice para a Clave. Durante a busca, Jace e Clary também se aproximaram e desenvolveram sentimentos um pelo outro, culminando em um beijo no meio do Instituto, depois que Clary pensou ter matado Jace.[8]

Durante um incidente, Jace, Clary e Isabelle ajudaram o Seelie Meliorn a escapar das mãos dos Caçadores de Sombras que o levavam para a Cidade dos Ossos para interrogatório. Em dívida com eles, Meliorn os ajudou a encontrar Valentim com o fragmento de Portal de Clary. Ele abriu uma porta para outra dimensão que os levaria a Valentim. Embora Meliorn tivesse Jace junto a ele no início, quando um demônio Ravener foi capaz de atravessar o portal para a outra dimensão, Meliorn permitiu que ele fosse até Clary. Lá, Jace foi gravemente ferido e envenenado pelo demônio, no entanto eles encontraram o Portal levando-os ao esconderijo de Valentim bem a tempo. Uma vez lá, eles encontraram o pai de Jace, Michael Wayland, preso.[9] Eles o libertaram, e juntos eles se teletransportaram para o Jade Wolf para pedir ajuda aos Submundanos para curar Jace.

Em sua busca por Valentim e Jocelyn, Michael disse-lhes que Valentim estava se escondendo em Renwick. Lá, ele tem uma grande decepção quando, depois de ter recebido um Cálice falso por Clary, Valentim revela sua runa de metamorfose e diz a Jace que ele era seu verdadeiro pai e que apenas havia se disfarçado como Michael Wayland o tempo todo. Ele disse a Jace e Clary que eles eram ambos seus filhos e, portanto, eram irmãos.[2]

Quando Hodge os traiu dando o Cálice a Valentim, Jace e os outros o caçaram. Jace encontrou-se com Valentim, mas não conseguiu mata-lo. Quando Valentim mais tarde voltou e ameaçou as vidas de Clary, Isabelle, Alec, Magnus e Simon se ele não se juntasse a ele, Jace concordou, sentindo como se não tivesse escolha a não ser fazer o que ele pediu.[10]

Procurado

Jace tentou escapar de Valentim pouco depois de se juntar a ele e foi severamente punido por isso. Apesar das inúmeras tentativas de Valentim para levá-lo a acreditar em sua causa, Jace permaneceu desiludido. Valentim então levou Jace a acreditar que ele tinha sangue de demônio. [11] Quando Clary foi trazida para bordo do navio de Valentim, Jace foi brevemente convencido depois de uma Clary enfeitiçada dizer-lhe que ele era a chave para salvar o mundo dos Seres do Submundo, mas eles escaparam com a ajuda da amiga feiticeira de Clary, Dot.[12]

Apesar de sua fuga, eles foram separados e acordaram em costas distantes, com Jace terminando perto de Gretel Monroe, uma lobisomem que Valentim matou. Visto por um mundano, Jace tornou-se o principal suspeito em sua morte e foi caçado pelo bando de Gretel que ansiava por justiça. Quando Jace entrou em contato com Isabelle, ele descobriu que Alec estava inconsciente devido a sua última tentativa de rastreá-lo e precisava de sua presença — como seu parabatai — para sobreviver. Com a ajuda dos outros, Jace conseguiu escapar da ira dos lobisomens — particularmente da persistente Maia Roberts — e chegou a Alec a tempo de salvá-lo, mas foi preso depois disso.[5]

Espada da verdade

Ele foi preso na Cidade dos Ossos e foi interrogado por Victor Aldertree — o novo chefe do Instituto que iniciou a caçada por ele — com a Espada-Alma. Por Jace ter lhe dito — obrigado pela espada a dizer a verdade — que ele seria incapaz de prometer fidelidade incondicional a Clave, e que ele acreditava em alguns dos objetivos de Valentim, Aldertree disse-lhe que recomendaria a Clave uma sentença de prisão perpétua para ele. Mais tarde, Valentim infiltrou a Cidade dos Ossos e matou os Irmãos do Silêncio para obter a espada. Jace foi incapaz de ir atrás de Valentim como ele priorizou salvar Aldertree, e o par retornou ao Instituto depois.[13]

Por isso, Jace foi exonerado de seus crimes. No entanto, seus companheiros Caçadores de Sombras no Instituto começaram a olhar para ele com desprezo, acreditando nas palavras de Valentim de que ele tinha sangue de demônio.[14] Jace foi rebaixado por Aldertree e designado a limpar icor — uma tarefa tipicamente dada a novatos. Sabendo que isto era por causa das opiniões pessoais de Aldertree sobre ele e que isso não mudaria tão cedo, Jace saiu e buscou o apartamento de Magnus como um lugar para ficar.[15]

Incapaz de esquecer Clary, Jace começou a retornar aos velhos hábitos e se encontrou com um velho caso, Kaelie, entre suas muitas outras amantes Seelie. Quando Luke lhe disse que Clary precisava de sua ajuda, no entanto, Jace correu para ajudá-los. Em uma tentativa de salvar o anjo Ithuriel de sua prisão, eles foram para o esconderijo de Valentim, levados até lá pela irmã de Luke Cleophas. Jace e Clary foram direto para o telhado, onde Clary corretamente suspeitava que o anjo estava sendo mantido para antecipar o relâmpago que se aproximava. Jace lutou contra os guardas, e Clary conseguiu libertá-lo com uma runa. Ithuriel então segurou suas mãos e as de Clary e deu-lhes uma visão de como destruir a espada.[16] Poucos acreditavam nele e Clary quando eles relataram ter visto o anjo e sua visão.

Em uma festa comemorando a cerimônia da primeira runa de Max, Maia fez as pazes com Jace. Jace, em uma conversa com Max, ficou magoado ao ouvi-lo dizer que ele não era seu irmão, influenciado pela opinião de Maryse sobre ele. Por causa do feitiço posto nas mentes dos caçadores de sombras presentes na festa Iris Rouse, Jace alucinou que Maryse o atacou, verbalmente e fisicamente, quando na verdade Maryse estava tentando se desculpar. Magnus reagiu com sucesso ao feitiço e rapidamente percebeu o que estava acontecendo. Depois que Max recebeu sua primeira runa, Jace reconciliou-se com Maryse e ficou irritado ao ouvir que Robert estava traindo ela.

O grupo finalmente percebeu que Clary tinha sangue puro de anjo e seria capaz de ativar a Espada-Alma. Além disso, por causa de um juramento de sangue que ligou Clary a Iris, ela foi forçada a encontrar Madzie.[17] Clary logo começou a experimentar os efeitos colaterais de não cumprir o juramento de sangue, e Jace levou-a para Magnus para que ele pudesse tentar ajudar. Outros Submundanos também descobriram que Clary poderia ativar a Espada-Alma, tornando-a um alvo, então o grupo começou a caçar Madzie enquanto também protegia Clary dos Submundanos.

Jace conseguiu rastrear Madzie e encontrá-la com Valentim — embora Jace tivesse suas suspeitas de que se tratava de uma armadilha uma vez que ele havia sido capaz de facilmente rastreá-los, ele estava muito desesperado em levar Madzie até Clary e salvar sua vida. Apesar de Clary ter sido curada quando foi tocada por Madzie, ela foi levada por através de um Portal, e Jace, Luke e Simon mais uma vez os seguiram para o esconderijo de Valentim. Embora eles tenham sido capazes de resgatar Clary, Simon foi levado.[18]

Com a sugestão de Dot e a interpretação de Magnus da visão que Ithuriel lhes deu, deduziram que Jace era o Morgenstern demoníaco que poderia destruir a Espada com seu toque, mas que também o destruiria no processo. Com isso em mente, Jace conspirou para tocar e destruir a Espada, algo que Clary era inflexivelmente contra, pensando que iria matá-lo. Jace e Luke foram para o Instituto, que Valentim acabara de infiltrar para ativar a Espada com o núcleo angélico do Instituto, quando Clary chegou, e deixou Clary com Magnus. Outros Submundanos chegaram para proteger o Instituto e atrasar Valentim uma vez que Jace iria destruir a Espada.

Jace se metamorfoseou em Clary, entrou no Instituto e foi entregue a Valentim. Jace viu o estado em que Simon estava e o deixou beber seu sangue, fazendo com que sua runa de metamorfose falhasse e revelasse seu disfarce. Ele e Simon foram capazes de lutar para fugir e logo se encaminharam para o centro, onde a espada estava sendo mantida. Ele não antecipou a chegada de Clary e a encontrou sendo empurrada por Valentim para tocar a Espada. Com a ajuda de Simon, Valentim e os membros do Ciclo que guardavam a Espada foram incapacitados, permitindo que Jace chegasse à Espada. Por causa do sangue puro de anjo, que ele não sabia que tinha, Jace involuntariamente ativou a Espada e testemunhou horrorizado as consequências depois que Valentim usou a Espada para matar o exército de Submundanos que ele e Luke tinham reunido.

Lá fora, Jace parou Valentim antes que ele pudesse matar Luke e confrontou-o pela verdade antes de tentar matá-lo. Valentim disse-lhe que o levou a acreditar que tinha sangue de demônio — mesmo sabendo que Jace também poderia ativar a Espada para ele — porque se Jace pensasse que ele poderia destruí-la em vez de ativá-la iria fazê-lo disposto a tocá-la. Com a "Espada da verdade" ainda nas mãos de Valentim, Jace também descobriu que ele não era seu filho e, portanto, não era irmão de Clary. Jace foi capaz de derrubar Valentim e quase o matou, apenas não o fazendo porque Clary lembrou-lhe que eles precisavam do Cálice, e Valentim poderia ser o único que sabia onde estava. Clary e Jace perceberam mais tarde que a Espada tinha desaparecido.

Jace pretendia dizer a Clary que não eram irmãos, mas hesitou depois de ver Clary feliz com Simon.[19]

Personalidade

Visto como narcisista, lindo, determinado e um caçador de sombras experiente, Jace é um líder nato e é o segundo no comando para Alec, sempre em missão com ele e Isabelle. Jace é teimoso e muitas vezes prefere agir primeiro e pedir permissão mais tarde. Resistente, engenhoso e confiante, Jace destrói demônios com certa facilidade, muitas vezes admirando-se enquanto faz isso.[20]

Ele é incrivelmente leal aos seus aliados e nada consegue pará-lo quando precisa ajudar e protegê-los quando necessário. Como filho adotivo de Maryse e Robert, ele tem um amor feroz por sua família adotiva, especialmente seus irmãos adotivos Alec e Isabelle, a quem ele é visto ser bastante protetor. Muito parecido com a maioria de sua espécie, aparentemente, no entanto, Jace vê o amor e sentimentos como uma distração de sua missão, embora ele não é completamente contra ambos.

Jace é geralmente sarcástico e bem-humorado, mas também é temperamental, como visto em suas recorrentes discussões com Alec, e também pode ser impaciente e irritado facilmente, especialmente por Simon, que ele simplesmente não consegue se dar bem.

Competências e habilidades

  • Fisiologia Nephilim: Sendo Nefilim, Jace possui uma variedade de capacidades físicas e mentais melhoradas concedidos a ele pelo sangue do anjo Raziel em suas veias e também pelas marcas angelicais do Livro Gray. Isso inclui maior força, velocidade, agilidade, resistência e coordenação, que melhora ao longo do tempo e prática.
    • Visão: Como um Caçador de Sombras, Jace é capaz de ver facilmente através da maioria das ilusões mágicas e camadas de glamour sobre a realidade.
    • Magia Rúnica: Devido ao sangue de anjo em suas veias, todos os Caçadores de Sombras são capazes de aplicar runas em sua pele sem qualquer perigo real. Estas marcas, por sua vez, dão efeitos variados que servem para beneficiar o usuário.
    • Uso de armas celestiais: Como um Nefilim, Jace também é capaz de lidar com armas celestiais, tais como Lâminas Serafim, bem como lidar com quaisquer armas ou objetos celestes, com efeitos que normalmente não iriam funcionar para outras espécies. Em particular, estas são ferramentas feitas de Adamas e forjadas pelas Irmãs de Ferro.
  • Vínculo parabatai: Devido ao seu vínculo parabatai com Alec, Jace é capaz de reunir mais força na batalha e para certas magias. As runas desenhadas sobre ele por ou compartilhadas com Alec também dão um efeito consideravelmente mais forte.
  • Excesso de sangue de anjo: Como Clary, Jace tem sangue puro de anjo, devido a um experimento executado nele quando ainda era um feto.
    • Ativação de Runa: Jace é capaz de ativar runas em seu corpo sem ter que usar sua estela. Quando ele faz isso, seus olhos tornam-se dourados.
  • Especialista no combate corpo-a-corpo: Jace é altamente qualificados no combate armado/desarmado.
  • Espadachim especialista: Jace é altamente qualificado e proficiente em esgrima.

Pertences

Relacionamentos

Jace e Clary encontraram-se pela primeira vez fora do Clube Pandemônio, na noite em que a vida de Clary mudou. Eles começaram com uma troca constante de provocações ou observações sarcásticas, mas acabaram por se importar um com outro, especialmente quando Jace se ofereceu para guiar Clary através de sua vida recém-descoberta como Caçadora de Sombras. Jace desafiou a autoridade, e seu relacionamento com sua família e colegas, mais do que o habitual em suas tentativas de ajudar e cuidar de Clary, e apesar de sua visão inicial "de amar é destruir", ele começou a se apaixonar por ela.

TMI300 ClaceS02

Depois de uma missão em conjunto, quando Clary pensou que tinha matado Jace, Clary o beijou, e os dois começaram a se ver. [8] No entanto, a falsa descoberta de que eles eram irmãos parou seu romance em ascensão. Clary imediatamente derrubou seus sentimentos por Jace,[1] e enquanto ela aparentemente seguia em frente com Simon, Jace lutou visivelmente e culpou o sangue demoníaco (que ele foi levado a acreditar tinha) por seu lapso de julgamento—seu amor por Clary como mais do que uma irmã—. Quando Jace descobriu de Valentim que de fato eles não eram irmãos, Jace estava ansioso para contar a Clary, mas decidiu guardar a informação para si quando achou que Clary estava mais feliz com Simon.[19]

Pouco tempo depois, Jace foi forçado a contar a verdade para Clary, uma vez que Valentim lhe deixou sem escolha. [21] Clary permaneceu com Simon, muito para a decepção de Jace. Entretanto nos dias que se seguiram eles passaram a treinar juntos e pouco a pouco viam as fagulhas de seus sentimentos se reacenderem. Quando são enviados para a Corte Seelie, Jace e Simon acabam sendo presos pela Rainha Seelie, que obriga Clary a beijar quem ela mais desejava para poder libertá-los. Clary beija Jace e ele percebe que ela ainda sente algo por ele, só estava adormecido. [22]

TBA

Jace cresceu acreditando que Valentim era seu pai, e ele desenvolveu uma mistura de amor e ódio por ele, reconhecendo que Valentim estava usando e manipulando ele.

Aparições

Aparições Primeira Temporada: 13/13
The Mortal Cup:
Aparece
The Descent Into Hell Isn't Easy:
Aparece
Dead Man's Party:
Aparece
Raising Hell:
Aparece
Moo Shu to Go:
Aparece
Of Men and Angels:
Aparece
Major Arcana:
Aparece
Bad Blood:
Aparece
Rise Up:
Aparece
This World Inverted:
Aparece
Blood Calls To Blood:
Aparece
Malec:
Aparece
Morning Star:
Aparece
Aparições Segunda Temporada: 20/20
This Guilty Blood:
Aparece
A Door Into the Dark:
Aparece
Parabatai Lost:
Aparece
Day of Wrath:
Aparece
Dust and Shadows:
Aparece
Iron Sisters:
Aparece
How Art Thous Fallen:
Aparece
Love is the Devil
Aparece
Bound by Blood:
Aparece
By the Light of Dawn:
Aparece
Mea Maxima Culpa:
Aparece
You Are Not Your Own:
Aparece
Those of Demon Blood:
Aparece
The Fair Folk:
Aparece
A Problem of Memory:
Aparece
Day of Atonement:
Aparece
A Dark Reflection:
Aparece
Awake, Arise, or...:
Aparece
Hail and Farewell:
Aparece
Beside Still Water:
Aparece

Bastidores

Referências

Esta página utiliza conteúdo de um artigo da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.