FANDOM


Para detalhes sobre sua outra identidade, vá para a página Jem Carstairs
“Existem lembranças que o tempo não apaga, Clarissa. Pergunte a seu amigo Magnus Bane, se não acredita em mim. A eternidade não torna a perda esquecível, apenas tolerável.”

–Irmão Zachariah para Clary, Cidade das Almas Perdidas

Irmão Zachariah era o nome usado por Jem Carstairs durante seu tempo entre os Irmãos do Silêncio.Ele se transformou em uma figura temida e respeitada no Mundo das Sombras e foi o Irmão do Silêncio mais frequentemente convocado em Londres até os anos 1900, e em Nova York em 2007 após a morte do Irmão Jeremiah.

Por causa das circunstâncias que levaram à sua transformação e subsequente união a Irmandade, o Irmão Zachariah manteve mais de sua humanidade do que seus Irmãos companheiros. A partir de 2008, ele foi curado de sua doença e deixou a Irmandade.

Biografia

Juntando-se a Irmandade

Para sua vida antes de ser um Irmão do Silêncio, consulte a página Jem Carstairs

À beira da morte, os Caçadores de Sombras deixaram o destino de Jem Carstairs nas mãos dos Irmãos do Silêncio para cuidarem dele. Embora Jem não aceitasse a ideia quando lhe foi recomendado algum tempo antes que sua saúde se deteriorasse seriamente, Jem estava fraco demais para recusar quando os Irmãos do Silêncio chegaram até ele. Com a permissão de Charlotte Branwell, os Irmãos o levaram à Cidade do Silêncio, onde tentaram fazer dele um Irmão do Silêncio, na esperança de conter a doença que o estava matando, como uma tentativa desesperada de salvar sua vida.

Depois que Jem sobreviveu às primeiras runas de transformação, ele foi colocado num estado dormente, o que também colocou a doença que sofreu como resultado de sua dependência do yin fen em uma espécie de remissão; Este estado continuou durante todos os seus anos de serviço aos irmãos do silêncio. No entanto, como resultado das poderosas runas colocadas sobre ele para se juntar à Irmandade, ele perdeu uma porção de sua humanidade; E com ele, seu vínculo parabatai com Will Herondale foi quebrado. Uma vez que ele era oficialmente um Irmão do Silêncio, Jem escolheu o nome Irmão Zachariah.

Cortando os laços

Poucos dias depois se juntar à Irmandade, Jem, como Irmão Zachariah, uniu-se ao Irmão Enoch e ao Irmão Micah para responder ao pedido de ajuda que Charlotte enviara para a Clave. Embora os novos Iniciados geralmente não pudessem sair durante seu primeiro ano de serviço, ele foi autorizado pelo Irmão Enoch a se unir, devido às circunstâncias especiais.

Na batalha contra os autômatos de Mortmain, o Irmão Zachariah permaneceu e lutou ao lado de seu antigo parabatai, Will. Quando seu capuz caiu para trás, todos perceberam que o Irmão Zachariah era de fato Jem, o que veio como uma enorme surpresa para todos aqueles que estavam perto dele, que haviam assumido que ele estava morto.

Devido às regras da Irmandade, os outros foram proibidos de se comunicar com ele, particularmente como seu velho amigo Jem, e não como o novo Irmão Zachariah. Contudo, como ele não pôde despedir-se daqueles de sua vida mortal antes de se juntar a irmandade, Charlotte, o novo Cônsul, insistiu que os Irmãos do Silêncio permitissem ao Irmão Zachariah visitar o Instituto de Londres por uma hora para que pudesse dizer seus últimos adeus aos seus entes queridos e dar a todos a oportunidade de se despedir. Embora inicialmente ele não quisesse deixar seus queridos amigos e família — particularmente Tessa, sua ex-noiva — vê-lo como ele era agora, Charlotte finalmente exigiu sua presença.

Uma vez lá, ele foi ver Tessa e Will, ambos a quem ele foi capaz de dizer seu último adeus. Deixou que Tessa guardasse o pingente de jade que lhe dera como presente nupcial, e concordou em se encontrar secretamente com ela na Ponte Blackfriars uma vez por ano, não importava como. Ele e Will também propuseram uns aos outros a forma de despedida que tinham discutido, uma contrapartida ao típico Ave Atque Vale falado quando um Caçador de Sombras morre. Não querendo se separar como os mortos, Jem recitou para Will uma versão da despedida de Jonathan e David, enquanto Will se despedia em mandarim; Ambos disseram ao outro "Vá em paz" em mandarim, também. Naquele dia, Jem também deu a Will e Tessa, separadamente, sua bênção para eles estarem juntos.

Um Século de Silêncio

Durante seu tempo como um Irmão do Silêncio, Jem submeteu-se a todo o processo de rituais — pelo menos, aqueles que ele poderia suportar — que o tornaria um Irmão do Silêncio completo. No entanto, devido ao yin fen residual ainda deixado para trás em seu corpo, ele foi incapaz de possuir todas as runas da Irmandade. Como resultado, Jem permaneceu diferente da maioria dos Irmãos do Silêncio; Seus cabelos, olhos e juventude permaneceram como sempre e sua boca não foi costurada e sim simplesmente mantida fechada. [1]

Durante a primeira década de seu serviço, ele ainda tinha muito de sua humanidade e lutou para se se acostumar a sua transformação e para se ajustar, muito parecido com a maioria dos Irmãos do Silêncio em formação. Os outros Irmãos do Silêncio, tão isolados da vida humana, foram revigorados e lembrados da preciosidade da vida pela qual estudam e lutam. [2]

Ao longo dos anos, o Irmão Zachariah tinha se tornado o principal Irmão do Silêncio contatado pelo Enclave de Londres para emergências depois que Will se tornara o líder do Instituto de Londres. Enquanto Will o chamava para resolver mesmo o menor problema como uma desculpa para vê-lo, era improvável que Zachariah pudesse responder a cada pedido, como a convocação de um Irmão do Silêncio tipicamente requer razões graves. Ele, no entanto, correu para o lado de Will, quando foi mordido e quase morto por um demônio Shax, cuidando de sua ferida e ficou com ele até ele se recuperar, correndo risco de ser descoberto e punido. [1]

Embora o Irmão Zachariah e Will não pudessem se ver tão frequentemente como gostariam, ele ainda se tornou uma figura constante na vida de sua família; Tanto assim, que mesmo James,o filho primogênito de Tessa e Will, a quem deram o nome em homenagem a Jem, o chamava de "Tio" cresceu testemunhando o amor incondicional entre o Irmão Zachariah e seus pais. [3] Jem também foi o Irmão do Silêncio que realizou a cerimônia de proteção em James, depois que Will se recusou a permitir que mais alguém o fizesse.

Em 1937, o Irmão Zachariah veio ao leito de morte de Will no instituto por volta da meia-noite, depois que todos partiram. Mantendo a companhia de Will e Tessa, ele tocava o violino para eles, exatamente como ele fazia quando eram jovens; O violino que Jem tinha possuído uma vez era mantido no instituto bem conservado de modo que o Irmão Zachariah pudesse tocar sempre que tivesse a oportunidade de visitá-los. Ele tocou zhi yin, uma forma de contar histórias através da música, e descreveu a vida de Will, Jem e Tessa juntos através da música. Depois que terminou de tocar, ele despediu-se e segurou a mão de Will enquanto morria nos braços de Tessa.

O Irmão Zachariah também manteve sua promessa a Tessa, e a encontrou na Ponte Blackfriars todos os anos, mesmo depois que Tessa partiu de Londres. Depois da morte de Will, Tessa tinha viajado para a estrada que Will tinha tomado em seu caminho para Cadair Idris em 1878. Como um pedido de Will, Tessa recuperou a adaga de Jem que Will tinha enterrado na estrada quando sentiu sua conexão parabatai com Jem quebrar e tinha assumido que ele tinha morrido. Tessa mostrou para ele naquele ano, e Jem, sabendo que não podia levá-la para a Cidade do Silêncio com ele, mas ainda esperando que um dia fosse deixado sair da Irmandade, simplesmente pediu que ela a guardasse para ele.

O único ano em que eles não se viram na Ponte Blackfriars foi em 1941, quando Londres se tornou muito afetada pela Segunda Guerra Mundial, fazendo com que o Irmão Zachariah decidisse que era muito perigoso para eles se encontrarem. [1] Além disso, em 1993, Jem, como um favor a Tessa, executou a cerimônia que os caçadores de sombras realizam sobre jovens crianças caçadores de sombras para protegê-los de influência demoníaca sobre Clary Fray, e prometeu que não iria alertar a Clave de sua existência, nem da sobrevivência de sua mãe. [4]

Outro Herondale

Em 2007, o Irmão Zachariah se tornara o Irmão do Silêncio mais comumente chamado quando o Instituto de Nova York precisava de sua ajuda depois que o Irmão Jeremiah e vários outros foram mortos por Valentim e Agramon na Cidade do Silêncio.[5]

Quando vários Caçadores de Sombras foram misteriosamente assassinados em um curto período de tempo em Nova York, o Conclave de Nova York manifestou interesse em usar uma runa de ressurreição recentemente descoberta de Clary para tentar ressuscitar um dos Caçadores de Sombras mortos, na esperança de que pudessem contar-lhes o que aconteceu e quem os matou. Maryse Lightwood, líder do Instituto de Nova York, apresentou o Irmão Zachariah a Luke e Clary, que concordaram em colocar a runa no caçador de sombras falecido. Irmão Zachariah levou-os para o Ossuarium, onde os mortos são levados para exame, para deixar Clary tentar a runa.

O Irmão Zachariah também estava na Cidade do Silêncio quando Clary e Jace, um descendente de Will, vieram descobrir quem estava controlando a mente de Jace. Quando os Irmãos descobriram que Jace tinha morrido e ressuscitado por Raziel, o Irmão Zachariah examinou sua mente e afirmou que ele teria descoberto quem ele era, um Herondale, se ele estivesse lá enquanto ele estava crescendo. Ele também anunciou que Jace precisava de um novo ritual de proteção a ser executado nele para evitar mais influência demoníaca, e argumentou que, devido aos velhos laços dos Irmãos do Silêncio com os Herondales, os irmãos têm o dever de ajudar Jace, não matá-lo para tentar criar um equilíbrio na natureza. [6]

Quando Jace, sob a influência de seu vínculo com Sebastian Morgenstern, escapou da Cidade do Silêncio, a Clave começou uma busca por eles. No entanto, quando surgiram questões mais urgentes, o Conselho decidiu privatizar a pesquisa. O Irmão Zachariah estava entre a minoria que votou para manter a busca de Jace e Jonathan, uma prioridade.

Quando Magnus Bane chamou o Irmão Zachariah para ajudar a investigar as runas de Lilith, o Irmão Zachariah, vendo isso como uma oportunidade para ajudar a salvar a linhagem dos Herondale, estudou as runas e foi capaz de deduzir a natureza do ritual de Lilith realizado para reviver Jonathan, usando a mordida do diurno Simon Lewis, e ligá-lo a Jace. Ele foi para o apartamento de Magnus no Brooklyn para compartilhar isso com ele, para surpresa de Jocelyn, que estava hospedada com Magnus.

Quando Maryse Lightwood percebeu que era capaz de encontrar vestígios das aparições momentâneas de Jace em diferentes partes do mundo, através de uma marca de rastreamento quase invisível colocada sobre ele por Valentim, ela chamou os Irmãos do Silêncio, esperando que o Irmão Enoch viesse lhe atender. No entanto, o Irmão Zachariah veio e disse-lhe de seu interesse pessoal no caso, o que intrigou Maryse. Quando Maryse lhe contou o que sabia, ela deixou a escolha de informar a Clave sobre o que eles sabiam para o Irmão Zachariah, pois não queria ser a única a arriscar a vida de Jace, ao contar o que sabia para as pessoas que o estavam caçando. Compartilhando seu sentimento, o Irmão Zachariah disse a ela que não deveriam alertar a Clave pelo momento. No entanto, ele admitiu que, se Jace aparecer em um lugar por mais de alguns segundos de cada vez, ela deveria alertar a Clave.

Quando Jace foi finalmente salvo e libertado de seu vínculo com Jonathan quando Clary o esfaqueou com a Gloriosa, o Irmão Zachariah estava entre os Irmãos do Silêncio que o trataram, e que tentou muitos métodos diferentes na tentativa de purgar o Fogo Celestial de seu corpo e não foram bem sucedidos. Jace se recuperou rapidamente, embora o fogo celestial ainda estivesse preso em seu corpo. O irmão Zachariah estava de guarda à sua porta, proibindo qualquer visitante enquanto ele se recuperava. No entanto, quando Clary veio, ela o convenceu a deixá-la entrar, depois que Clary perguntou se ele alguma vez amou alguém antes de se juntar à Irmandade. Zachariah confessou que tinha amado duas pessoas, e embora não as nomeasse, ele estava claramente se referindo a Tessa e Will.

Algum tempo depois, ele e o Irmão Enoch foram novamente convocados para o Instituto de Nova York por Maryse. Ela os conduziu à biblioteca, onde lhes foi mostrada uma mensagem, escrita em sangue de anjo, que Jonathan tinha deixado para eles, avisando-os de seu retorno, juntamente com um par de asas sem corpo, cortadas das costas de um anjo desconhecido. [7]

Libertação

Ele continuou a cuidar de Jace, que ainda estava tendo dificuldade em manter o controle sobre o fogo celestial em suas veias. Zachariah estava entre os Irmãos do Silêncio que foram para Idris quando todos os Caçadores de Sombras foram chamados para seu país de origem durante a evacuação em dezembro.

No cerco de Sebastian e dos Crepusculares na Citadela Adamant, Zachariah juntou-se aos outros Caçadores de Sombras despachados para ajudar as Irmãs de Ferro a proteger a Citadela. Em uma tentativa de curar Jace, que tinha sido esfaqueado no ombro por Jonathan e estava sangrando fogo celestial de sua ferida, Zachariah tentou tocá-lo com uma mão marcada. O fogo era muito poderoso, no entanto, e começou a consumir Zachariah através do toque. As Irmãs de Ferro, sentindo a presença do fogo celestial, vieram em seu auxílio, e ele e Jace foram levados para aos Basílios de Alicante.

Logo, Zachariah se recuperou. Por causa do fogo celestial, o yin fen que uma vez quase o matou foi queimado de seu corpo, e como também era presumivelmente que sua doença era a única coisa que o prendia a seu estado incompleto de Irmão do Silêncio, ele também foi libertado de todas os Runas e feitiços que o tornaram um Irmão do Silêncio, resultado que, sob quaisquer outras circunstâncias, seria impossível. Ele então se tornou um caçador de sombras normal, mortal novamente, mantendo apenas as duas primeiras runas que recebeu em suas maçãs do rosto. Apesar do segredo dos Irmãos do Silêncio, Jace insistiu em ver o Irmão Zachariah para garantir que ele não tinha sido gravemente ferido por causa dele. Uma vez que finalmente puderam se visitar, Jace ficou chocado ao ver que ele não era mais um Irmão do Silêncio, e eles começaram a discutir sobre a vida, amor e parabatais. Zachariah surpreendeu o resto dos Caçadores de Sombras em Idris com seu recém-mortal status, mas ele finalmente manteve os detalhes de sua condição e os eventos que o causaram para si mesmo.

Zachariah decidiu esperar um pouco mais antes de retornar ao que restava de sua antiga vida, e prometeu ficar em Alicante e cumprir suas obrigações de frustrar os planos de Jonathan, mesmo que ele fosse mais do que tentado a ir imediatamente para Tessa e contar tudo a ela; No final, ele queria mantê-la longe do perigo da guerra.

Quando a batalha finalmente chegou a Alicante, Zachariah chegou justo a tempo para ajudar e proteger os jovens Blackthorn, bem como Emma Carstairs, enquanto eles estavam a caminho do Salão dos Acordos, onde todas as crianças em Idris estavam sendo protegidos. Embora ele estivesse preocupado com seus parentes jovens, Zachariah, que ainda não estava pronto para recuperar seu antigo nome, não poderia dizer a ela sobre sua conexão. Em vez disso, ele apenas insinuou quando ele a chamou pelo seu nome completo e instruiu-a a ficar com seu parabatai, Julian Blackthorn; Uma declaração que a chocou, como ninguém mais sabia que eles tinham falado sobre se tornar parabatai. [8]

Três dias após a guerra, Zachariah partiu imediatamente para Londres. Em janeiro, em sua reunião anual com Tessa na Ponte Blackfriars, ele finalmente se reuniu com Tessa, e eles reavivaram seu relacionamento depois de compartilhar um beijo, prometendo ver o mundo juntos. [1]

Em maio de 2008, eles compareceram ao casamento de Jocelyn e Luke em Nova York. Lá, Zachariah também se reuniu com Church, que ele levou, sem a permissão dos Lightwoods, com ele e Tessa em sua jornada para Los Angeles, onde ele e Tessa planejavam manter um olho sobre os descendentes de suas famílias - Os Blackthorns, e Carstairs.[8]

Para mais informações sobre sua vida após isso vá para a página Jem Carstairs.

Relacionamentos

Tessa Gray

Tessa Gray é a esposa e o amor da vida do alter ego mortal de Zachariah. Mesmo como o Irmão Zachariah, Tessa era ainda uma figura constante em sua vida, um lembrete de sua vida passada, que ele continuou a encontrar a fim de honrar sua promessa. Apesar do amor de Jem por Tessa, ser um irmão do silêncio continha seus sentimentos, embora não os fizesse desaparecer. No momento em que Jem se recuperou, suas emoções voltaram e ele descobriu que ainda amava Tessa depois de todos aqueles anos.

Herondales

O Irmão Zachariah se preocupa profundamente com a família Herondale, particularmente por causa de seu amor por seu antigo parabatai, Will Herondale. Mesmo anos após a morte de Will, Jem, como Zachariah, continuou a cuidar dos Herondales, dizendo repetidamente que queria salvar a linhagem. Quando, após um período durante o qual eles acreditavam que a linhagem Herondale tinha se tornado extinta, Jace foi revelado como um descendente de Will, Zachariah começou a ser uma figura presente em torno do Instituto onde Jace residia e ele também peticionou durante as reuniões da Clave para continuar a busca, com a mesma intensidade de antes, por Jace depois que ele desapareceu.

Aparições

Para as aparições de seu alter ego, por favor, vá para a página de Jem Carstairs e procure pela sessão "Aparições".

Etimologia

Zachariah é um nome bíblico que significa "memória do Senhor" ou "Deus se lembrou". Foi o nome que Jem escolheu para si mesmo, pois seu significado pode ser interpretado como "lembrar". [9] [10]

Galeria

Referências


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.