FANDOM


Outras versões
Isto não é sobre Stephen! Isto é sobre a Lei!

–Imogen, Cidade das Cinzas

Imogen Herondale foi a Inquisidora da Clave durante anos antes de sua morte em 2007. Ela também é a avó paterna de Jace.

Biografia

Vida Pregressa

Imogen Whitelaw nasceu da família Whitelaw. Em algum momento, ela conheceu e se apaixonou por Marcus Herondale, com quem mais tarde se casou. Os dois começaram a dirigir o Instituto de Londres juntos. Eventualmente, o casal teve um filho, Stephen, a quem ela amava profundamente. Eles o criaram e treinaram em Londres antes de se mudarem para Idris.

Stephen eventualmente se juntou ao Ciclo, à severa desaprovação de Imogen. Quando Stephen morreu durante uma incursão do Ciclo, Imogen ficou devastada, mais ainda quando seu marido, Marcus, morreu pouco depois. Imogen tornou-se rígida e fria, uma dureza que continuou quando aceitou a cobiçada posição de Inquisidora. Embora geralmente sensata e lícita quando se tratava do Pacto, ela ainda buscava justiça para a morte de seu filho e perseguia implacavelmente os antigos membros do Ciclo, punindo brutalmente aqueles que podia.

Retribuição

Mesmo anos após a morte de Stephen, Imogen sentia um rancor e um profundo ódio contra Valentim Morgenstern, o homem a quem ela acreditava ter envenenado a mente de Stephen e causado a morte dele. Quando descobriu que o filho do Valentim estava vivo e, de fato, estava no Instituto de Nova York o tempo todo, ela respondeu e foi a Nova York para investigar.

A Inquisidora realmente queria acreditar que Jace estava de fato em aliança com Valentim e já havia formado uma ideia sobre ele mesmo antes de se encontrarem, só para ter uma desculpa para desabafar sua raiva e amargura no menino. Por isso, ela ficou muito determinada a decifrar e revelar sua traição e verdadeira fidelidade. A natureza abrasiva de Jace não fez nada para pacificar a autoritária Imogen, que prendeu Jace na Cidade do Silêncio por ter sido insolente com ela.

Ao longo de sua investigação, Imogen intimidou e afirmou seu poder sobre os Lightwood, insistindo que Jace era um traidor para eles, e particularmente tratando Maryse Lightwood com desdém, e repudiando seu marido, Robert e seus filhos, Alec, Isabelle e Max com desprezo, por causa de sua conexão com o Ciclo.

Quando a Espada Mortal foi roubada da Cidade do Silêncio durante a prisão de Jace lá, Imogen ficou ainda mais convencida da afiliação de Jace com Valentim. Após sua liberação, Imogen manteve-o preso dentro de uma Configuração Malachi. Consumida pelo ódio e fúria por Valentim, Imogen perdeu de vista a justiça e a equidade ao criar um plano com a Clave que ameaçava a vida de Jace, pensando que Valentim, sendo um pai como ela, seria humilde em fazer qualquer coisa por seu filho, assim como ela seria. Eles transmitiram uma mensagem a Valentim, dizendo-lhe que trocariam Jace em troca da Espada e do Cálice.

Quando Valentim, projetado enquanto discutiam seu acordo, facilmente recusou e disse-lhe que Jace não queria nada com ele, uma Imogen horrorizada finalmente percebeu seu erro tarde demais.

Morte

Percebendo seu erro, Imogen imediatamente chamou o Conclave por ajuda, reparando suas falhas juntando-se aos Lightwood no cerco ao navio de Valentim. Durante a batalha contra demônios que se seguiu, ela tomou Jace de lado para se desculpar pessoalmente a ele, colocando ambos dentro de uma barreira protetora enquanto falavam. Quando viu a marca de nascença de Jace, uma cicatriz em forma de estrela possuída por todos os homens Herondale, ela percebeu que Jace era na verdade o filho de Stephen, seu neto.

Quando Imogen, ainda em choque, se perguntou em voz alta por quanto tempo Jace acreditou ser o filho de Michael Wayland, Jace frustrantemente se defendeu antes de se afastar e sair de seu círculo protetor, sem armas. Enquanto Imogen tentava chamar Jace de volta, um demônio atacou. Desesperada, Imogen se atirou entre eles e foi atingida, recebendo o veneno do demônio, sacrificando-se por seu neto.[1] Ela sussurrou suas últimas palavras para Jace, dizendo-lhe que seu pai, referindo-se a Stephen, ficaria orgulhoso dele, surpreendendo Jace, que assumiu que ela queria dizer Valentim.[2] Ela morreu nos braços de Jace, antes que ela pudesse lhe dizer sua verdadeira linhagem.

Personalidade e Traços

A personificação da desagradável autoridade adulta, Imogen, para aqueles que não a conheciam, parecia uma sádica e uma figura dominadora que apreciava o poder que sua posição lhe dava. Uma feroz executora da Lei, Imogen era uma mente solitária e focada, qualidades que são apenas demonstrações de sua devoção à Clave e à Lei. Imogen amava profundamente sua família, então sua perda a quebrou. Anos de tristeza e isolamento trouxeram o pior nela, deixando uma mulher duramente direta e hostil, uma concha de quem ela era, dedicando toda a vida ao trabalho dela, que ela levava a sério.

Apesar de já ter sido impertinente e impaciente, Imogen teve vários passatempos consideravelmente surpreendentes, incluindo pintura aquarela, mistura de venenos, dardos e piano clássico.[3]

Descrição Física

Photo Imogen 01

Imogen tinha cabelos pálidos, quase incolores, loiros e olhos cinzentos. Como Inquisidora, muitas vezes usava o cabelo em um coque apertado, aumentando seu comportamento severo, intimidante e áspero. Ela também usava um terno, e um casaco longo, antiquado e cinza escuro sobre ele.

Habilidades e Competências

  • Fisiologia Nephilim: Sendo Nephilim, Imogen possui uma variedade de habilidades físicas e mentais aumentadas concedidas a ela pelo sangue de Raziel em suas veias e também pelas Marcas angelicais do Livro Gray. Ela também tem o poder de realizar tarefas exclusivas para suas espécies, como a habilidade de usar e invocar o poder dos anjos para suas lâminas serafim. Isso inclui maior força, agilidade, resistência e coordenação, que só melhora ao longo do tempo e da prática.
  • Magia Rúnica: Devido ao sangue de anjo em suas veias, todos os Caçadores de Sombras são capazes de aplicar runas em sua pele sem qualquer perigo real. Estas marcas, por sua vez, dão efeitos variados que servem para beneficiar o portador.

Galeria

Etimologia

Imogen significa "donzela" em celta; É também o nome de uma princesa britânica na peça Shakespeariana, Cymbeline.

Bastidores

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.