FANDOM


Outra versão
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!


A Espada Mortal, também conhecida como Espada da Alma, Maellartach, Lâmina do Anjo, é o segundo item dos Instrumentos Mortais, dada pelo Anjo Raziel para Jonathan Caçador de Sombras. É um importante artefato entre os Caçadores de Sombras.

Descrição

A Espada da Alma é mantida pelos Irmãos do Silêncio na Cidade do Silêncio, pendurada sobre as Estrelas Falantes na câmara do conselho dos Irmãos do Silêncio.

Ela é uma grande espada de prata moldada como uma típica espada de luta da época de Jonathan Caçador de Sombras. Ela tem uma lâmina de dois gumes reta e um punho de uma mão, feito de puro adamas[1], com um elaborado design de asas abertas emergindo do ponto onde a lâmina encontra o punho da espada.

De acordo com Clary Fray, é agonizante segurar a espada. Seu peso e gelidez, que dão ao portador uma sensação de formigamento, como se ganchos puxassem-no para dentro da espada, contribuem para a dor mental e compulsão de dizer a verdade que ela desencadeia.

Função

Mortal sword

A Espada pendurada sob a sala do conselho na Cidade do Silêncio (como visto em Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos)

.

A Espada da Alma é primeiramente utilizada para compelir os Nephilim a dizer a verdade, principalmente durante julgamentos. Caçadores de Sombras que desejem ter suas alegações comprovadas devem se submeter ao "julgamento através da Espada", durante o qual um juiz eleito, normalmente um Irmão do Silêncio, e algumas vezes o Cônsul ou o Inquisidor, empunha a espada e a coloca sobre as mãos do julgado, à qual ela adere e não pode ser retirada se não pelo próprio juiz.

Seres do Submundo e Mundanos não podem ser julgados pela Espada da Alma, evitando assim que ela se torne usada pelos Caçadores de Sombras como o instrumento padrão para interrogatórios.[2]

A Espada também pode ter um propósito sombrio, se desejado. Originalmente, a aliança da Espada da Alma é seráfica, seu poder extraído do próprio Anjo Raziel. Entretanto, Valentim Morgenstern descobriu um feitiço ancestral para reverter a aliança de angelical para demoníaca, através de um processo chamado de Ritual da Conversão Infernal, em que a espada é aquecida até que fique vermelha e resfriada quatro vezes, cada uma no sangue de uma criança dos Seres do Submundo: um filho de Lilith, um filho da Lua, um filho da Noite e um filho das Fadas. Com a conversão demoníaca, a Espada é capaz de invocar demônios e dar a seu portador o poder de controlá-los.

História

Em 1878, a Espada foi usada em Charlotte Branwell e Benedict Lightwood durante um julgamento. Charlotte, mais tarde, permitiu que Irmão Enoch a levasse para o Instituto de Londres para usá-la em Jessamine Lovelace.

Em 2007, Clary Fray viu a Espada quando foi levada para a Cidade do Silêncio.[3]

Algumas semanas depois, ela foi roubada por Valentim Morgenstern em seu ataque à Cidade do Silêncio com a ajuda do Grande Demônio Agramon, na noite anterior ao julgamento de Jace[4]. Valentim a roubou para o Ritual da Conversão Infernal, que ele foi capaz de realizar com sucesso, permitindo que construísse um exército de demônios para invocar semanas depois em Idris. Ele também usou a Espada para matar Jace e invocar Raziel.[5]

No mesmo ano, a Espada foi usada para julgar Clary, Emma Carstairs, e as cinco crianças Blackthorn em ocasiões separadas.[1][6]

Galeria

Referências

  1. 1,0 1,1 Cidade das Almas Perdidas
  2. Códex dos Caçadores de Sombras
  3. Cidade dos Ossos
  4. Cidade das Cinzas
  5. Cidade de Vidro
  6. Cidade do Fogo Celestial


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.