FANDOM


Eu me lembro da Guerra Maligna. Lembro de assistir pessoas morrerem em minha frente. Meu pai foi um dos Crepusculares. Ele voltou, mas não era - não era ele. Quando assisto filmes de terror, eu sei que não importa o que aconteça, tudo estará bem depois que acaba. Eu sei que as pessoas no filme são apenas atores e depois que tudo foi feito eles apenas foram embora. O sangue era falso e foi limpado.

–Dru conversando com Jaime, Senhor das Sombras

Drusilla Blackthorn é uma Caçadora de Sombras da Família Blackthorn que vive no Instituto de Los Angeles.

Biografia

Vida Pregressa

Drusilla nasceu de Andrew e Eleanor Blackthorn em 1999. Ela é a sexta de sete filhos e tem cinco irmãos mais velhos: Helen, Mark, Jules, Livvy e Ty, e um mais novo, Tavvy.

Guerra Maligna

Quando Sebastian Morgenstern e seu exercito de Crepusculares invadiu o Instituto de Los Angeles, ela estava no berçário com Tavvy. Assustada pelo barulho e fogo que veio de fora, ela pegou uma espada determinada a proteger ele até que Emma Carstairs veio buscar eles. No hall de entrada, Emma parou e deixou Dru carregar Tavvy e ir para o escritório na sua frente. Eles chegaram a tempo de entrar no portal e ir para Alicante.

Após o ataque, Dru e Tavvy ficaram muito desconfortáveis e tiveram pesadelos. Mesmo tendo apenas oito anos, Dru também foi interrogada com a Espada Mortal, uma ferramenta usada para dolorosamente arrancar a verdade de uma pessoa. Ela e seus irmãos sofreram muito durante a Guerra Maligna, que ficou pior com a perda de Andrew, que se tornou um Crepuscular e foi morto depois, Mark, que se juntou a Caçada Selvagem, e Helen que foi exilada para a Ilha Wrangel. Eventualmente a família foi enviada de volta para o Instituto onde eles vão ser criados pelo tio, Arthur.[1] Diana Wrayburn logo chegou e se tornou a tutora do Instituto. [2]

Paz fria

Em um ponto, Dru tornou-se obcecada com detetives, bem como seu irmão mais velho Ty — ao contrário dele, entretanto, Dru superou a fase. Ela leu os livros de Nancy Drew que Emma comprou em um brechó, citando-os como boas histórias de aventura que eram legais de ler porque não tinha demônios.[3]

Em 2012, os Blackthorns visitaram sua tia-avó Marjorie na Inglaterra. Durante sua estada de dois meses lá, Marjorie tinha dito a ela que se ela não tivesse a forma de uma "bola de manteiga", ela seria bonita e os meninos fariam o que ela quisesse. Emma ficou horrorizada e disse que ela era de fato bonita.[2]

O Guardião

A família retornou a LA em agosto, após cerca de dois meses com a tia. Após a sua chegada, eles foram apresentados a Cristina Rosales, que estava hospedada no Instituto em seu ano de viagem.

Quando os Blackthorn começaram suas investigações sobre o Guardião, Dru ajudou com Livvy e Ty através de pesquisas dentro do Instituto. Ela foi deixada para cuidar de Tavvy ou para evitar que ele ouvisse os detalhes sangrentos de suas missões. Quando o ex de Cristina chegou ao Instituto, Dru desenvolveu uma queda por ele.

Dru estava com Tavvy na praia quando os outros perceberam que o confiável Alto Feiticeiro Malcolm Fade era o Guardião, então quando Malcolm apareceu e disse-lhe que estava disposto a brincar com Tavvy enquanto ela ia se juntar à reunião, ela confiou nele e se foi, aceitando uma carta de Malcolm para Julian. Quando ela chegou, Dru e os outros perceberam que agora Malcolm tinha o Blackthorn que ele precisava para sacrificar em seu ritual. Dru chorou quando percebeu o que tinha feito involuntariamente.

Dru protestou quando a possibilidade de ela ficar no Instituto enquanto eles iam atrás de Malcolm para resgatar Tavvy surgiu, e Julian - reconhecendo que Dru era da mesma idade que ele e Emma quando eles lutaram durante a Guerra Maligna - concordou em deixá-la participar, contanto que ela ficasse atrás deles e ficasse perto dos outros. Lá, eles encontraram Diana e, juntos, todos eles confrontaram Malcolm e interromperam o ritual, salvando Tavvy.

Quando Diana foi incapacitada durante a batalha, Dru correu para ela em uma tentativa de ajudá-la e acabou matando um seguidor morto-vivo - sua primeira morte. Quando Malcolm foi para Ty e Livvy, na tentativa de obter um novo sacrifício, Dru entrou em seu caminho. Malcolm voltou sua atenção para ela e usou sua magia para derrubá-la. Emma o levou embora, permitindo que Dru escapasse. [2]

Algumas semanas depois da batalha, Malcolm apareceu no Instituto com uma pequena força de demônios marinhos, tendo ressuscitado com um feitiço do Volume Negro dos Mortos. Ele ameaçou os residentes e os Centuriões presentes mais uma vez para que lhe fornecessem sangue Blackthorn, e lhes deram um prazo antes de partir e jogar os demônios sobre eles. Dru, seguindo as ordens de Diana, se teleportou para o Instituto de Londres com seus irmãos durante a batalha, deixando os Centuriões para enfrentar os demônios.

Refúgio em Londres

Enquanto em Londres, Dru foi deixada para cuidar de Tavvy, o que a irritava, pois a fazia sentir que estava sendo deixada de lado e tratada como uma babá. Refletindo sobre isso em seu quarto, ela ficou chocada quando um menino, Jaime Rosales, apareceu. Jaime começou a dizer a Dru que precisava ver Cristina, mas que ainda não podia ser visto. Satisfeita pelo fato de alguém confiar nela o suficiente para se abri com ela, Dru o escondeu em seu quarto e trouxe comida para ele, ela gostava de mantê-lo em segredo de seus irmãos, pois isso a fazia sentir-se importante e necessária para Jaime. Os dois se tornaram próximos e Dru logo se sentiu atraída por Jaime; Dru percebeu que Jaime achava que eles tinham mais ou menos a mesma idade - dezesseis anos - e não foi capaz de corrigi-lo e dizer que ela tinha apenas treze anos.

Quando Jaime pensou que havia chegado a hora certa, ele fez Dru buscar Cristina para que pudessem se encontrar. Ela ficou desapontada e triste quando Cristina voltou para ela depois e disse-lhe que Jaime tinha desaparecido, embora ela prometeu manter Dru informada sobre o que acontecesse a ele.

De volta ao quarto, Dru ficou surpresa ao encontrar a bolsa de lona de Jaime ainda embaixo da cama. No interior, ela encontrou um objeto brilhante e, depois de tocá-lo, encontrou-se em uma estranha sala subterrânea, não percebendo que estava nas Terras Unseelie. Depois de explorar um pouco, Dru encontrou um garoto chamado Ash que a confundiu com alguém enviado para ajudá-lo. Antes que ela pudesse descobrir alguma coisa, ela voltou para seu quarto no Instituto.[4]

Personalidade e traços

Drusilla é bastante tímida e muitas vezes se sente insegura sobre seu corpo.

Descrição Física

Mesmo que ela tenha os cabelos castanhos escuros e os olhos azuis esverdeados dos Blackthorn, Drusilla é a única na família com sardas. Ela frequentemente usa o cabelo em duas tranças, e Dru é quase tão alta quanto Cristina, apesar de ser cinco anos mais nova que ela. Como uma criança, ela já era compacta, e já demonstrava que teria curvas ao contrário de seus irmãos que são na maior parte esguios. O corpo de Dru já passou pela puberdade, mostrando suas curvas até o ponto onde ela tem sido confundida com meninas de dezessete ou dezoito anos de idade por meninos mundanos.[2] Isso a tornou muito insegura sobre seu corpo porque, ao contrário da maioria dos Caçadores de Sombras que são fortes ou musculosos, ela é de corpo redondo e não se encaixa no equipamento projetado para as meninas em sua faixa etária.

Aparições

Galeria

Etimologia

Seguindo a mesma tradição de nomes gregos e latinos, Andrew nomeou Drusilla com o nome da irmã de Calígula.[6]

Curiosidades

  • Drusilla é muito competitiva.[1]
  • Dru é uma ávida leitora,[7][8][9] e gosta de filmes de terror,[10] especialmente qualquer um com as palavras "sangue", "terror" ou "baile" nele. Na verdade, seu quarto tem livros sobre serial killers e filmes slasher espalhados pelo chão; As paredes são pretas, e os cartazes vintage de terror cobrem as janelas.[2]
  • Dru será uma das protagonistas de Os Poderes Perversos junto de Ty e Kit. [5]

Referências