FANDOM


Demônios
Shadowhunterscodex sneakpeek036.png
Criador: Samael
Lilith
Idade: Antigo
Status: Existente
Origem: Vazio
Afiliação:

Feiticeiros

Lealdade:

Samael
Lilith

Inimigos:

Anjos
Caçadores de Sombras
Seres do Submundo
Mundanos

Demônios são seres que servem ao Diabo.

Jace, Cidade dos Ossos

Demônios são seres maléficos inter-dimensionais que viajam de um mundo ao outro e destroem tudo em seu caminho. Eles retornam à sua dimensão, o Vazio, quando morrem. Religiosamente, eles são definidos como os habitantes do Inferno, os serventes de Satã.

Demônios vêm em uma grande variedade de espécies e formas, os seus números são ditos como sendo infinito.

Descrição

O termo "demônios" é a palavra geralmente aceita utilizada para se referir às criaturas que os Caçadores de Sombras lutam por causa dos termos e conceitos que variam entre os diferentes sistemas de crenças e culturas do mundo entre os mundanos, Caçadores de Sombras, Seres do Submundo, e até anjos. Também foi o termo que Jonathan Caçador de Sombras utilizou, com base na sua própria história religiosa.

Sobre a dimensão da Terra, demônios assumem formas diferentes, contudo a sua verdadeira forma é um mistério. Demônios são facilmente reconhecidos, a menos que sejam metamorfos. Demons quase sempre assumem aparências monstruosas na Terra, e eles também podem geralmente ser discernidos pela estranha, nauseante sensação de que os cerca como uma aura sombria. Em adição à sua monstruosidade geral, demônios muitas vezes carregam com eles um perfume debilitante da morte que pode ser muito forte.

Os corpos dos demônios são mantidos frescos por icor. Seu icor, infundido com energias demoníacas, é preto, com uma ligeira coloração verde, e viscoso, em oposição ao sangue dourado dos anjos, e é mais fino do que o sangue humano, mas totalmente opaco. Enquanto icor geralmente não é perigoso, é um pouco tóxico, e alguns são ácidos e podem queimar o que toca. Enquanto a habitual extensão de Marcas de proteção protegm deste, muitos demônios ainda são venenosos, em que a runa de cura iratze é ineficaz.

Demônios são alimentados por uma energia demoníaca turva, uma faísca vitalizante que mantém sua forma na dimensão corpórea, ao contrário de almas dos outros seres.[1] Quando os demônios morrem, esta energia é separada de seu corpo físico e volta para sua dimensão de origem, Inferno; outros, em particular "Demônios Maiores", são quebrados em pedaços e espalhados entre os mundos, onde levam séculos para se reformar.

Para os olhos humanos, o seu desaparecimento pode assumir muitas formas, dependendo do tipo de demônio. Alguns explodem ou viram pó, alguns desaparecer de vista, e alguns se deformam. Alguns deixam para trás as cinzas ou fumaça, dependendo da maneira de sua morte. Em todos os casos, no entanto, nenhum resto físico do demônio permanece no mundo corpóreo. Existem rituais de Feiticeiros que podem "preservar" a fisicalidade demoníaca no mundo corpóreo, permitindo que se possa recolher e guardar tal coisa como um frasco de sangue de demônio sem o seu desaparecimento quando sua fonte demoníaca é despachada.[1] Um exemplo de um recipiente para demônios é a Pyxis.

A maioria dos demônios comuns não podem falar línguas humanas. Um grande número de tipos são, no entanto, capaz de repetir mecanicamente a fala humana que eles têm ouvido. Isso é muitas vezes um sinal de que um demônio foi convocado, em vez de vir para a Terra por conta própria. Há um número de línguas demoníacas que o Nephilim e bruxos identificaram e aprenderam, incluindo Chthonic, Purgatic, Gehennic e Tartarian.[1]

Demônios vivem com dor e sofrimento, nos gritos e agonia dos condenados em tormento.[2] Os demônios também term prazer em alimentar-se de memórias felizes dadas gratuitamente a eles por humanos—memórias que desaparecem da mente da pessoa, uma vez devoradas pelo demônio—que geralmente ganham em troca de favores, quando são invocados, por exemplo.[3][2]

Fraquezas

A fraqueza mais imediata dos demônios é a sua vulnerabilidade ao poder angelical e ao fogo celestial. No entanto, assim como os Seres do Submundo eles trouxeram a existência, eles não podem facilmente, ou permanentemente, ser prejudicados por armas terrestres normais, assim a maioria das armas dos Caçadores de Sombras são Marcadas para fortalecê-las contra demônios.

Além de serem repelidos pela energia seráfica direta, lâminas serafim sendo as mais usadas, a maioria dos demônios podem ser protegidos com símbolos sagrados de todos os tipos. Enquanto objetos sagrados ou lugares causam reações violentas ou, às vezes, danos em demônios comuns, eles só resultam em leve desconforto em demônios muito poderosos. Como vampiros, demônios também não suportam a força direta da luz solar, embora possam suportar luzes artificiais sem efeitos nocivos.

Além disso, os demônios são, de alguma forma, criaturas vivas e são vulneráveis a danos físicos. Caindo de lugares altos, ficando enterrado em um rochedo, ficando esmagado sob grandes objetos, como lustres, pianos de cauda e colapsos do telhado, vai matar o demônio, mesmo se os objetos não são marcados com runas.[4]

Uma grande vantagem que os Caçadores de Sombras têm em sua luta contra os demônios é que, enquanto os demônios são capazes de detectar a presença de outros demônios e Seres do Submundo, eles são incapazes de perceber a diferença entre mundanos e Caçadores de Sombras e são incapazes de sentir o funcionamento da magia angelical. Isso permite que Caçadores de Sombras se ocultem deles usando glamours.[1] Os Sensores também podem detectar a presença de demônios, e a maioria dos demônios são distinguíveis e facilmente detectados por causa de seu mau cheiro de lixo.

Varíola demoníaca

Astriola, mais comumente conhecida como varíola demoníaca, é uma infecção contraída por Nephilim através de relações inadequadas com um demônio, ou uma pessoa infectada com a doença. Se não tratada, inevitavelmente resultará na aparente demonização de seu portador. Mundanos são imunes à doença. Caçadores de Sombras são presumivelmente propensos a ela por causa de seu sangue angelical.[1]

Criação

Codex Sammael & Lilith.png

Samael e Lilith, como ilustrado no Códex dos Caçadores de Sombras.[1]

A verdadeira origem dos demônios é desconhecida, embora a crença comum é que os demônios "servem ao Diabo". Acredita-se que o arcanjo caído, Lúcifer, criou e governou demônios e transformou Lilith no primeiro demônio. Lilith, por sua vez, criou mais demônios. Enquanto a história mais mitológica é que ela espalhou gotas de seu sangue no chão na terra de Edom, de acordo com fontes disponibilizadas para o Conclave, demônios foram criados após a queda angelical aparecida pela primeira vez na Terra durante as viagens de Lilith e seu parceiro Samael.

Demônios conhecidos

Demônios Maiores

"Demônios Maiores" são demônios que são mais poderosos e têm identidades distintas.

Demônios Menores

"Demônios Menores" é o termo usado para se referir aos demônios sem identidade ou intelecto, e são tão comuns que se enquadram no âmbito de uma espécie ou classificação particular.

Tipos:

Indivíduos:

Demônios desconhecidos

  • Um demônio grande, saliente e maciço com um corpo blindado, muitos membros, cada um de seus apêndices terminando em uma garra quitinosa pontuda. Ele tem pés de elefante enormes e esticados. Ele tem a cabeça de um mosquito gigante, com olhos inseguros e um tubo de alimentação vermelho-sangue pendente. Ele grita como um humano e é muito, muito forte.[10]
  • Um demônio que se assemelha a um enorme pássaro estranho. É uma criatura feia e voadora que se assemelha a um pterodáctilo, com asas largas e coriáceas e uma cabeça triangular ossuda. A sua boca está cheia de fileiras de dentes de tubarão serrilhados, e suas garras brilham como navalhas. Ele não tem olhos, apenas entalhes em cada lado do crânio. As asas terminam em lâminas afiadas de osso.[10]
  • Um demônio que parece um esqueleto animado, com um machado ensanguentado agarrado em sua mão óssea.[9]
  • Um demônio enorme escalado com um corpo grosso, como o de um lagarto. Tem duas bocas: uma com dentes serrilhados correndo ao longo de sua testa onde seus olhos deveriam estar, e outra na metade inferior de seu rosto, cheio de presas gotejando. Ele compensa a sua cegueira com o seu sentido do olfato. Tem uma cauda estreita afiada com linhas afiadas de osso. Tem garras enormes e uma língua longa, bifurcada, com um bulbo no final dela, como o ferrão de um escorpião. Um deles estava entre os demônios que invadiram Alicante e até tentou estuprar Aline Penhallow, que mais tarde o matou.
  • Um demônio escalado, com aparência de lagarto, com dentes de roedor e garras pretas.[9]
  • Vários outros demônios na festa de Benedict Lightwood.[5]

Referências

Esta página utiliza conteúdo de um artigo da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória