FANDOM


O Clã de Vampiros de Nova York, algumas vezes citado como o Clã de Manhattan, é uma facção de vampiros residentes em Manhattan, Nova York, unidos como um clã. Tendo sua base no Hotel Dumort, a liderança do grupo mudou ao longo dos anos e atualmente pertence a um membro antigo, Lily.

História

Século XX

Era o fim da década de 20 quando Camille Belcourt chegou em Nova York, e logo obteve a liderança do clã. Durante seu reinado, ele residia na construção Eldorado no Upper West Side, e no Hotel Dumont, o qual renomearam como Dumort ao reivindicá-lo após a crise de 29. Na década de 70, os vampiros se tornaram viciados em drogas consumindo-as no sangue dos mundanos, e dependeram da ajuda de seus inimigos, os Lobisomens, para serem limpos antes que a Clave fosse alertada por suas atividades.[1]

2007

No começo do ano, Camille mais uma vez trapaceou e esteve se alimentando imprudentemente de humanos. Não querendo que o Clã fosse afetado por suas ações, seu segundo-no-comando, Raphael Santiago, ameaçou contar à clave sobre sua quebra às lei a menos que ela fugisse. Forçada a fazê-lo, Raphael, que se tornara um vampiro confiável na cidade, assumiu seu lugar.[2]

Em agosto de 2007, vários vampiros compareceram à festa de Magnus Bane para Presidente Miau, no Brooklyn. Eles acidentalmente levaram consigo o mundano Simon Lewis, que se transformara em um rato e fora confundido com um dos seus, Zeke. Seus amigos Clary e Jace chegaram ao hotel logo depois, encontrando Raphael e outros membros do Clã. O encontro levou a uma batalha, e, para proteger Clary, os lobisomens da Matilha de Nova York os seguiram e invadiram o hotel, e os caçadores de sombras e lobisomens eventualmente escaparam com Simon.[3]

Sem que eles soubessem, Simon havia ingerido sangue de vampiro após morder Raphael no caos da briga no hotel, tornando-se um subjugado. Tendo sido atraído para o hotel, Simon foi até lá, tendo sido atacado por vampiros. Raphael, entretanto, poupou-o e o levou até seus amigos no Instituto de Nova York. Com eles, Simon foi enterrado em um cemitério judeu, para que pudesse morrer e renascer, e assim transformar-se em vampiro. Algum tempo depois, ele se tornou também um diurno.[4]

Quando o lobisomem Luke Garroway estava incentivando que os seres do submundo tivessem assentos no Conselho e entrassem na batalha ao lado dos Caçadores de Sombras em Alicante, Raphael somente concordou se dessem Simon para ele, com a intenção de terminar a vida do que eles viam como uma abominação de vampiro, especialmente por se recusar a deixar sua vida mundana para trás. Quando Luke e os outros se recusaram, Raphael disse que então eles não participariam, e Meliorn do Povo das Fadas ameaçou retirar seu apoio. Entretanto, Simon, então carregando a Marca de Caim, rendeu-se para Raphael, que se descobriu incapaz de feri-lo, foi forçado a honrar sua palavra e lutar ao lado dos Nephilim.[5]

Semanas depois, Camille finalmente retornou e desafiou Raphael pela liderança do clã.[6] Desde seu retorno, alguns permaneceram leais a Raphael, que veio a se esconder com medo de Camille, pensando que ela simplesmente o mataria para se livrar da competição. Entretanto, Maureen Brown matou Camille, e, como dita a lei dos vampiros, tornou-se a nova líder do clã.[7]

Maureen liderou o clã vagamente e com indiferença; tendo em vista sua pouca idade, ela não considerava as consequências de suas ações. Além de 'reinar' sobre o Clã como em uma monarquia, querendo ser chamada de rainha, em troca, ela deu a seus súditos liberdade para se alimentar de mundanos. Por isso, a maior parte dos vampiros amava ter Maureen como rainha. Ainda havia outros, entretanto, que sentiam os riscos da negligência—não apenas iriam encarar as punições dos Nephilim, mas também ficariam sem comida se continuassem no ritmo em que estavam. Raphael, que tomou o lugar de Nightshade como representante dos vampiros no Conselho, planejou simplesmente reportar Maureen para a Clave, com a ajuda de Simon. Entretanto, com a ameaça de Sebastian Morgenstern contra os seres do submundo pairando sobre eles, Lily e Maia tomaram o problema com as próprias mãos ao envenenar Maureen com água benta. Com Maureen morta, Lily tomou seu cargo, e, sob sua liderança, os vampiros e lobisomens formaram uma aliança, concordando em ajudar os Nephilim, e trabalharam para manter uma relação mais civilizado entre suas espécies.[8]

Membros Conhecidos

Curiosidades

  • Muitos membros do clã possuíam motocicletas que operavam à base de energia demoníaca.

Referências

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.