FANDOM


Citadela Adamant
Codex Iron Sisters

Uma Irmã de Ferro segurando uma arma forjada.

Lema: Ignis aurum probat
O fogo testa o ouro.
Afiliação:

Cidade do Silêncio
Clave

Inimigos:

Demônios

As paredes da Cidadela Adamant são como as vidas das Irmãs de Ferro: duras, inflexíveis e fortes. Seu lema, e o lema da Citadela, deixa isso claro: "Ignis Aurum Probat". O fogo testa o ouro.

O Códex dos Caçadores de Sombras.[1]

A Citadela Adamant é o lar das Irmãs de Ferro. Ela é bem protegida, escondida, isolada, e está aberta apenas às Irmãs e outras Caçadoras de Sombraas em boa situação com a Clave.

Informações

Ainda mais escondida do que a Cidade do Silêncio, a localização da Citadela permanece desconhecida, apesar de sua idade. Ela pode ser alcançada através de várias entradas dispersas ao redor do mundo, a mais antiga das quais está localizada no piso inferior do depósito de armas de Alicante.[1] Os portais levam à planície vulcânica da Citadela, fora das paredes da fortaleza.

A atividade vulcânica do terreno sobre o qual ela fica serve como uma defesa conveniente à Citadela, bem como provê às irmãs a temperatura extrema que suas forjas requerem.

A construção atual da Cidadela pode ser alcançada apenas ao se cruzar uma ponte levadiça. Para entrar, as caçadoras de sombras devem cortar as palmas de suas mãos, derramar sangue no abismo que separa a fortaleza da planície, e recitar o lema das Irmãs de Ferro, "Ignis Aurum Probat". Isso causa um relâmpago de luz azul e faz com que a ponte desça.

Aparência

A Citadela é visivelmente apenas uma fortaleza, suas profundezas, entretanto, são desconhecidas. A Citadela Adamant fica em uma planície vulcânica, há um trecho de musgo e lava seca rodeado por um rio estreito de lava fundida, como um fosso. Um anel de adamas altas, suaves, não quebradas e aparentemente em uma faixa contínua, também cerca a Citadela.

A fortaleza se ergue sobre a própria planície, com um anel de torres ao seu redor. Toda a estrutura é feita quase inteiramente de adamas, dando-lhe uma luz branco-prateada gentil. Em suas torres, há Electrum brilhante. Toda a fortaleza é cercada por uma parede alta.

Nas paredes há um único portão, formado por duas lâminas gigantes, mergulhadas no solo em ângulos, cruzando-se uma com a outra. Separando o portão e o cume da planície há um abismo vasto que se abre sobre o rio de lava que circunda a fortaleza. Conectando-os, há uma ponte levadiça que só se abaixa sob o sacrifício de sangue de uma Nephilim. A ponte é adornada com facas em intervalos aleatórios, com suas pontas viradas para cima, fazendo impossível chegar à Citadela com pressa ou sem cuidados.

Suas câmaras interiores podem ser acessadas apenas pelas próprias Irmãs. Ainda que aceitem visitantes, elas são bem-vindas apenas à antecâmara que serve como recepção, a única sala que os forasteiros são autorizados a ver. Toda a antecâmara também brilha vagamente com adamas. Esculpido no centro do piso há um círculo negro com o símbolo das Irmãs de Ferro: um coração perfurado por uma lâmina. O cômodo é simples, sem decorações ou conforto.[2]

História

A versão mais antiga da Citadela Adamant foi construída por Abigail Shadowhunter, a primeira Irmã de Ferro, e seis outras Nephilim. Nos remotos dias das poucas Irmãs de Ferro, a Citadela era apenas uma única forja e um conjunto de barreiras, portanto os caminhos até a planície vulcânica onde ela se situa não eram tão escondidos e guardados quanto nos dias atuais.[1]

Em 2007, Sebastian Morgenstern e seus Crepusculares atacaram a Citadela, usando o ataque para atrair os Caçadores de Sombras para fora de Idris, emboscando-os. Os homens de Sebastian também tentaram entrar na fortaleza, mas foram mortos pelas armadilhas antes que pudessem cruzar a ponte. Ainda que seja normalmente inacessível para os outros, o exército conseguiu entrar na área da Citadela porque ela foi construída em Linhas Ley, competência das Fadas, que estavam, então, unidas a Sebastian.[3]

Curiosidades

  • Jocelyn Fray e Isabelle Lightwood, com ajuda de Magnus Bane, alcançaram a Citadela através de uma porta no antigo Monastério Agostiniano em Grymes Hill, em Staten Island. Diz-se que esta é a entrada mais próxima ao Brooklyn.[2]

Referências

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória