FANDOM


A Cidade do Silêncio é a devidamente chamada residência dos Irmãos do Silêncio. Ela também serve como último lugar de descanso para alguns Caçadores de Sombras falecidos.

Informação

Níveis

A Cidade do Silêncio é a base de operações dos Irmãos do Silêncio. É uma cidade extensa e complexa, de níveis e câmaras vastas e subterrâneas. Nos dois níveis superiores são encontrados seus arquivos e a câmara do conselho, onde a Espada da Alma é mantida e normalmente pendurada acima das Estrelas Falantes. Abaixo disso há vários outros níveis mantidos normalmente em segredo e fora dos limites para não Irmãos.

Nas profundezas da cidade há uma série de níveis que mantém a necrópole dos Caçadores de Sombras – o cemitério, o ossuário e mausoléus – onde os corpos daqueles que morreram em batalha são enterrados, sepultados e algumas vezes cremados e usados para fortalecer os arcos de mármore da Cidade; aqueles que morreram por outros motivos, como suicídio, não são aceitos na Cidade e são enterrados em outros lugares, incluindo Idris.

No nível mais baixo estão as prisões da Cidade do Silêncio, conhecidas por manter tanto os mortos como os vivos. Aqui estão várias celas de prisão, onde os piores e mais perigosos infratores da Lei e culpados de crimes graves são confinados e encarcerados, enquanto aqueles culpados de violações menores são mantidos em Alicante, ou em instalações de Institutos. Alguns criminosos são mantidos lá antes que sejam deportados para Idris para o julgamento do Conselho. Algumas vezes, também é usada como lugar provisório para aqueles que precisam ficar na cidade durante a noite.

Características

Assim como a Citadela Adamant, a Cidade do Silêncio pode ser encontrada através de uma das inúmeras entradas espalhadas ao redor do mundo. Os Irmãos do Silêncio, e ocasionalmente as Irmãs de Ferro, usam-na em seu benefício para viajar rapidamente entre lugares distantes para serem rapidamente deixados onde são necessários. No entanto, por causa do sigilo dos Irmãos com seus níveis da cidade, Caçadores de Sombras comuns não são permitidos a fazer a viagem, por tradição e pela Lei.

Uma entrada em Nova York é encontrada abaixo do Cemitério de Mármore da Cidade de Nova York em Manhattan, sendo acessada através do sangue de um Caçador de Sombras derramado em um cálice de pedra nas mãos da estátua de um anjo.

Aparentemente, o único grande cristal de luz enfeitiçada do mundo pode ser encontrado na Cidade do Silêncio. Posicionado a 9 metros de altura, está na forma Angelical de Colossus, um tríptico de Raziel com os Instrumentos Mortais. Ele guarda e ilumina a entrada para as acomodações dos Irmãos do Silêncio. Apesar da fama, ele é raramente visto por alguém além dos Irmãos do Silêncio.[1]

Câmara do Conselho

Em construção

História

O Início

A Cidade do Silêncio era inicialmente construída ao redor de uma caverna anônima em Idris, onde David O Silencioso, o primeiro Irmão do Silêncio, presenciou um ritual de sacrifício realizado por um Demônio Maior que o horrorizou e fez dele um Irmão do Silêncio. Com a ajuda das Irmãs de Ferro, a caverna foi exorcizada, e então foi iniciada a construção da Cidade do Silêncio.

A verdadeira construção da cidade levou aproximadamente 400 anos para obter o tamanho e altura atuais. De acordo com as anotações de David, a Cidade começou como uma caverna de pedra lapidada abaixo de Idris, consistindo de uma pequena câmara do conselho, uma pequena área que servia como suas acomodações, e um cemitério. Naquela altura, antes da Cidade do Silêncio ser considerada uma cidade, era chamada de Claustro do Silêncio.

Os Irmãos do Silêncio e as Irmãs de Ferro continuaram a escavar as cavernas, e o Claustro se expandiu através dos anos. As acomodações, os arquivos, laboratórios, túmulos e a câmara do conselho, então conhecida como Câmara da Espada, expandiram e foram movidas e separadas em diferentes níveis.

As duas primeiras entradas para a Cidade fora de Idris foram construídas por volta de 1300: uma aonde agora é encontrada a cidade de Bangalore, no sul da Índia, e outra na cidade de Heldelberg, onde se encontra o sul da Alemanha atualmente. Ambas foram criadas para permitir aos Irmãos do Silêncio o acesso aos extensos materiais de pesquisa nas duas cidades. Os Irmãos do Silêncio também começaram a recrutar para suas posições monges e acadêmicos mundanos, que moravam ou viajavam para tais cidades, à procura de sabedoria.

Em 1402, registros do Conselho referiam-se ao Claustro como “A Grandiosa Cidade, cujos níveis não conhecemos e cujos segredos os Irmãos mantêm em Silêncio.” Em 1471, as prisões dos Nephilim foram movidas de um anexo do Jardim em Alicante para os níveis mais profundos da Cidade. Em 1536, a câmara do conselho estava completa e aberta aos Caçadores de Sombras.[1]

1878

A Cidade do Silêncio foi para onde os móveis da Casa Sombria foram levados e mantidos para investigação. Um tempo depois, alguns membros do Enclave foram para a Cidade do Silêncio para a cremação daqueles que faleceram na batalha contra os autômatos de Mortmain e os vampiros de Alexei de Quincey.[2]

No mesmo ano, Jessamine Lovelace foi levada para a cidade para interrogatório e mantida em uma das celas, onde marcou as letras “JG” na parede. Ela foi visitada por Jem Carstairs e Tessa Gray. Jem posteriormente mudou-se para a cidade após tornar-se um Irmão do Silêncio.[3]

2007

Em 2007, Clary Fray foi levada à Cidade do Silêncio para ter sua mente examinada pelos Irmãos do Silêncio. Ela foi levada para a câmara do conselho, e ela ficou nas Estrelas Falantes, e até mesmo sangrou sobre ela depois de ferir seu braço. Aqui, eles descobriram a assinatura de Magnus Bane nos bloquios em sua mente.

Semanas após, Jace Herondale, onde acreditava-se ser o filho de Valentim Morgenstern, foi mantido temporariamente nos confins das celas de prisão da Cidade do Silêncio, sob ordens da Inquisidora Herondale. Ele foi mantido por uma noite, e estava na cela quando Valentim roubou a Espada Mortal, junto do Demônio do Medo Agramon, que assassinou diversos dos Irmãos do Silêncio presentes. Clary, Alec, e Isabelle chegam à cidade mais tarde como os primeiros a responder ao sinal de sofrimento que fora enviado. Os membros mais velhos do Conclave chegaram mais tarde e examinaram a cena por si mesmos.[4]

Até mesmo posteriormente, Jace foi novamente levado para a cidade após começar a receber pesadelos perturbadores de Lilith. Ele e Clary foram interrogados, no pavilhão das Estrelas Falantes, sobre a natureza dos sonhos, e eles foram obrigados a compartilhar os eventos que ocorreram nas margens do Lago Lyn, semanas anteriores. Jace foi mantido pela noite, com planos de refazer seus feitiços de proteção, na mesma cela na qual Jessamine talhou suas iniciais. Jace deixou a cidade antes que os feitiços fossem realizados nele.[5]

Curiosidades

  • A Cidade do Silêncio foi inspirada nas Catacumbas de Paris.[6]
  • Nas adaptações para filme e TV de Os Instrumentos Mortais, a Cidade do Silêncio foi chamada somente de "a Cidade dos Ossos".

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.