FANDOM


Caçadores de Sombras
Codex Shadowhunters.jpg
Também
conhecido
como
:
Nephilim
Filhos dos Nephilim
Filhos de Raziel
Filhos do Anjo
Fundador: Jonathan Shadowhunter
Criador: Anjo Raziel
Status: Existente
Base: Idris
Residência: Ao Redor do Mundo
Espécie: Metade-Humano
Metade-Anjo
Ocupação: Caçadores de Demônios

Exexutores dos Acordos

Lema: Descensus facilis Averno est.

"A descida até o Inferno é fácil"

Aliados:

Anjos Seres do Submundo Mundanos

Inimigos:

Demônios
Seres do Submundos desleais
Caçadores de Sombras desleais Renegados

Caçadores de Sombras, também conhecidos como Nephilim, são uma raça secreta de humanos nascidos com sangue angelical. Eles são designados especificamente para controlar e presidir sobre o Mundo das Sombras, bem como os demônios e Seres do Submundo que o habitam. Eles têm combatido as forças demoníacas valentemente para o bem durante o período de mil anos, criando a sua própria cultura e civilização na sociedade humana. O seu mandato é manter a paz no Mundo das Sombras e mantê-lo escondido do mundo mundano enquanto protegem os habitantes de ambos os mundos.

Apesar de sua ascendência, Shadowhunters são mortais e, portanto, vulnerável a velhice e morte; no entanto, o seu sangue angelical fornecem habilidades especiais que lhes permitem alcançar feitos além do humanamente possível através da aplicação de runas angelicais.

História

Nós somos algumas vezes chamados de Nephilim. Na Bíblia eles eram os descendentes de humanos e anjos.

–Hodge Starkweather, Cidade dos Ossos

Na Bíblia, os Nephilim eram os descendentes de humanos e anjos, embora não se sabe se eles realmente existiram ou não. No Códex dos Caçadores de Sombras, o Anjo Raziel é dito ter nomeado Jonathan e sua nova raça após os Nephilim da Bíblia, mesmo fazendo referências como tal, embora isso também seja desconhecido visto não há registros oficiais existentes do que exatamente aconteceu naquele dia.[1]


Criação

Codex Raziel.jpg

O Anjo Raziel e Jonathan Shadowhunter.

Raziel codex.png

Anjo Raziel com os Instrumentos Mortais.

A lenda da origem dos Caçadores de Sombras é que eles foram criados mais de mil anos atrás, quando os humanos estavam sendo devastados por invasões demoníacas de outros mundos. Um feiticeiro invocou o Anjo Raziel, que misturou um pouco de seu próprio sangue com o sangue de homens em um cálice, e deu a esses homens para beber. Aqueles que beberam o sangue do Anjo tornaram-se Caçadores de Sombras, assim como seus filhos e os filhos dos seus filhos.

Hodge Starkweather, Cidade dos Ossos

Milhares de anos atrás, pouco depois de 1000 dC, a Terra estava sendo invadida constantemente por grupos de demônios.Durante os momentos em que as Cruzadas começaram, particularmente acredita-se que em algum momento nos meses de inverno[2], um guerreiro chamado Jonathan Shadowhunter invocou o Anjo Raziel, apesar de ter sido considerado por muitos que era um feiticeiro quem realmente havia invocado o Anjo. Jonathan pediu para que Raziel ajudasse a salvar a humanidade. Vendo a honestidade e nobreza de seu desejo, o anjo se submeteu e misturou seu sangue ao de Jonathan no Cálice Mortal, uma mistura que ele deixou Jonathan beber. Raziel, então, deu a Jonathan os outros dois Instrumentos Mortais, o Livro Gray, e o nome apropriado de Caçador de Sombras como símbolo de sua transformação.[1]

Rapidamente, mais homens e mulheres beberam do cálice e tornaram-se guerreiros Nephilim. Eles logo se tornaram conhecidos como Caçadores de Sombras, depois de Jonathan, o primeiro de seu tipo. Seus filhos, e filhos de seus filhos, herdaram o sangue angelical de seus pais e eles mesmos se tornaram Nephilim.

Por alguma razão, não revelado até o momento, 1234 é uma data significativa entre os Caçadores das Sombras: junto com o lema Nephilim, a data é inscrito na base da estátua pela entrada da Cidade do Silêncio, em Nova York. Os séculos 11 e 13 também são citados pelo Códex dos Caçadores de Sombras como o início e o pico, respectivamente, da promoção da raça dos Nephilim, quando os novos membros estavam sendo procurados e recrutados após a morte dos primeiros Caçadores de Sombras, e os dois pontos no tempo apontado como quando a primeira edição do Codex foi escrito, sendo o primeiro o período indicado na presunção de que o Codex foi escrito por Jonathan Shadowhunter, e o segundo estimado com base em técnicas de investigação e de namoro modernos.[1]

Era Vitoriana

Em 1872, os Caçadores de Sombras assinaram os primeiros Acordos, se tornando o primeiro passo de negociação de paz com a população de Seres do Submundo.

Em 1878, os Caçadores de Sombras do Instituto de Londres enfrentaram O Magistrado e seu exército mecânico, cuja intenção era criar uma nova raça formidável de seres metade-Nephilim, metade-demônio, como a primeira de seu tipo, Tessa Gray, com a capacidade de diversas habilidades desconhecidas -das quais era o poder Transformação, uma vez que seu pai é um Eidolon. Seu plano foi frustrado, no entanto, com os esforços combinados dos poucos membros do Enclave de Londres e o feiticeiro Magnus Bane.[3]

Século 20

Houve um momento em que algumas, se não a maioria, das mulheres Nephilim não eram combatentes; elas eram geralmente destinadas a realizar tarefas domésticas como cozinhar e proteger as atuais e futuras gerações de jovens Caçadores de Sombras em casa. Embora tenha havido mulheres lutadoras ao longo dos anos, e reconhece-se que sempre houve mulheres na Clave -dominando as runas, criando armas, ensinando a Arte de Matar -mas apenas algumas foram guerreiras, aquelas com habilidades excepcionais e que tiveram que lutar para ser treinadas. Foi uma geração no final dos anos 1900, que incluia Maryse Lightwood e Jocelyn Fray, que foi a primeira em que todas as mulheres foram treinados para se tornarem guerreiras Caçadores de Sombras, juntamente com os homens.[4]

Em 1991, uma grande tragédia chamada de Ascenção ocorreu durante a assinatura dos 9º Acordos. Um grupo de dissidentes chamado de Ciclo e liderado por Valentim Morgenstern consideravam que a Clave e o Pacto estavam desatualizados e precisando de reforma. Eles defenderam e confirmaram sua crença de que eles deveriam aumentar seus números transformando mais mundanos com o Cálice Mortal, e que eles deveriam voltar a ser unidos e declarar guerra, principalmente contra os Seres do Submundo.

Durante a assinatura, eles planejavam abater os Seres do Submundo desarmados presentes, assim como os Caçadores de Sombras que iriam resistir e defender os Membros do Submundo. Enquanto eles foram parados e combatidos por reforços Submundanos, todos os quais foram informados e preparados pela esposa de Valentim, Jocelyn, e o ex-parabatai, Luke, ainda havia várias vítimas. Apesar dos esforços do Ciclo, os Acordos foram assinados no entanto.[4]

Século 21

Em 2007, Valentine retornou e planejava acabar com a raça de Caçadores de Sombras atual, pelo menos aqueles que resistissem à sua proposta de mudança, e finalmente atualizar seus números, invocando o anjo Raziel mais uma vez[4]. Ele convocou um exército de demônios e os colocou em Alicante, e uma grande batalha, conhecida como a Guerra Mortal, aconteceu, mais uma vez terminando em morte de ambos os lados. Valentim foi finalmente derrotado, derrubado pelo próprio Raziel.[5]

Depois de sua morte, no entanto, seu filho, Sebastian Morgenstern, assumiu seu posto, embora agindo de forma diferente. Com a ajuda de Lilith, Sebastian conspirou para iniciar uma guerra para levantar o Inferno e governar o mundo humano com seu exército de Caçadores de Sombras Crepusculares, corrompidos com o sangue de Lilith e o Cálice Infernal[6]. Sebastian transformou um grande número de Nephilim à força, e matou ainda mais durante a invasão de Idris que ficou conhecida como a Guerra Maligna. Ao passo que Sebastian foi finalmente derrotado, já era tarde demais pois a grande maioria dos Caçadores de Sombras que se reuniram em Alicante já tinham sido massacrados. Para salvar a sua população, a Clave decidiu reabrir a Academia e recrutar mais mundanos para a Ascensão.[2]

Além disso, pela traição do Povo das Fadas durante a guerra, os Caçadores de Sombras forçaram um tratado com a Corte de Seelie para que as fadas paguem reparações por danos dados aos Nephilim e a Praetor Lupus, e que não poderiam mais ter guerreiros ou exércitos, que se qualquer um deles for visto carregando armas, sem o consentimento da Clave, poderia e seria legalmente executado. Os termos atrairam a ira de sua espécie, e uma feroz crítica e condenação do representante bruxo do Conselho Magnus Bane; no entanto, as fadas à contragosto aceitaram. Seu acordo veio a ser conhecido como a Paz Fria.

Casa

Idris

Artigo Principal: Idris


Idris é a terra natal dos Caçadores de Sombras e é protegida por Torres Demoniacas, impedindo que demônios entrem e protegendo a cidade, a única maneira de permitir que eles entrem é colocar sangue de demônio nas Torres pelo lado de dentro — uma tarefa praticamente impossível.

Idris fica na Europa Central. É um pequeno país entre a Alemanha e a França, com feitiços de proteção por toda a fronteira, prevenindo assim que mundanos entrem. Caso algum mundano tente cruzar a fronteira de Idris, eles são simplesmente transportados para a próxima fronteira, sem que notem alguma coisa.

Idris é, em sua maioria, formada de florestas cheias de covis de vampiros e matilhas de lobisomens. Há montanhas que podem ser cruzadas apenas no verão, para que não se congele até a morte. Há pequenas vilas em Idris. Essas vilas não são grandes, e são de certa forma dispostas em volta de uma cidade, Alicante, que também é conhecida como a Cidade de Vidro.

Alicante

Artigo Principal: Alicante


Alicante é a única cidade e a capital de Idris. Ela é frequentemente de Cidade de Vidro por causa das Torres Demoniacas que guardam a cidade contra ataques de demônios, refletindo luz com sua aparência de vidro. A cidade inteira é iluminada e alimentada por luz enfeitiçada. As casas pela cidade foram construídas ao longo do tempo e cada uma aparenta ser de uma era diferente. A Garde, o local de encontro para a Clave, se encontra em uma colina na borda da cidade. Há lojas por toda a cidade que exibem e vendem uma grande variedade de objetos, de armas à roupas.

Governo e Política

Madame Dorothea: "Você poderia chamá-los assim. Você está familiarizado com o lema do Pacto?"
Jace Herondale: "Sed lex dura lex. A Lei é dura, mas é a Lei."
―, Cidade dos Ossos

OS Nephilim seguem um rigoroso conjunto de regras estabelecidas no Códex e no Pacto. Existem muitas regras e diretrizes que devem ser seguidas.

A Clave

Artigo Principal: Clave


A Clave é a organização geral de todos os Nephilim, liderado pelo Conselho, o órgão de gestão da Clave, o Cônsul sendo a maior autoridade eleita. A Clave mantém e interpreta a Lei, e decide sobre assuntos importantes que afetam os Nephilim. Todos os membros da Clave têm direitos para contribuir em qualquer assunto em discussão pela Clave.

Quando Caçadores de Sombras atingem a idade adulta com a idade de dezoito anos, eles devem decidir se a declaram sua lealdade a Clave e tornar-se membros completos da mesma, ou se deixam sua vida para trás por algum motivo. Os membros da Clave são então divididos em grupos menores em diferentes países e cidades do mundo: Enclaves na maior parte do mundo, e Conclaves nas Américas e na Austrália. Institutos servem como seus lugares de poder, e cada resposta Caçador de Sombras ativo respondem por eles. Embora estes grupos regionais coordenem as suas próprias tomadas de decisões local e sua estrutura organizacinal como entenderem, a Clave ainda pode interferir em alguns casos.

O mesmo é o caso de jovens Caçadores de Sombras cujos pais deixaram a Clave: a cada seis anos, até que a criança complete dezoito anos, a Clave pergunta a criança se ela gostaria de se juntar a eles e se tornar um Caçador de Sombras. Se a criança responde não todas as vezes, três vezes no total, até que estejam com dezoito anos, eles são livres. A qualquer momento durante os dezoito anos, a criança pode ir para qualquer instituto e solicitar treinamento. É também o que garante que o mundo das sombras permaneça escondido do mundo mundano. O Pacto também elabora o sistema jurídico dos Caçadores de Sombras.

O Pacto

Artigo Principal: Pacto


O Pacto é a Lei defendida pela Clave. Ele fornece as regras de conduta para Caçadores de Sombras e Seres do Submundo. O Pacto protege os direitos dos Caçadores de Sombras para impor relações civilizadas entre a Clave, Mundo das Sombras, e o mundo mundano, e também protege os direitos dos Seres do Submundo de modo que não possam ser maltratados por Caçadores de Sombras.

Os Acordos

Artigo Principal: Os Acordos


Os Acordos atuam como um aperfeiçoamento para o Pacto, concordado em ser tomado como a lei da terra por todo o Mundo das Sombras, e é um tratado que ordena como Caçadores de Sombras e Seres do Submundo interagem com os mundanos e entre si, bem como os direitos de cada grupo, responsabilidades e restrições. Grupos de Seres do Submundo também em paz com os Acordos concordam com o mesmo juramento de nunca revelar a verdade do mundo das sombras para os mundanos. Os Acordos são revisados e assinados a cada quinze anos, por representantes desses grupos.

Relações Mundiais

Enquanto os Caçadores de Sombras que vivem em Idris não sejam abrangidos por qualquer autoridade mundana em torno deles, eles ainda são tecnicamente seres humanos e cidadãos dos países em outras partes do mundo fora de Idris e estão sujeitos às suas leis. Fora isso, eles têm alianças com diferentes governos no mundo. Em Londres, monarquias têm pago em segredo, durante anos, para que Caçadores de Sombras mantenham seus reinos seguros. Nos EUA, tanto o Departamento de Guerra quanto o Departamento de Justiça se afiliaram aos Caçadores de Sombras.[7]

Missão

O objetivo dos Nephilim é lutar, e um dia, acabar com a praga de demônios na Terra. Eles são enviados para todos os lugares da Terra para lutar contra hordas de demônios. A luta continua mesmo depois da morte. Seus ossos e cinzas são usadas, visto que os ossos dos caçadores de demônios são uma proteção poderosa, para fortalecer edifícios importantes e para fornecer energia para os Irmãos do Silêncio.

Fora isso, os Caçadores de Sombras também colocaram a responsabilidade de manter a paz e sigilo do Mundo das Sombras, bem como a proteção dos mundanos e do mundo em geral, a partir do sobrenatural, em si mesmos.

Recrutamento

É um cargo único criado para Simon Lovelace. Para ajudar a reabastecer as tropas de Caçadores de Sombras, diminuídas com a Guerra Maligna. Quando prováveis candidatos a Ascender eram encontrados, Simon ia até ales para falar sobre o que significava se tornar um Caçador de Sombras após a vida mundana. para ajudar a reabastecer as tropas de Caçadores de Sombras, diminuídas com a Guerra Maligna.

Cultura

Tal como acontece com todas as populações, os Nephilim desenvolveram sua própria cultura e tradições. Eles têm tradições e hábitos que, embora as leis não sejam oficiais, são esperados deles.

Vida

A maioria dos Caçadores de Sombras passa sua juventude como guerreiros. Uma exceção seria quando os Caçadores de Sombras se juntam a uma das suas ordens monásticas: os Irmãos do Silêncio e as Irmãs de Ferro. Os Irmãos servem como guardiões de suas sabedoria e do conhecimento; eles servem como seus bibliotecários, pesquisadores e ocasionalmente como médicos. Eles moram na Cidade do Silêncio. As irmãs projetam e forjam suas armas; elas são os guardiãs do adamas, o metal sagrado dado a eles por Raziel. Elas residem na Citadela Adamant.

Religião

Os Nephilim não se obedecem qualquer religião mundana visto que eles são aliados de cada sistema de crenças mundano. Além disso, Caçadores de Sombras, individualmente, estão autorizados a acreditar no que eles escolherem. Alguns Caçadores de Sombras vêem o seu próprio estilo de vida e crenças como uma religião separada. Sobretudo, eles têm suas próprias crenças sobre anjos, demônios, céu e inferno, e eles adoram o anjo Raziel como seu criador[8]. Ainda assim, os Nephilim reconhecem as verdades nas religiões mundanas, mitologias, contos e lendas, e muitas vezes integrar este princípio em seu conhecimento do mundo real.

Todas as religiões mundanas também estão, em parte, conscientes da batalha em curso contra os demônios, sendo eles mesmos afetados pela Incursão. No entanto, uma vez que os mundanos não seriam capazes de lutar contra demônios, eles simplesmente associaram a sua existência e a batalha contra eles, metodicamente, em sistemas de crenças como diferentes entidades do mal. Seus líderes, como alternativa optaram por ajudar auxiliando os Nephilim, que estão equipados para combater os demônios em sua missão, desde que Caçadores de Sombras não se apeguem a uma única religião.[4]

Contatos e relações foram estabelecidas entre os Nephilim e as ordens mais místicas das principais religiões do mundo, com um pequeno grupo de líderes escolhidos atuando como os representantes de cada religião, assinando tratados secretos que prometem o fornecimento contínuo de abrigo e armas para Caçadores de Sombras em troca de proteção. A sua parte do acordo é mantida, permitindo que os Nephilim acessem às suas diferentes comunidades religiosas, edifícios sagrados, ou lugares de culto como refúgio, ou para as suas numerosas provisões escondidas ou reservas de ferramentas e equipamentos sagrados para uso dos Caçadores de Sombras, o mais antigo dos quais se diz ficar na Basílica di Sant'Ambrogio em Milão, datando de mais de 500 anos atrás.

Festividades

Enquanto a maioria dos Caçadores de Sombras normalmente não participam ou observam celebrações tradicionais religiosas e culturais ou feriados mundanos, como Natal ou Ação de Graças, alguns a aceitam como um costume, mas sem o significado religioso que tem para os mundanos.

Treinamento

Codex Training.jpg

Caçadores de Sombras podem ser treinados em uma idade muito jovem, por seus pais ou outros mentores e responsáveis. Alguns Caçadores de Sombras podem treinar em uma academia em Idris, ou pelo Institutos em outras partes do mundo.

Normalmente, os filhos de Caçadores de Sombras, biológicos ou adotados, podem optar por treinar para ser Caçadores de Sombras quando eles estão com cerca de dez anos. Eles também podem recusar, e em uma família de Caçadores de Sombras, isso significava que a criança fseria mandada embora, mas as regras mudaram desde então. Ascensão seria, então, aberta ao não-Caçador de Sombras, filho adotado.[9]

Após a conclusão da sua formação, é habitual e tradicionalmente esperado que Caçadores de Sombras viajem para outros Institutos para aprender sobre outras culturas Nephilim.

Combate

Existem variedades de armas e equipamentos utilizados pelos Caçadores de Sombras. A maioria destas armas são feitas com materiais capazes de matar demônios, alguns usando adamas forjadas pelas Irmãs de Ferro.

As mais utilizadas são as lâminas serafim, as armas primárias dos Nephilim, feitas de adamas e é necessário o poder do nome de um Anjo para acessar o poder da lâmina. Além de lâminas serafim, alguns Caçadores de Sombras optam por ter uma arma de especialidade, tais como espadas, arcos e flechas, e muitos mais.

Os Nephilim também possuem dispositivos, como o Sensor e Portal, que fazem suas tarefas mais fáceis. Cada espécie é fraca a um determinado elemento. Ferro abençoado é eficaz contra fadas, pó de prata e balas contra licantropos, água benta e outros símbolos religiosos contra vampiros e demônios são geralmente suscetíveis a danos causados por armas angelicais etc.

Cerimônias e Rituais

Nascimento

Caçadores de Sombras recém-nascidos têm feitiços lançados sobre eles para proteger suas mentes de influências demoníacas. Esses rituais protegem os Caçadores de Sombras de visões de demônios e possessões a eles dirigidas. Tecnicamente, o ritual é principalmente necessário apenas para aqueles que estão em perigo de serem alvejados, então as pessoas com sangue Caçador de Sombras mas que não são Marcadas e são criadas entre os mundanos, sem ninguém saber o que são, não serão afetados, ou minimamente assim, pela falta da magia.[10] Os rituais são realizado por um Irmão do Silêncio e uma Irmã de Ferro

Uma vez que o sangue Nephilim é em sua maior parte dominante, se um Caçador de Sombras tem crianças com quaisquer espécies, seus filhos ainda serão Nephilim. Um caso especial é quando um dos pais é uma fada, em que algumas das características ou atributos de sua espécie pode se manifestar na criança, e um demônio, como Tessa Gray, embora isso seja muito raro visto que o filho de Caçadores de Sombras e demônios geralmente nascem mortos. Quando os mestiços continuarem a ter filhos, o traço das outras espécies vão diminuir lentamente através das gerações ou desaparecer completamente.[11]

Runas

Artigo Principal: Runas


As runas foram dadas aos Caçadores de Sombras pelo Anjo Raziel, todas contidas no Livro do Pacto e copiadas para o Livro Gray. Estas runas, ou Marcas, são aplicadas sobre a pele dos Caçadores de Sombras e fornece diferentes efeitos e habilidades. Clary Fray, uma Caçadora de Sombras com uma quantidade excepcional de sangue angelical, descobriu ser capaz de criar novas runas, ou recordar algumas, não dadas a eles por Raziel.[12]

Quando um jovem Caçador de Sombras é marcado para começar seu treinamento formal, geralmente em torno de dez anos de idade, eles recebem a sua primeira runa, normalmente a runa da Vidência, em uma cerimônia formal feito por Irmãos do Silêncio. Em alguns casos, como quando o filho de um antigo Nephilim opta por se juntar a eles em uma idade mais avançada, eles recebem estas runas anos mais tarde; outro caso especial é a recepção de uma Marca diferente do que normalmente é dada em primeiro lugar quando a criança está fraca ou doente.

Parabatai

Artigo Principal: Parabatai


Parabatai é o termo para dois Caçadores de Sombras que lutam lado a lado. Estes Caçadores de Sombras são parceiros e são particularmente próximos um do outro. Caçadores de Sombras tem a opção de escolher o seu parabatai antes de completar 18 anos, após o qual a opção não estará mais disponível para eles; na verdade, ter parabatais é bastante incomum entre os Nephilim.

As runas desenhadas por seu parabatai são mais fortes do que qualquer outra utilizada. Além disso, existem algumas runas que só podem ser usados por parabatai pois baseiam-se no dobro de força que parabatais possuem. É proibido que dois parabatai se apaixonem. Se isso acontecer, eles serão separados. A maioria dos Caçadores de Sombras não têm um parabatai, portanto eles não são muito comuns. Em suas vidas de Caçadores de Sombras, eles só podem ter um parabatai, mesmo se o seu parceiro morre.

Casamentos

O ritual é retirado da Canção de Salomão. 'Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço: porque o amor é forte como a morte.'

A cor do casamento é o dourado. Mulheres Caçadoras de Sombras geralmente usam vestidos de ouro e traje cerimonial preto marcado com runas de ouro para os homens. Os casamentos são, muitas vezes, realizados no Salão dos Acordos em Alicante. Com o casamento, o anel da família dado à mulher durante o pedido de casamento é devolvido. Os Caçadores de Sombras, em seguida, marcam uns aos outros com runas permanentes de amor e compromisso sobre os seus corações e braços, significando seu amor e devoção um pelo outro.

Casamento do mesmo sexo também é reconhecido em Idris quando é realizado em um país onde o casamento homossexual é legal.[1]

Casamentos Mistos

Relacionamentos com mundanos, e quaisquer outras espécies que não sejam um companheiro Nephilim, geralmente são menosprezados pela Clave. Na verdade, casamentos com mundanos são proibidos. No entanto, caçadores de Sombras podem ficar com Seres do Submundo; eles simplesmente não podem se casar em uma cerimônia tradicional dos Caçadores de Sombras porque os Seres do Submundo não podem suportar a runa, que é uma parte desta cerimônia. Outras formas de casamento com Seres do Submundo são permitidos, tais como casamentos da igreja, handfasting, cerimônias de fadas, entre outros, embora alguns destes não são geralmente reconhecidos por outros Caçadores de Sombras.[13][14]

Para ser capaz de se casar com um mundano, um Caçador de Sombras terá que deixar a Clave e se tornar um mundano, sendo despojado de suas marcas. Existem três regras para aqueles que deixam a Clave. Primeiro, o Caçador de Sombras deve cortar contato com qualquer e todos os Caçadores de Sombras que já conheceu, até mesmo a sua própria família. Em segundo lugar, eles não podem convocar a Clave para obter ajuda. E em terceiro lugar, a Clave ainda pode reivindicar os seus filhos, onde os seus filhos vão ser informados sobre sua linhagem e receberão a oferta para se tornarem Caçadores de Sombras a cada seis anos, até que estejam com dezoito anos.

No entanto, isso pode ser evitado se o provável namorado mundano Ascender para tornar-se um Caçador de Sombras.

Durante os primeiros dias dos Nephilim, quando o recrutamento e o reforço dos seus números eram prioridade, casamentos com mundanos foram incentivados. No entanto, depois que a população de Caçadores de Sombras se tornou estável, a Clave de 1400 revogou a capacidade dos chefes dos Institutos de criar novos Caçadores de Sombras sem aprovação; uma vez que nenhum sistema de avaliação foi fornecido, a maioria dos pedidos após isto foi recusada. Os casamentos com mundanos foram completamente banidos pelo Conselho em 1599, no auge do Cisma e das Caçadas, durante o qual os Nephilim ficaram mais isolados dos mundanos. Esse isolamento permaneceu e continuou, e até mesmo formou a relação dos Nephilim com os mundanos, mesmo gerações depois. Em 1804, a Lei que proibia casamentos mistos foi revogada; no entanto, enquanto o casamento ainda é proibido, o método da Ascensão foi pelo menos desenvolvida.[1]

Ascensão
Artigo Principal: Ascensão


Ascensão é o processo através do qual os mundanos tornam-se Caçadores de Sombras bebendo do Cálice Mortal. A opção está aberta aos namorados e filhos adotivos de Caçadores de Sombras, e, em alguns casos raros, outros mundanos que possuem a Visão interessados ou selecionados para se tornarem um Caçador de Sombras. Apesar de raro, o Cálice tem sido usado para criar mais Caçadores de Sombras ao longo dos anos, quando sua linha de soldados e populações foram empobrecidos. Mundanos que Ascendem para se tornar um Caçador de Sombras podem então escolher e submeter seu sobrenome de Caçador de Sombras a aprovação, ou apenas escolher a partir de um dos antigos nomes Nephilim extintos (nomes que não tinham mais detentores vivos ou ativos durante alguns anos).

No entanto, beber do Cálice Mortal era perigoso e nem sempre funcionava. É preciso ter força e resiliência especial e eles devem ser extensivamente testados, por isso a maioria nunca sobrevive à transição. Adultos, particularmente os "não treinados e indignos," poderiam também não serem afetados totalmente pelo processo ou simplesmente morrer, e na maior parte funciona em crianças; em certo ponto, o Conselho havia considerado a redução da idade de concordância para a Ascensão para doze ou catorze anos.

Por causa dos riscos, deve-se requerer e apelar para a Clave, e eles são necessários para avaliar e considerar pelo menos três meses antes da aprovação, durante o qual o mundano deve estar estudando para aprender sobre a cultura dos Caçadores de Sombras.

Quando o Cálice foi perdido e acreditava-se estar destruído no século 20, os Nephilim acreditavam que a Ascensão nunca iria acontecer de novo, até que ele foi encontrado e recuperado quase duas décadas mais tarde. Depois da Guerra Maligna de 2007, a Clave tornou-se desesperada por novos Caçadores de Sombras depois que seus números foram empobrecidos, e eles reabriram a Academia para novos recrutas, que incluía mundanos se transformando em, ou sendo treinados para se tornar, novos Caçadores de Sombras através da Ascensão.

Punições

Quando provado culpado de uma violação de suas leis importantes, Caçadores de Sombras podem ser despojados de suas marcas. Isto é feito principalmente quando um Caçador de Sombras decide deixar a Clave para se casar com um mundano, e se torna um no processo. Outro ato de traição para receber esta punição é por se associar com demônios; este grave ato pode até ser acompanhado pela transformação forçada do infrator em um mundano Renegado, bem como a remoção de Marcas da família e da remoção de seu nome de família e registros de história Nephilim.[15]

Morte

Caçadores de Sombras muitas vezes morrem jovens visto que a sua luta contra os demônios matam muitos deles na batalha. A cor tradicional do luto entre os Nephilim é branco, ao contrário dos típico preto dos mundanos, que é a sua cor de luta, para as suas roupas, e vermelho para runas.

Para honrar a morte de um Caçador de Sombras, a maioria deles são cremados, e seus restos são enterrados mais tarde. Os que morrem em Idris são tradicionalmente enterrados em sua necrópole fora dos muros de Alicante, onde a maioria das antigas famílias de Caçadores de Sombras têm não só lotes de túmulos mas grandes tumbas e mausoléus da família. Aqueles que morrem fora de Idris estão sepultadas no ossuário que compõe um nível da Cidade do Silêncio, embora ainda menor do que o cemitério em Idris, em que os corpos dissecados são queimados e transformados em cinzas usadas para fazer e reforçar os seus arcos de mármore. Os Irmãos do Silêncio têm responsabilidade sobre os mortos em ambos os locais. No entanto, aqueles cujas mortes não são consideradas honrosas, como suicídios, criminosos e monstros, em vez disso são enterrados, todo e não cremado, em outros lugares, como no cruzamento em Idris fora da Floresta Brocelind.

Durante os funerais, ou quando um Caçador de Sombras morre com outro presente, o seu nome e as palavras Ave Atque Vale, retirado de um poema de Catulo, que significa "saudação e despedida", em Latim, são falados.

Antes de ser posicionado na pira funerária, o corpo do Caçador de Sombras é apresentado de forma que as palavras de luto possam ser faladas e aqueles deixados para trás possam prestar suas últimas homenagens. Os olhos do Caçador de Sombras morto são atados com seda branca, e ele é colocado para descansar com os braços cruzados sobre o peito, uma lâmina serafim posicionada na mão direita e descansando sobre o coração. Ritos funerários variam dependendo da parte do mundo de onde Caçador de Sombras é, mas tradicionalmente é concluido com uma frase de Odes de Horácio: Pulvis et umbra sumus.—"Somos poeira e sombras".[1]

Honras

Alguns Caçadores de Sombras deixam para trás legados que ficam marcados e incluídos na história dos Caçadores de Sombras. Figuras históricas, como Jonathan Shadowhunter e o Anjo Raziel estão entre as figuras mais conhecidas ao longo da sua história.

Naturalmente, ao longo dos séculos, ocorreram eventos que moldarão o futuro dos Nephilim. Tapeçarias, que ilustram passagens da história e monumentos podem ser feitas em sua honra ou memória. Aparentemente, grandes feitos, como a vitória em uma guerra, podem justificar a criação de tais tributos.

Um exemplo é as guerras de 2007, a Guerra Mortal e da Guerra Maligna. Uma tapeçaria foi feito para os eventos por trás da Guerra Mortal, que descreve a imagem de Valentim convocando Raziel, e Clary Fray, que frustrou seus planos, à margem.[16] No cruzamento perto da Floresta Brocelind, onde os criminosos e suicidas são normalmente enterrados, uma necrópole foi construído para os Crepusculares, como seu lugar de descanso final, uma espécie de monumento ou lembrete da vitória dos Caçadores de Sombras contra os planos de Sebastian, bem como um santuário para aqueles que uma vez tinham sido Caçadores de Sombras.

Outras partes memoráveis da história Nephilim para os quais foram feitas tapeçarias incluem a assinatura dos Primeiros Acordos, a Batalha de Xangai, e o Conselho de Buenos Aires.

Lema

O lema dos Nephilim é "Facilis descensus Averno," ou "Descensus Averno facilis est," que significa "A descida ao Inferno é fácil" em Latim. Ele foi tirado do poema de Virgílio, Eneida.

Cores

Preto para caçar de noite e dar sorte,
Pois o branco é a cor do pranto e da morte.
Dourado para a noiva em seu vestido,
E vermelho para acabar com um feitiço
Seda branca quando nossos corpos queimam;
Bandeiras azuis aos perdidos que retornam, pois teimam.
Chamas para o nascimento de um Nephilim,
E, para apagar nossos pecados, és um fim.
Cinza para o conhecimento que não deve ser dito;
Cor de osso para aquele que não envelhece, bendito.
Açafrão ilumina a cor da vitória,
Verde para um coração partido, almejando a glória.
Prata para as torres demoníacas, cor de adamas,
E bronze para invocar poderes malignos, nada mais.

–Rima infantil dos Caçadores de Sombras, Cidade do Fogo Celestial

Cores significam coisas diferentes para Caçadores de Sombras em relação ao significado para mundanos. O preto é a cor do seu equipamento; branco é para o luto; ouro para casamentos e vermelho é cerimonial.[6] De acordo com Raphael Santiago as torres demoníacas também acendem com cores diferentes, dependendo de certas mensagens: dourado para celebrações, vermelho significa magia, que também pode ser interpretado como perigo, e azul como a cor dos Acordos.[2] Marcas vermelhas também são usadas para luto,[17] e foi a cor utilizada pelos Crepusculares.

Famílias de Nephilim Conhecidas

Tradicionalmente, a maioria dos nomes de família de Caçadores de Sombras (particularmente os Ingleses) são compostos, refletindo algo sobre a família, ou o primeiro da família que escolheu o nome.

Curiosidades

Referências


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória