FANDOM


Aloysius Starkweather era o Caçador de Sombras que dirigia o Instituto de York até sua morte em 1878.

Biografia

História

Nascido na família Starkweather, Aloysius cresceu no Instituto de York, sendo o Instituto administrado por sua família durante gerações. Criado durante os dias em que ainda não havia termos de paz entre Caçadores de Sombras e Seres do Submundo, Aloysius os desprezou, vendo-os como seres inferiores que não merecem quaisquer direitos de qualquer tipo.

Quando ele tinha cerca de vinte e seis anos, Aloysius fazia parte do grupo do Enclave que foi despachado para matar John e Anne Shade pela posse ilegal do Livro Branco e a prática da necromancia, uma violação da Lei Nephilim. Aloysius apreciou o que ele considerou a "glória" de matar Seres do Submundo e obter despojos deles.

Eventualmente, depois de anos ajudando seu pai nas responsabilidades do Instituto, o pai de Aloysius morreu aos 104 anos. Em algum momento antes ou depois da morte de seu pai, Aloysius foi deixado com o Instituto e se tornou seu diretor.[1]

Em algum momento neste período, o filho de Aloysius teve uma filha chamada Adele, uma criança saudável que um dia foi trocada secretamente por fadas com uma criança doentia e mundana como uma forma de vingança contra seus modos cruéis. Aloysius tornou-se particularmente apegado a Adele, e Adele confiava e amava-o apesar de seu comportamento grosseiro que geralmente incomodava os outros. Ninguém na família, salvo a mãe da criança, percebeu a mudança. Quando "Adele" tinha dez anos e estava preparada para receber suas primeiras runas, sua natureza como mundana foi revelada quando ela ficou louca e morreu, levando o filho e a nora de Aloysius a se mudarem para Idris. O choque também aparentemente matou sua esposa. Com o coração partido e solitário, Aloysius tem interrogado demônios e Seres do Submundo, tentando descobrir o que aconteceu com sua neta, sem sucesso.[2]

Na década de 1850, a Clave começou a considerar o tratado de paz entre Caçadores de Sombras e Seres do Submundo, que logo se tornou conhecido como os Acordos. Aloysius estava entre aqueles que elaboraram os termos Nephilim nas tentativas de formar um acordo, embora ele não estivesse totalmente a bordo.[3]

Durante muito tempo, Aloysius foi amigo de Granville Fairchild. No entanto, eles acabaram brigando e os dois nunca se falaram novamente. Aloysius então pegou o rancor que ele manteve em direção a Granville e enfocou-o em sua filha, Charlotte.[1]

Conhecendo Tessa

Aos 89 anos, Aloysius ainda estava dirigindo o Instituto de York e, por causa das gerações de Starkweathers que estiveram envolvidas com o Instituto, Aloysius tratou e decorou o Instituto como uma casa familiar.

Durante uma investigação do Instituto de Londres sobre o passado de Axel Mortmain, eles descobriram um caso arquivado por Mortmain através do Instituto de York para recompensar a morte de seus pais. Sendo a única na liderança, Charlotte foi forçada a escrever para Aloysius pedindo ajuda. Ainda amargo por causa de sua divergência com o pai de Charlotte, ele recusou, mas Charlotte insistiu em deixar Will Herondale, Jem Carstairs e Tessa Gray prosseguir para o Instituto de York para obter pessoalmente os arquivos.

Aloysius pretendia expulsá-los assim que chegaram. Ao ver Tessa, que se parecia com sua nora, Aloysius mudou de ideia e deixou-os ficar. Durante o jantar, ele recuperou os arquivos e discutiu com eles. Ele então mostrou-lhes os despojos que ele reuniu ao longo dos anos matando demônios e Seres do Submundo. Ele os deixou ficar a noite quando Tessa entrou em colapso ao ver seus despojos. No dia seguinte, ele mandou que seguissem o caminho deles.

Sem o conhecimento dele, Tessa se Transformou nele para sua investigação sobre Mortmain usando um botão que havia caído do punho do casaco. Tessa notou que sua mente e suas memórias já estavam fragmentadas - que ele já estava se tornando muito senil com a idade.

Aloysius também participou da reunião do Conselho, onde a questão do Magistrado, bem como a liderança do Instituto de Londres e o Enclave, foram discutidas. As maquinas mecânicas de Mortmain vieram, e antes de partir, ele foi até Tessa para perguntar se ela estava bem.[1]

A Verdade

Em um ponto, Aloysius finalmente descobriu a verdade sobre Adele quando ele voltou a interrogar fadas para obter informações sobre sua neta. Eventualmente, ele torturou o suficiente de Sallows: ele foi informado de que Adele foi trocada com uma criança mundana por vingança. Ele conseguiu traçar sua neta e, eventualmente, percebeu que a mãe de Tessa era sua neta há muito perdida, tornando Tessa sua bisneta e, portanto, parte Caçadora de Sombras. Ele também soube que Tessa era "a chave" para os planos do Magistrado.

Superado pela preocupação com seus parentes desaparecidos, ele se aproximou de Charlotte Branwell e lhe contou sua informação recém-descoberta, esperando que ela pudesse ajudá-la em seu nome, sabendo que a Clave não o escutaria. Ele então pediu-lhe para dizer a Tessa que ela seria bem-vinda para assumir o nome Starkweather.

Durante a reunião de emergência da Clave convocada pelo Cônsul Wayland, Aloysius falou em defesa de Charlotte. Quando os autômatos vieram logo depois e decapitaram o Cônsul, ele reiterou seu ponto finalmente comprovado: que eles deveriam ter ouvido Charlotte. Antes que ele pudesse terminar sua declaração, ele foi posteriormente morto por um autômato e foi levantado do chão pela garganta. Só depois da morte dele, Tessa soube da conexão deles.[2]

Personalidade e Traços

Aloysius era um homem rude e mal-humorado, cuja atitude carregou sobre sua idade adulta e anos mais tarde, fazendo a todos vê-lo como um ancião senil e irritável.

Criado para não ver Seres do Submundo como pessoas ou seres dignos de valor como os seres humanos, Aloysius tinha um ódio pessoal deles que só piorou ao longo dos anos. Além disso, ele era consideravelmente sádico e cruel com eles, orgulhando-se de toda a dor, sofrimento e morte que ele trouxe sobre eles em sua vida. Orgulhoso e vigoroso, Aloysius era um tradicionalista, particularmente disposto a concordar e se conformar com os Acordos e todos os termos, tais como as Reparações, que lhes deram direitos; ele era ouvido muitas vezes relembrando os tempos em que eles podiam matar Seres do Submundo por pouco ou nenhum motivo, uma prática em que ele era um participante ativo. Ele também se recusou a ver ou reconhecer que os humanos eram tão capazes dos males que ele sempre associou com os Submundanos, e que estes últimos não eram todos maus e também eram capazes de bondade se mostrados o mesmo.

Descrição Física

Aloysius, com quase 90 anos de idade, tinha um rosto enrugado, bem como uma barba e cabelo que tinham ficado brancos com a idade. Ele tinha olhos escuros, preto-acinzentados. Aloysius muitas vezes usava um olhar de desprezo em seu rosto, embora ele também podia às vezes parecer gentil e afiado quando não contorcendo seu rosto.

Aparições

Curiosidades

Referências

Esta página utiliza conteúdo de um artigo da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.