FANDOM


Outra versão
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Aline Penhallow
CJ Flowers, Aline.jpg
Informação Biográfica
Nome
Completo
:

Aline Blackthorn Penhallow[1]

Nascimento: 1990/1991
Idade: 22 (em 2012)
Status: Viva
Afiliação
Espécie:

Caçadora de Sombras

Residência:
Lealdade:

Clave

Relacionamentos
Familiares
Conhecidos
:
Descrição Física
Gênero: Feminino
Cor do
Cabelo
:
Preto
Cor dos
Olhos
:
Castanhos

Aline Blackthorn Penhallow é a filha única de Jia e Patrick Penhallow e é a esposa de Helen Blackthorn.

Biografia

Historia

Aline nasceu como filha única de Patrick e Jia Penhallow. Com seus pais sendo bons amigos dos Lightwood, Aline tornou-se amiga das crianças Lightwood, Alec e Isabelle, quando eles eram jovens, mas eles pararam de se ver quando ela tinha cerca de nove anos. Ela morou com seus pais no Instituto de Pequim por alguns anos antes de se mudar para Alicante.

Quando Aline tinha treze anos, ela e Jace – um menino capturado pelos Lightwood – exploraram a Floresta Brocelind em Idris a cavalo e se perderam. Enquanto Aline estava apavorada, Jace parecia destemido para ela e, embora demorasse horas, conseguiu tirá-los da floresta.[2]

Guerra Mortal

Em setembro de 2007, os Penhallow concordaram em abrigar os Lightwood e Sebastian Verlac, seu primo, que estavam visitando Alicante para a assinatura dos Décimos Acordos. Quando os Lightwood mais jovens chegaram com o vampiro ferido Simon Lewis, Aline, como a maioria dos Caçadores de Sombras que ignoravam Seres do Submundo, estava curiosa sobre eles, e suas perguntas e declarações saíram de forma rude e julgadora.

Nesse ponto, Aline já começara a questionar sua própria sexualidade. Na tentativa de descobrir isso, ela flertou com Jace e depois o beijou para ver se "qualquer cara era [seu] tipo". Enquanto ela estava ficando com Jace, eles foram interrompidos por Clary, que todos acreditavam então ser a irmã de Jace. O flerte já não avançava além disso. Durante uma conversa com Sebastian e Isabelle, Aline notou que Jace parecia muito protetor com Clary.

Na noite do ataque doa Morgenstern a Alicante, quando as torres demoníacas foram milagrosamente desativadas e os demônios invadiram a cidade, a maioria dos membros adultos da Clave estavam se encontrando na Garde e não estavam lá para protegê-los. Vários demônios irromperam na casa de Aline e um a puxou para fora nas ruas. Enquanto estava de fora, Aline foi derrubada no chão por um demônio que então tentou estuprá-la. Isabelle Lightwood chegou a tempo e parou o demônio. Aline foi atrás do demônio fugindo e o matou antes dele fugir.

Na mesma noite, o irmão mais novo de Alec e Isabelle, Max, foi morto por Sebastian. Aline entrou em contato com a tia de Sebastian, Élodie, e a mulher imediatamente enviou de volta algumas das coisas e fotos de Sebastian sem acreditar, fazendo-a perceber que o Sebastian que ficara com eles era um impostor. Aline então compartilhou essa revelação com Clary, esperando que ela dissesse aos Lightwood, que se distanciaram da família depois do incidente, e que perdoariam sua família. Além dessa conversa, ela se esclareceu com Clary sobre suas intenções quando ela beijou Jace.

Em preparação para a batalha iminente com os demônios de Valentim Morgenstern, a casa dos Penhallow foi usada como um refúgio para pelo menos doze crianças, e Aline e alguns outros adolescentes cuidaram deles.

Depois da batalha e da guerra, e depois da derrota e morte de Valentim e Sebastian, Aline preparou-se para a festa de vitória com Isabelle e Clary, durante a qual Clary finalmente pôde estar aberto com eles sobre seus sentimentos por Jace. Na festa, ela conversou com a lobisomem Maia Roberts.[2]

Blackthorns

Após a guerra, sua mãe foi designada como nova Cônsul.

Aline finalmente percebeu que era lésbica. Inspirado pelo ato bravo de Alec de beijar Magnus na frente dos membros de Clave e de sua família, ela eventualmente se assumiu para seus pais. Ela conheceu e começou a namorar Helen Blackthorn pouco depois. Ela também começou a formar um vínculo com os seis irmãos de Helen, que gostava dela e a via como uma presença calmante para Helen.

Ela assumiu que seus pais estavam tentando ignorar seu relacionamento,[3] e enquanto seu pai estava realmente decepcionado, Jia estava mais preocupado com o fato de que Helen era parte-fada e temia que ela iria quebrar seu coração.[4]

Crepusculares

O relacionamento de Aline e Helen rapidamente se tornou sério, até o ponto em que eventualmente trocaram anéis de família.

Ela e Helen participaram da reunião do Conselho em Nova York, em novembro daquele ano, convocada para discutir o que deveria ser feito com Jace, que tinha desaparecido com Sebastian – Jonathan Morgenstern, o impostor que tinha ficado com eles antes da guerra, que desde então adotou o nome como seu.

Enquanto se encontrava com Maryse no Instituto de Nova York um dia, Isabelle e Alec chegaram e disseram que eles estavam conduzindo sua própria busca não autorizada de Jace. Ela entendeu e prometeu não denunciá-los à mãe. Em gratidão por Isabelle salvá-la meses antes em Alicante, e em retaliação por Sebastian matando seu primo real, ela mesmo se ofereceu para ajudá-los. Ela e Helen juntaram-se na batalha contra Sebastian e seu exército no Burren. Ela continuou a cobrir para eles, dizendo a sua mãe que não tinha havido tempo para notificar a Clave e que eles precisavam agir logo que eles obtiveram as informações sobre Sebastian.[3]

Guerra Maligna

Aline estivera em Idris com Helen quando os Blackthorn foram atacados no Instituto de Los Angeles. Depois que os irmãos mais novos de Helen, à exceção de Mark, e Emma Carstairs escaparam através do Portal, foram trazidos à casa dos Penhallow e autorizados apermanecer lá durante sua estada em Idris.

Aline estava mais tarde entre as pessoas que testemunharam um Simon bêbado confessando seu amor por Isabelle antes de ser interrompido por Robert Lightwood. Ela também estava na reunião do Conselho quando o Crepuscular Matthias Gonzales ameaçou a vida de sua mãe e passou as mensagens de Sebastian. Helen a apoiou, impedindo-a de apressadamente correr para eles; ela foi forçada a assistir enquanto o Crepuscular segurou uma faca contra a garganta de Jia e começou a cortar; Felizmente, Alec conseguiu derrubar a arma de Matthias e Aline correu para segurar a mãe.

Antes da batalha culminante da guerra, Aline ficou na Garde com sua família. Depois que as muralhas da cidade foram destruídas e seus inimigos entraram na cidade, Aline foi para baixo e participou na luta contra o exército Crepuscular de Sebastian e aliados fadas. Ela lutou na Praça do Anjo, protegendo sua mãe e o Salão dos Acordos, onde as crianças e os idosos estavam se escondendo. Helen tentou chegar até ela, mas não conseguiu entrar na multidão. Depois que as defesas do Salão foram violadas, Aline e Helen correram para chegar às crianças assim que puderam – quando o exército Crepuscular foi destruído.

Na reunião do Conselho após a Guerra Maligna, a maioria da Clave votou para "designar" - basicamente exilar - Helen para a Ilha Wrangel para estudar as barreiras; Jia foi forçado a abster-se da decisão e foi incapaz de recusar. Aline prometeu seguir Helen mais tarde naquele ano.

Em 2008, Aline assistiu ao casamento de Jocelyn e Luke na Fazenda Três Flechas.[4]

Ilha Wrangel

Aline manteve-se fiel a sua palavra e, eventualmente, seguiu Helen para a Ilha Wrangel. Eventualmente, Helen lhe pediu em casamento, e ela aceitou. Embora a mãe de Aline fosse recusada de qualquer tomada de decisão relacionada a Helen por causa de sua aparente parcialidade, Helen fez um acordo com a Clave - ela concordaria em ir à Academia dos Caçadores de Sombras para contar aos alunos a história de seus pais e ser desfilada como um exemplo da desconfiança da Clave de fadas, em troca de um perdão temporário de seu exílio por um dia e uma noite para que pudessem se casar em Idris com sua família e amigos presentes.[5]

Em 1 de dezembro de 2009, Aline e Helen se casaram em Idris. Jia acompanhou Aline ao altar no casamento.[6] Aline e Helen passaram a festa de casamento sendo cercada e falando com os irmãos mais novos de Helen.

Nos anos seguintes, ela e Helen conversavam com os irmãos de Helen e com a Emma todas as semanas. Julian sempre dizia a eles que tudo com eles estava bem, não querendo que ela e Helen se preocupassem com eles.[7]

Tirando o máximo proveito da situação, Aline pegou escultura de gelo como um novo hobby, destacando-se no trabalho detalhado e usando uma variedade de armas para esculpir. Sua peça mais conhecida é a sua representação de Jonathan Caçador de Sombras , esculpida inteiramente com lâminas serafim, mas seu tema favorito é sua esposa, Helen.[8]

Personalidade e Traços

Aline é de várias maneiras o oposto de Isabelle. Enquanto Isabelle é sincera e confiante, Aline é conservada e um pouco tímida, mas algumas vezes curiosa. Ela é bastante protetora em relação aos seus amigos, os Lightwoods, e tenta consolá-los quando Jace é sequestrado. Ela hesita quando o assunto são os seres do submundo, tendo sido criada em Idris, e faz algumas perguntas sobre eles a Simon quando eles se conhecem. Ela inicialmente acredita que os seres do submundo não possuem alma, e também diz isso a Simon sem rodeios. Os dois são muito parecidos. Ambos falam qualquer coisa que vem a cabeça no momento em que o pensamento aparece em suas mentes.

Apesar de sua natureza hesitante, Aline se importa profundamente com sua família e com os Lightwoods. Ela não contou para a Clave sobre os eventos reais que ocorreram durante a batalha contra Jonathan como uma forma de vingança contra ele por matar o seu primo. Esta também foi sua maneira de pagar a Isabelle, que salvou sua vida.

Descrição Física

Aline é metade asiática. Ela tem maçãs do rosto curvilíneas, olhos marrom escuro, redondos, em forma de amêndoa, um queixo delicado, pontudo, cabelos lisos, negros e uma pequena estatura.

Diz-se que ela se parece muito com a sua mãe, Jia. As pessoas percebem sua beleza de maneira diferente - Isabelle e Clary achavam que ela era bonita, e Simon, que pensava que não era exatamente bonita, descreveu-a como impressionante.

Relacionamentos

Família

Helen Blackthorn é a esposa de Aline e sua primeira namorada. Aline se declarou homossexual e começou a namorar Helen um tempo depois da Guerra Mortal, apesar da desaprovação da Clave. Meses em seu relacionamento, Aline e Helen já haviam trocado anéis de família, gesto esse que é considerado muito importante entre os Caçadores de Sombras como um noivado. Quando Helen foi exilada para a Ilha Wrangel, Aline prometeu acompanhá-la até lá na semana seguinte. O casal casou-se em torno de dois anos depois.

Jia Penhallow é a mãe de Aline, a quem ela se assemelha muito. Aline parece ter um relacionamento muito bom com sua mãe. Quando Aline se assumiu e começou a namorar Helen, Jia estava preocupada com a possibilidade de Aline ter seu coração partido. Jia se sentiu mal por ter que enviar Helen para a Ilha Wrangel devastando sua filha.

Patrick Penhallow é o pai de Aline e ela aparenta ter um bom relacionamento com seu pai.

Patrick ficou desapontado quando Aline se assumiu e começou a namorar Helen por motivos egoístas, isto é por não dar continuidade a linhagem Penhallow. Pouco se sabe sobre seu relacionamento com o pai.

Aline é bastante próxima e se preocupa profundamente com os irmãos de Helen e também com a amiga próxima da família, Emma Carstairs. Enquanto isso, as crianças adoram Aline e apreciam seu amor pela irmã. Eles a viram como uma presença calmante que impede Helen de se preocupar. Nas cartas de tarô de Julian, Aline era retratada como "a devota".[7]

Amigos

Alec Lightwood é amigo da família de Aline e eles possuem uma boa amizade. Aline contou para Alec que foi inspirada pelo seu ato de assumir-se para seus pais e começou a namorar Helen depois que Alec beijou Magnus no Salão dos acordos antes da Guerra Mortal. Alec votou contra o envio da namorada de Aline, Helen para a Ilha Wrangel durante a reunião do conselho depois da Guerra Sombria.

Isabelle Lightwood é amiga da família de Aline. Isabelle se dá bem com Aline apesar de suas personalidades diferentes, embora elas tenham uma tendência a dizer o que sai de suas bocas. Quando Aline foi atacada e quase estuprada por um demônio quando as Torres Demoníacas foram derrubadas durante a Guerra Mortal; Isabelle salvou sua vida. Aline depois pagou sua divida com ela ajudando seus amigos na batalha contra Sebastian no Burren mentindo para sua mãe.

Jace Herondale é amigo da família de Aline. Quando Aline tinha treze anos, ela e Jace cavalgaram para a Floresta Brocelind onde eles ficaram perdidos e Aline entrou em pânico por achar que eles iriam morrer ali, mas Jace foi capaz de tirá-los dali em segurança os levando de volta a Alicante. Aline teve uma rápida paixonite por Jace apenas para beijá-lo e descobrir que nenhum cara era seu tipo e ela então finalmente percebeu que era homossexual.

Clary Fairchild é uma das amigas de Aline. Aline conheceu Clary quando ela foi pela primeira vez a Alicante junto de Simon. Quando Aline beijou Jace foi interrompida por Clary; Ela foi colocada na lista negra de Clary. Eventualmente, Aline fez as pazes com Clary quando admitiu que foi um excussão beijar Jace e que ela não era concorrência. Durante a Guerra Maligna, Aline confessou a Clary sua preocupação com Helen e sua família e também por Emma.

Aparições

Galeria

Referências

Esta página utiliza conteúdo de um artigo da The Shadowhunters Wiki.
A lista de autores pode ser vista no histórico da página.


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória